Anúncio

Chefes do tráfico de drogas foram presos em Alfredo Chaves

Por Aline Couto

Publicado em 7 de agosto de 2019 às 18:23
Atualizado em 7 de agosto de 2019 às 18:35

Anúncio

Uma operação da polícia civil cumpriu mandados de prisão e apreendeu drogas, arma, dinheiro e celulares

Da esquerda para direita: Genival, Maurílio, Jorge Jeferson e Ohel. Foto: Assessoria de Comunicação da Polícia Civil

Policiais civis de Alfredo Chaves realizaram junto com a 10ª Delegacia Regional de Anchieta a “Operação Santo” que acarretou na prisão de dois chefes do tráfico. Foram mandados de prisão cumpridos, além da apreensão de arma, dinheiro, celulares e drogas.

A ação, que teve o objetivo de controlar o aumento do número de adolescentes entrando para o tráfico de drogas na região, contou com o apoio da Coordenadoria de operações e recursos especiais (Core), da Delegacia Especializada de Roubo a Bancos, da 5ª Delegacia Regional de Guarapari e da Força Tática do 10º Batalhão de Polícia Militar.

Segundo Marcos Nery, titular da Delegacia de Polícia de Alfredo Chaves e responsável pela operação, os suspeitos, Genival Cruz de Oliveira, de 45 anos, G.S.S, 25, Maurílio Inácio Neto, também 25 anos e Jorge Jeferson Alves Zaia, de 54, vulgo Paulista, foram detidos em São Gabriel, Guarapari. Genival e Jorge são responsáveis pelo tráfico de drogas na região de Alfredo Chaves e usavam adolescentes para movimentar as drogas.

Wallace. Foto: Assessoria de Comunicação da Polícia Civil.

Também no município, no bairro Nossa Senhora da Conceição, os policiais prenderam Ohel Gomes Machado Ferreira, de 35 anos, vulgo Minho, e em Bela Vista, Wallace Santos Almeida, vulgo Kel, de 32 anos.

Nery explicou que a operação é fruto de um planejamento de mais de quatro meses e que a partir das investigações, foi apurado que as drogas comercializadas em Alfredo Chaves eram de Guarapari, São Gabriel e Bela Vista. O delegado ainda falou que em 2018 houve um confronto entre policiais militares e esses suspeitos onde um policial e três deles foram atingidos.

Com o suspeito Jorge Jeferson Alves Zaia, que estava com identidade falsa após ter sido condenado e preso pelo crime de tráfico e fugido quando cumpria pena em regime semiaberto, foi encontrado R$1.290 em espécie e uma pistola calibre 380. E, pela análise das conversas do suspeito em um aplicativo de mensagens instantâneas, foi comprada intensa venda de drogas.

Foto: Assessoria de Comunicação da Polícia Civil.

Já com Genival Cruz de Oliveira, a polícia encontrou fotos da pesagem de drogas e imagens da contabilidade do tráfico no celular dele e com Maurílio Inácio Neto foram apreendidas cinco pedras de crack, dois papelotes de cocaína, 13 buchas de maconha e material para o fracionamento de drogas. Já com G.S.S., R$ 982 foram recolhidos.

Os homens foram conduzidos ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Guarapari.

*Com informações: Assessoria de Comunicação da Polícia Civil

 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

Anchieta-Credito-da-Foto-Andrews-Quinteiro_

Pelo quarto ano consecutivo, Anchieta recebe nota A do Tesouro Nacional

pfizer

Guarapari: ação de vacinação sem agendamento para adolescentes com comorbidades

Anúncio

Anúncio

ameazul-praia

Moradores da Enseada Azul, em Guarapari, realizam ação de limpeza neste sábado (18)

Ação é uma adesão ao Dia Mundial da Limpeza

Comunicado - 17-09-2021

Comunicado – 17/09/2021

Anúncio

pfizer

Vacinação dos adolescentes é mantida no Espírito Santo

O Ministério da Saúde suspendeu a imunização do público de 12 à 17 anos sem comorbidades

afrochaves-estacao-da-cultura-2021-09-16-4

Resistência preta marca abertura do Estação da Cultura em Alfredo Chaves

Anúncio