Anúncio

Construção do novo centro de acolhimento foi pauta principal da reunião pública na Câmara de Guarapari

Por Aline Couto

Publicado em 13 de março de 2019 às 16:13
Atualizado em 13 de março de 2019 às 18:03
Anúncio

Direitos da população em situação de rua foi debatido ontem (12) entre representantes do executivo e do legislativo de Guarapari

Da esquerda para direita, vereadora Kamilla Rocha (DEM), Shirley Pereira, secretária do Trabalho, Assistência e Cidadania (Setac), vereador Denizard Zazá (PSDB), Alessandra Albani, secretária da Saúde e o vereador Dito Xaréu (SDD). Foto: Aline Couto.

A reunião pública que aconteceu na Câmara de Vereadores na noite de ontem (12) discutiu o direito das pessoas que vivem em situação de rua e o acesso das mesmas as políticas públicas do município. O vereador Denizart Zazá (PSDB) foi o proponente do encontro que teve o objetivo de buscar soluções para tentar tirar essas pessoas das ruas, encaminhando para centro de acolhimento ou remanejando para terra de origem.

Estiveram presentes na reunião pública, com pouca adesão, as secretárias, Alessandra Albani, da Saúde e Shirley Pereira, do Trabalho, Assistência e Cidadania (Setac), os vereadores, Dito Xaréu (SDD) e Kamilla Rocha (DEM) além de outros representantes do legislativo e executivo.

De acordo com Shirley Pereira, as reuniões públicas são muito importantes para mostrar a população o que a Setac vem fazendo, como está sendo feito e o que determina a política de assistência social para a população de rua. “Hoje as pessoas ainda acreditam em uma política de higienização, de limpar as calçadas, isso não existe mais. Não é ético para o ser humano”.

Poucas pessoas compareceram a reunião pública de ontem na Câmara. Foto: Aline Couto.

Sobre a construção do Centro Pop, a secretária contou que a equipe mínima, tipificada pelo ministério do desenvolvimento social, já está montada. “Nós já temos assistente social, psicólogo, educador social, agente de abordagem, coordenação, educadores sociais e oficineiros. E, em um futuro bem breve, teremos o Centro Pop físico, que foi um convênio estabelecido junto com o Governo do Estado no ano passado com um auxilio de R$ 180 mil para ser executado em um ano, além contra partida da prefeitura, para a construção do centro”, explicou a secretária.

Hoje o Centro Pop funciona em uma casa alugada em Santa Mônica e o antigo centro de acolhimento no bairro Ipiranga não existe mais. “A Casa Dia fechou, hoje estamos em Santa Mônica próximo ao Posto Life com uma instalação provisória do Centro Pop. Há apenas uma casa de acolhimento no município, onde oferecemos café da manhã, higienização pessoal e almoço”, relatou Shirley acrescentando que o próximo passo é incluir o jantar para ser servido na casa.

Quando perguntada sobre o plenário vazio durante reunião, a secretária da Setac respondeu que a população cobra muito do poder público, mas na hora de agir como sociedade civil, de buscar esclarecimentos, falta dar mais as mãos. 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

antonio capa

Guarapari: Família pede doações de sangue para idoso de 81 anos que está na UTI

Renato Antônio Massad Vieira foi internado ontem (22) e, com a escassez de sangue nos bancos, precisa de doadores

chuva

Após forte chuva, Defesa Civil identifica dois pontos de deslizamento de terra em Guarapari

Apesar disso, não há registros de famílias desabrigadas em decorrência da chuva no município

Anúncio
Anúncio
Foto: Reprodução

Sine Anchieta: Mais de 90 vagas abertas com oportunidades na área da Samarco

Há oportunidades para moradores de Guarapari, Anchieta e Piúma

dna (5)

Chuva e vento destroem refeitório de fábrica, em Guarapari

Anúncio
e39d896a-88d6-4014-a632-46f2afd7a5d5

Grupo promove ação de limpeza do Rio Una em Guarapari e convida voluntários

Há 16 anos o “S.O.S Rio Una” coleta lixo sólido das margens do Rio Una, além de promover ações de conscientização

Foto: Reprodução

Covid-19: mais 27 pessoas se curam da doença em Guarapari

Anúncio