Anúncio

Casagrande anuncia nova fase de Matriz de Risco de Convivência

Essa nova metodologia já será adotada na elaboração do próximo Mapa de Risco, a ser divulgado no próximo sábado (29)

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 27 de agosto de 2020 às 10:14
Atualizado em 28 de agosto de 2020 às 10:27

Anúncio

Governador do Estado, Renato Casagrande. Foto: Divulgação

O governador do Estado, Renato Casagrande, anunciou, ontem (26), a 5ª Fase da Matriz de Risco de Convivência, que passa a considerar o coeficiente de casos ativos, o número de testes realizados, a média móvel de óbitos e a taxa de ocupação dos leitos potenciais de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19 para a definição do grau de risco de cada município. Essa nova metodologia já será adotada na elaboração do próximo Mapa de Risco, a ser divulgado no próximo sábado (29).

Essa será a quarta atualização da estratégia de mapeamento de risco que teve início no dia 20 de abril. A partir de agora, a Matriz de Risco de Convivência vai considerar no eixo de ameaça: o coeficiente de casos ativos por município dos últimos 28 dias, além da quantidade de testes realizados por grupo de mil habitantes e a média móvel de óbitos dos últimos 14 dias. Já o eixo de vulnerabilidade passará a considerar a taxa de ocupação de leitos potenciais de UTI Covid, isto é, a disponibilidade máxima de leitos para tratamento da doença.

Durante a coletiva de imprensa, transmitida ao vivo pelas redes sociais, o governador também anunciou o fim da restrição às aulas presenciais em instituições de Ensino Superior, além de novas regras para as atividades dos servidores públicos do Executivo Estadual. Será extinguida a proibição das aulas dos cursos superiores a partir do dia 14 de setembro. As instituições de ensino públicas e privadas precisam seguir o protocolo sanitário definido pela Secretaria da Saúde (Sesa) em portaria. O retorno às aulas na Educação Básica segue em discussão e ainda não tem data definida.

Serviço público

O Governo do Estado publicará um decreto com ajustes nas medidas voltadas às rotinas de trabalho e à capacitação de servidores públicos do Executivo Estadual. A nova redação possibilitará a realização de cursos, treinamentos e ações de capacitação presenciais a partir de 1º de setembro, seguindo os protocolos da Sesa.

Será estabelecido ainda, a partir de 14 de setembro, o retorno do trabalho presencial aos servidores que estavam desempenhando suas atividades remotamente. Para a viabilização dessa retomada, os órgãos e entidades públicas terão de se adequar às orientações da Sesa, constantes na Nota Técnica COVID-19 N° 049/2020. Caso as recomendações sejam cumpridas em prazo anterior, o retorno presencial dos servidores poderá ser antecipado, a critério do gestor, exceto para os do grupo de risco da Covid-19.

Cabe destacar que cada secretaria/órgão poderá implementar o regime de teletrabalho, dando preferência a servidores com deficiência, que importe em dificuldade de locomoção diária; que tenham filhos, enteados, tutelados, cônjuge ou companheiro com deficiência, que residam no mesmo domicílio, que demandem cuidados especiais; portadores de doenças crônicas; gestantes e lactantes; com idade acima de 60 anos; que tenham filhos com idade de até cinco anos; e residentes em localidades mais distantes do órgão ou entidade em que esteja localizado.

  • Com informações do Governo do Estado do Espírito Santo

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Como-Montar-Uma-Clinica-Medica

Câmara de Guarapari aprova contratação de médicos e pagamento de auxílio aos profissionais de Saúde

Ambos projetos foram aprovados em unanimidade pelos vereadores presentes e seguem para sanção do Prefeito

policia_civil-delegacia-GRI

Polícia Civil prende em Guarapari suspeitos de roubo a postos de gasolina

O crime teria ocorrido no dia 7 de dezembro de 2021

Anúncio

Anúncio

kettle-bell-592905_640

TJES concede liminar para suspensão de Lei que considera atividades físicas como essenciais em Guarapari

Liminar visa suspender Lei Municipal nº4435/2021, que estabelece atividades ligadas à educação física como essenciais

50º-MAPA-DE-RISCO---12.04-a-18.04

Mapa de Risco: 42 cidades em Risco Extremo, incluindo Guarapari e Anchieta

Apenas dois municípios (Conceição da Barra e Ibitirama) estão classificados como de risco moderado

Anúncio

vacina 65 69 2

Agendamento para vacinar idosos de 60 a 64 anos contra Covid-19 abre segunda-feira (12) em Guarapari

pontocentro-divulgacao

Obras de novo shopping alteram temporariamente ponto de ônibus da Av. Davino Matos

A desativação do ponto se dará pelo período de 30 dias

Anúncio