Anúncio

Informe Publicitário

CLAC comemora 61 anos de história e exemplo de cooperativismo em Alfredo Chaves

Colaboradores relatam como é fazer parte dessa trajetória

Por Pedro Henrique Oliveira

Publicado em 3 de novembro de 2023 às 13:56

Anúncio

20231027 101150913 iOS
Fotos: HM Comunicação

A Cooperativa de Laticínios de Alfredo Chaves (CLAC) comemora, em 2023, 61 anos de história. Com aproximadamente 300 cooperados em atividade, são mais de seis décadas de contribuição para o desenvolvimento econômico e fortalecimento da indústria e do cooperativismo em Alfredo Chaves e região.

Desde 2004 ocupando um espaço na direção da cooperativa, o atual presidente Rolmar Botecchia relembra o árduo trabalho para tornar a CLAC uma força cooperativista no Espírito Santo. “Nós trabalhamos muito, Deus ajudou bastante, mas é uma luta gostosa, e nós devemos muito a quem veio antes também, quem colocou o primeiro tijolo. É uma história boa”, orgulha-se.

Rolmar acrescenta que, ao chegar no comando da cooperativa, se deparou com um momento difícil na economia, e realizou movimentos para que a CLAC ensaiasse uma reação. “Quando assumimos a cooperativa, ela não estava em uma situação muito boa, também devido à crise do país na época. E então, buscamos aproximação com o governo do Estado, prefeitura, entidades e uma parceria muito boa com o Incaper.”

Para Rolmar, um momento marcante na trajetória como presidente da CLAC foi a enchente de 2012, que afetou fortemente o município de Alfredo Chaves. Emocionado, ele afirma que pensou que a empresa não suportaria os prejuízos, e relembra a ajuda dos produtores no trabalho de recuperação.

“A enchente destruiu praticamente tudo o que a gente fez. Eu lembro de uma frase que falei: ‘Isso vai quebrar na minha mão’, mas nos recuperamos. E nessa enchente os produtores e colaboradores tiveram participação fundamental, foi fantástico”, conta.

20231027 101459944 iOS
Rolmar Bottechia, Simone Carpanedo e Thiago Pavesi

Questionado se estaria pronto para ocupar o cargo de prefeito da cidade, possibilidade que tem sido especulada nos últimos meses, Rolmar foi taxativo. “Nós temos que estar sempre prontos para tudo. Todos os desafios que aparecerem, devemos estar sempre preparados, e eu estou. Tenho disposição para colaborar com a nossa comunidade”, garantiu.

O investimento constante está entre os pilares da CLAC para avançar cada vez mais, e em maio deste ano, a cooperativa colocou em funcionamento sua nova fábrica, resultado de um aporte de R$ 6 milhões, que possibilitou a ampliação da produção de laticínios, que já caminha a passos largos para o lançamento de novos produtos.

Para o gerente industrial, Thiago Pavesi, foi um importante salto na capacidade da empresa. “É outro mundo. Temos uma capacidade de produção muito maior do que antes, a planta comporta crescimento e tem condições de trabalho ainda melhores. Só fatores positivos.”

Há 10 anos na cooperativa, Thiago destaca o compromisso com os colaboradores e suas famílias como pontos centrais na relação com a empresa. “A CLAC é muito presente na vida de cada funcionário, ela vivencia o dia a dia de cada família de quem trabalha ali”, finaliza.

Parte da história

Em 61 anos de existência, a CLAC também faz com que sua história se confunda com a dos mais de 100 colaboradores que atuam em diferentes setores da cooperativa, como conta o gerente administrativo Mauro Veiga Júnior, que começou na empresa há 36 anos trabalhando como auxiliar de laboratório na indústria.

Mauro Junior Ger
Mauro Veiga Júnior

“São anos de muito aprendizado e trabalho. Foram muitas mudanças. Cheguei solteiro, casei, virei pai e depois avô. Aprendi muito aqui, trabalhei em todos os processos, fiz linha de leite, ajudei a fabricar produtos, trabalhei com caldeira e comecei a programar. Virei assistente administrativo, depois gerente de TI e, agora, gerente administrativo. É um sentimento de família, eu adoro essa empresa”, disse. Com esse misto de sentimento, fala ainda de sua gratidão e orgulho em participar desta caminhada, lembrou também dos que aqui passaram e que também contribuíram para o crescimento da CLAC.

A gerente do Supermercado CLAC, Simone Carpanedo, ressalta a importância da atuação cooperativista na sociedade alfredense. “Eu tenho a experiência e o prazer de estar junto com essa empresa, trabalhando e vendo o crescimento dela a cada ano e a importância do cooperativismo para a cidade. Nós, como cooperativa, sempre buscamos, além de prestar serviços, estar próximos da comunidade, fazendo eventos, orientando e trazendo informações em datas comemorativas. É muito gratificante crescer com ela e aprender todos esses valores, que fazem parte do cooperativismo”, explica ela, que completou 18 anos como colaboradora da CLAC.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

SpeedFestival_02

Speed Festival: Guarapari recebe 3ª edição do evento automobilístico

Além das corridas, o evento contará com atividades para fãs de automobilismo

policia-civil_pc_viatura

DHPP Guarapari prende irmão de um dos traficantes mais procurados do Estado

O indivíduo, que foi detido em Anchieta, atuava como gerente do tráfico e é irmão de Willian Zanoli, vulgo “Terceirão”

Anúncio

Anúncio

WhatsApp Image 2024-02-27 at 09.39.591

Aluno da APAE Guarapari conquista 3º lugar em Olimpíada de Matemática

Com o diagnóstico de autismo, Adrian é assistido pela APAE Guarapari e estuda no EMEIEF Zilnete Pereira Guimarães

Janelas - Foto Telma Amaral

Grupo de teatro de Anchieta leva espetáculo ‘Janelas’ para outros municípios capixabas

Peça foi contemplada no edital de Artes Cênicas da Secretaria de Estado da Cultura

Anúncio

20240226110635_IMG_2837

Guarapari é destaque no Plano de Expansão da ES Gás, que investirá R$ 100 milhões no Estado

O município será o 14º a receber gás natural no ES. Outras cidades contempladas serão Linhares, São Mateus e a Região Metropolitana da Grande Vitória

Navios de Cruzeiros. Foto Fernando Frazão -Agência Brasil

Governo do Estado quer cruzeiros marítimos de volta ao ES; Guarapari pode estar na rota

Estudos realizados na USP apontam parecer positivo para retomada de roteiro turístico no litoral capixaba

Anúncio