Anúncio

Como denunciar irregularidades nas campanhas eleitorais

Por Livia Rangel

Publicado em 16 de julho de 2012 às 00:00

Anúncio

O eleitor tem papel importante no combate à corrupção eleitoral (compra de votos, uso da máquina pública) e também aos desvios cometidos por candidatos durante a campanha, pois muitos dos casos são descobertos graças às denúncias feitas pelos cidadãos.

Assim qualquer pessoa que perceber irregularidades na campanha eleitoral ou no dia da eleição tem o direito e o dever de denunciar o fato diretamente ao Ministério Público ou cartório eleitoral, além de contar com ferramentas virtuais para facilitar esse processo, como é o caso do Sistema Pardal, lançado este ano pelo Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES).

A ferramenta permite o envio online das denúncias, inclusive via celular, com fotos, vídeos, páginas de internet ou qualquer outro documento em formato eletrônico anexado, desde que comprovem a propaganda irregular.

Para fazer a denúncia, basta baixar o aplicativo do Pardal, disponível na página inicial do site do TRE-ES (www.tre-es.jus.br). O denunciante deve informar corretamente o nome do candidato, o local onde está acontecendo a irregularidade e, se possível, coletar provas e indicar testemunhas para uma apuração mais rápida.

Ao longo da campanha, além de receber denúncias, o sistema também vai permitir a emissão de dados estatísticos para o eleitor identificar os candidatos mais denunciados e os que estiverem burlando a legislação eleitoral com a realização de propaganda irregular.

Fique de olho: irregularidades mais frequentes

Compra de votos: oferta ou doação de bens ou vantagem pessoal em troca do voto (a simples oferta já configura o crime);

Uso eleitoral da máquina administrativa: desvio dos bens públicos para favorecer alguma candidatura (ex: uso de prédios e carros públicos, liberação de servidor para comitês de campanha etc.);

Distribuição de brindes (camisetas, canetas etc.);

Realização de showmícios;

Utilização de outdoors;

Boca de urna (propaganda eleitoral realizada no dia da eleição, aliciamento de eleitores, coação ou manifestações que podem influenciar a vontade do eleitor).

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

casa-sinestescia-2024

Casa Sinestésica oferece Oficina de Desenho gratuita nesta quarta (17) em Guarapari

Com o tema Autorretrato, atividade tem vagas limitadas

IMG_9800-1

Terra dos Dinos: Guarapari deve ganhar filial do ‘Jurassic Park brasileiro’ em 2025

Parque temático, no RJ, possui diversas atrações e 40 modelos de dinossauros em tamanho real

Anúncio

Anúncio

20240701_160006

Fios acumulados e pendurados em postes preocupam moradores de Guarapari

Moradores flagraram casos em duas avenidas movimentadas da Praia do Morro

lei-seca_forca-pela-vida-7-1

Blitz Lei Seca flagra 131 motoristas alcoolizados em todo Estado no fim de semana

Ação faz parte do programa “Força pela Vida”, integrando diversos órgãos

Anúncio

Wendel Lima

Wendel Lima oficializa desistência da pré-candidatura à Prefeitura de Guarapari

Parlamentar vai tentar novo mandato como vereador

20240712_121249983_iOS

Com novas peças, ‘Brechó dos Apaexonados’ é reinaugurado pela Apae Guarapari

Espaço é importante fonte de recursos para a instituição

Anúncio