Anúncio

Coluna Palavra de Fé: Sonhos não envelhecem

Publicado em 26 de maio de 2024 às 11:00
Atualizado em 26 de maio de 2024 às 11:00

Anúncio

pela fe - Coluna Palavra de Fé: Sonhos não envelhecem
Foto: reprodução

“Porque se chamam homens, também se chamam sonhos e sonhos não envelhecem”, disse o poeta apaixonado pela imensidão da vida. Milênios antes, celebrando os grandes feitos do Senhor, afirmou o salmista que “quando o Senhor restaurou a sorte de Sião, ficamos como quem sonha. ” (Salmo 126)

É bem possível que esse salmo esteja relacionado à volta do exílio da Babilônia, narrado no livro de Esdras, ocasião sem igual na história do povo de Israel. Mas, a verdade é que não precisamos ir à Mesopotâmia para encontrar o estado de exílio.

Exílio é estar longe de casa. O dicionário define o exilado como expatriado e como aquele que fugiu ou foi obrigado a fugir da convivência. Mas, talvez, hoje, o pior seja o “exílio de si”. Gente que se encavernou, que se trancou. Escondeu os próprios sentimentos, na tentativa de fugir de alguma coisa.

Nos exilamos dentro de nossas perdas, frustrações, maus negócios e crises. Tem gente em exílio dentro da própria casa, junto aos lindos talheres que não usa, das louças guardadas para a ocasião que nunca chega, dos tão belos cristais já empoeirados dentro dos baús.

Tem gente exilada em uma lágrima escorrida há muito tempo do rosto ou que não para de escorrer. A boa noticia é que “os que com lágrimas semeiam com júbilo ceifarão” (vs. 5) e que “quem sai andando e chorando, enquanto semeia, voltará com júbilo, trazendo os seus feixes.” (vs. 6)

O melhor remédio para esse tipo de exílio é sonhar. E o Eterno é especialista em transformar lágrimas em sonhos. Certo é que alguma coisa aconteceu com o povo de Israel que as bocas cheias de amargura encheram-se de risos e as línguas de murmuração transformaram-se em júbilo. (vs.2)

O que eu acho que aconteceu? Eles reconquistaram a capacidade de sonhar. Porque, disse o salmista, “quando o SENHOR restaurou a sorte de Sião, ficamos como quem sonha. ” (vs.1)

Então, a gente vai ao espelho, olha para as lágrimas e faz cara de quem sonha. A gente olha para o exílio com cara de restauração. Porque o Deus que restaurou a sorte de Sião, continua restaurando a nossa sorte e nos permitindo sonhar. Por isso: que o ano de 2019 seja repleto de sonhos!

É provável que nem todos se realizem. Mas, mesmo assim, eles servirão para nos tirar do exílio. As lágrimas virão, os anos vão passar, mas vamos continuar sonhando, porque, como disse o poeta, homens são feitos de sonhos e sonhos não envelhecem.

Com carinho e grande expectativa,

 Pr. Raphael Abdalla

As informações e/ou opiniões contidas neste artigo são de cunho pessoal e de responsabilidade do autor; além disso, não refletem, necessariamente, os posicionamentos do folhaonline.es

Anúncio

Anúncio

Veja também

WhatsApp-Image-2023-10-10-at-16.24.33-1024x768

Incubadora do IFES Guarapari oferta últimas vagas para curso gratuito de Impressão 3D

Inscrições podem ser realizados on-line e vão até dia 23

casa-sinestescia-2024

Seminário debate cultura e inteligência para o turismo de Guarapari

Evento acontece nesta quarta (19) na Casa Sinestésica

Anúncio

Anúncio

WhatsApp-Image-2024-06-18-at-10.47.46

Polícia prende suspeito de estuprar criança de 9 anos em Guarapari

Crime aconteceu no dia 15 de maio

whatsapp-image-2024-06-14-at-16-37-17

Guarapari conquista bronze na premiação Cidade Empreendedora do Sebrae

Reconhecimento premia cidades que incentivam o empreendedorismo

Anúncio

WhatsApp-Image-2024-06-17-at-10.47.38

Polícia prende dois empresários por suspeita de envolvimento com comércio clandestino de carnes em Guarapari

Ação também interditou duas empresas

ce70bba0-29c7-11ef-895e-9d65eb610057-minified

Remoção das cabines de pedágio da Terceira Ponte começam nesta segunda (17)

Segundo o governador, em breve as cabines da Rodovia do Sol, em Guarapari, também serão removidas

Anúncio