Anúncio

Coluna Entenda Direito: Autismo e o direito ao benefício assistencial – BPC/Loas

Publicado em 15 de junho de 2024 às 15:00
Atualizado em 15 de junho de 2024 às 15:00

Anúncio

*por Rebeca Roque de Sousa

01.FOTO DO TEMA - Coluna Entenda Direito: Autismo e o direito ao benefício assistencial - BPC/Loas
Foto: reprodução

O Benefício de Prestação Continuada (BPC) é uma importante ferramenta assistencial que visa garantir amparo financeiro a pessoas com deficiência ou idosos acima de 65 anos, incapazes de prover seu sustento. Nesse contexto, o BPC desempenha um papel fundamental na vida desses indivíduos, incluindo as pessoas autistas.

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) é uma condição neurobiológica que afeta o desenvolvimento da comunicação, socialização e comportamento, e, em alguns casos, pode demandar suportes específicos e adaptações. Nesse cenário, o BPC emerge como uma resposta sensível às necessidades particulares dessas pessoas, oferecendo suporte financeiro para suprir as demandas adicionais relacionadas ao tratamento e à qualidade de vida.

Além do suporte financeiro, o BPC também desempenha um papel crucial na promoção da inclusão social. Ao garantir recursos para que pessoas com TEA possam acessar tratamentos e serviços especializados, o benefício contribui para ampliar suas oportunidades de participação na sociedade, fortalecendo a perspectiva de uma vida plena e integrada, promovendo o desenvolvimento e a autonomia desses indivíduos.

Para obter o BPC, a pessoa autista precisa apresentar laudos médicos que comprovem sua condição e indiquem as limitações que possui para realizar atividades cotidianas. Esses laudos devem ser emitidos por médicos especializados, como neuropediatras, psiquiatras ou psicólogos.

Além disso, é necessário comprovar que a renda familiar é insuficiente para garantir que as necessidades da pessoa autista sejam atendidas.

Por fim, é importante destacar que cada caso é único, e a análise do pedido de BPC para pessoas com autismo deve ser individualizada, considerando as necessidades específicas de cada pessoa, uma vez que existem vários graus e níveis de suporte. Sendo assim, a orientação de um advogado especializado em direito previdenciário pode fazer toda a diferença no processo de obtenção do benefício.

02.FOTO PESSOAL 1 - Coluna Entenda Direito: Autismo e o direito ao benefício assistencial - BPC/Loas
*Rebeca Roque de Sousa
Pós-graduanda em Direito Previdenciário. Membra da Comissão de Direito Previdenciária da 4ª Subseção da OAB/ES.

As informações e/ou opiniões contidas neste artigo são de cunho pessoal e de responsabilidade do autor; além disso, não refletem, necessariamente, os posicionamentos do folhaonline.es

Anúncio

Anúncio

Veja também

Buenos-aires-Guarapa

Governo do Estado vai avaliar perfil dos turistas em 17 municípios durante o Inverno

Levantamento faz parte do Observatório do Turismo e se estenderá até o dia 28 de julho

ze-preto-ales-2024

Zé Preto (PP) lidera nova pesquisa de intenção de voto para a Prefeitura de Guarapari

Rodrigo Borges (Republicanos) aparece em seguida nos cenários apresentados

Anúncio

Anúncio

Captura de tela 2024-07-11 164123

Guarapari: suposto movimento grevista da construção civil termina em ameaças e depredação em obra

Polícia Militar chegou a ser acionada para garantir a segurança de todos e impedir ações de vandalismo

antiga-matriz-jun24

Com música ao vivo e quadrilha, Antiga Matriz recebe Arraiá de Sant’ana a partir desta quinta (11)

Tradicional festa da Antiga Matriz segue até sábado (13)

Anúncio

WhatsApp-Image-2024-07-10-at-16.47.52

Algares: autora de Guarapari lança quarto livro de poesias da carreira neste sábado (13)

Lançamento acontece na Confraria do Sabor Cafeteria

Van-da-Boa-Energia-EDP

Van da Boa Energia: EDP realizará troca gratuita de lâmpadas em Guarapari

No local, os clientes poderão trocar, gratuitamente, até 10 lâmpadas antigas por equipamentos com tecnologia LED

Anúncio