Anúncio

Cidades Inteligentes: programa do Bandes quer inovar municípios do Espírito Santo

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 9 de novembro de 2021 às 18:40
Atualizado em 10 de novembro de 2021 às 16:49

Anúncio

Fotos: divulgação.

O conceito de Cidades Inteligentes enche os olhos. Infraestrutura de telecomunicações e soluções tecnológicas, usinas fotovoltaicas, entre outras possibilidades de melhoria da infraestrutura urbana podem se tornar realidade nos municípios capixabas. Com objetivo de estruturar esse tipo de projeto, o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) lançou, nesta segunda-feira (08), o ES Inteligente, um serviço de assessoramento em modelagem de concessões e Parcerias Público-Privadas (PPPs). 

A solenidade de lançamento foi realizada no auditório da Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes), em Vitória, com a presença do governador do Estado, Renato Casagrande, da diretoria do Bandes, além de prefeitos e lideranças estaduais. Após a assinatura do protocolo de intenções para formalizar a prestação dos serviços, o governador destacou que mais uma vez o Espírito Santo sai na frente com um programa inédito entre os Estados.

“Na gestão pública, ainda mais nas gestões municipais, a equipe técnica é pequena e são muitas tarefas. Quando encontramos os caminhos, vamos ganhando possibilidades e oportunidades. Por isso, estamos chegando a um nível de maturidade aqui no Espírito Santo que ganhamos velocidade para que possamos investir de fato e desenvolver nosso Estado”, pontuou Casagrande.

O governador destacou o compromisso com o desenvolvimento em benefício de todos os capixabas. “Não queremos um Estado rico para poucos, mas um Estado próspero para todos. Temos que fazer uma transição dos recursos que recebemos de forma eficiente e o nosso banco de desenvolvimento pode ajudar os municípios na construção desse trabalho, principalmente com a expertise que temos com as PPPs que já realizamos”, asseverou.

O ES Inteligente buscar intermediar a relação da gestão municipal com o setor privado, por meio de diversas entregas que apoiam o percurso até a concretização da parceria, desde estudos de viabilidade até a legislação necessária para que o serviço seja licitado e ofertado à população.

“Esse tipo de contrato preenche uma lacuna que o ente público teria dificuldades em contratar, tamanha a especificidade dos serviços e obras públicas desse tipo, e que vão, indubitavelmente, melhorar a qualidade de vida da população do município”, enfatizou o diretor-presidente do Bandes, Munir Abud de Oliveira.

Para o secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann, essa é mais uma ação assertiva do Governo do Estado para apoiar os municípios. “O desenvolvimento regional é uma das prioridades da administração pública estadual, que não mede esforços para estar presente, oferecendo o suporte necessário para que as cidades capixabas cresçam e se tornem atrativas para indústrias, empresas nacionais ou estrangeiras, podendo sediar negócios relevantes para todas as regiões”, afirmou.

Hoffmann também falou nos reflexos da medida junto à população. “Isso acaba se refletindo na movimentação da economia local, na geração de empregos para os moradores e melhoria na qualidade de vida das pessoas. Temos em vigor três PPPs de saneamento e outras fazem parte da carteira atual de projetos do Estado nas áreas de Segurança Pública, Turismo, Desenvolvimento Regional e Sustentabilidade. Todos têm o mesmo objetivo: inovar, otimizar custos e fornecer melhor qualidade de serviços públicos. Agora, é a vez dos municípios buscarem parceiros no mercado com expertise para tocar investimentos em prol da eficiência”, completou.

Cidades inteligentes

Cidades inteligentes são as regiões que usam a tecnologia de modo estratégico para melhorar a infraestrutura, otimizar a mobilidade urbana, criar soluções sustentáveis e outras melhorias necessárias à qualidade de vida dos moradores. Existem duas formas: a primeira é investir em cidades planejadas e incluir no planejamento prévio tecnologias e ações sustentáveis. A segunda, mais apropriada à realidade capixaba, é reavaliar os processos das cidades já existentes e identificar as melhorias que podem ser realizadas, de acordo com as necessidades dos moradores e do local.

Mais informações sobre o programa ES Inteligente podem ser obtidas através do site www.bandes.com.br/ppp ou do e-mail [email protected].

*Com informações de Governo do Estado do Espírito Santo.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

compras_natal_1-770x470

Natal Premiado com R$ 15 mil de premiação em Anchieta

IPVA-2016-Romero

Governo do ES divulga datas para pagamento do IPVA 2022

Anúncio

Anúncio

artigo-antonio-ribeiro-2021-11-26-viatura-policia-militar-pm

Artigo: Polícia Militar fazendo blitz em diversos pontos da cidade saúde

interior view of a steel factory,steel industry in city of China.

Sine de Anchieta tem 132 oportunidades de emprego em aberto para Guarapari e região

Anúncio

Sinal-Vermelho-Arte-AMB-Fonte-cnj.jus_.br_

Artigo: Sinal Vermelho – respeitar a mulher é respeitar a sociedade

vendedor-ambulante-550x367

Guarapari inicia cadastramento de ambulantes nesta segunda (29)

Anúncio