Anúncio

CPI do asfalto: primeiro convocado é ouvido na Câmara de Guarapari

Por Aline Couto

Publicado em 2 de outubro de 2019 às 15:22
Atualizado em 2 de outubro de 2019 às 15:31
Anúncio

O ex-secretário Municipal da Fazenda, Tolúnio Romanelli, foi convocado para responder aos questionamentos dos vereadores Dr. Rogério Zanon (PSB), presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI -, Gilmar Pinheiro (PSDB), relator e Oziel de Souza (PSC), membro da CPI

Foto: Aline Couto.

Nesta tarde (02) a CPI do asfalto, Comissão que investiga denúncia sobre desvio de verba pública de quase um milhão pagos a uma construtora no ano de 2012 por suposto serviço de drenagem e pavimentação em bairros do município, ouviu o ex-secretário Municipal da Fazenda, Tolúnio Romanelli responsável pela pasta na época.

De acordo com o presidente da CPI, Dr Rogério Zanon, essa é a primeira oitiva, mas as investigações já estão na sexta reunião e a convocação do ex-secretário se fez necessária porque ele era o coordenador das despesas na época. “O que nos chamou atenção quando chegou à denúncia na Câmara, foi à velocidade meteórica que aconteceu esse pagamento de quase R$ 850 mil reais em um prazo que não chegou às 8h. Eram sete obras distintas de pavimentação e drenagem. Queremos saber como eles conseguiram fazer a medição, fotografar tudo, passar por tantas secretarias e ter o ok com tanta rapidez. Precisamos saber dele se isso é normal em um processo de quase R$ 1 milhão”, explicou.

Segundo o ex-secretário Romanelli, na época que comandava a pasta não houve nenhum problema que tenha destaque e que ele estava presente no plenário para ouvir e responder as perguntas. “A Secretaria de Fazenda só faz a emissão de cheque, independente do tempo. Ela analisa e em menos de meia hora, por exemplo, pode emitir um cheque. Sobre asfalto, é com a Secretaria de obras que o atesta. Se houve alguma rapidez no processo, foi na Secretaria de obras. Estou bem tranquilo”.

A CPI não tem a intenção de incriminar ou acusar alguém, enfatizou Dr Rogério Zanon, mas de ter o conhecimento exato dos fatos. “Estamos fazendo nosso trabalho, que é fiscalizar. Quando vemos um ponto fora da reta temos que buscar esclarecimentos para a população”.

Nas próximas semanas outras convocações serão realizadas para novos esclarecimentos.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

juliate

Cantora de Guarapari é alvo de ataques racistas na internet e família cobra justiça

Familiares formalizaram a denúncia e esperam que o autor do crime seja responsabilizado

Foto: Reprodução

Sesi e Senai ES estão com inscrições abertas para cursos online gratuitos

Os cursos do Senai possuem carga horária de 14h e abrangem as áreas de Automotiva, Construção Civil, Energia, Gestão, Informática, Logística, Meio Ambiente, Metalmecânica, Segurança do Trabalho, entre outras

Anúncio
Anúncio
multiplique2

Pizza Solidária: dinheiro arrecadado vira cestas básicas para famílias carentes de Guarapari

A ação acontece desde março e já gerou doação de quase quatro toneladas de alimentos

camara-2-550x482

Vereadores aprovam isenção de IPTU para ONGs de Guarapari

Anúncio
Captura de tela 2020-09-17 164812

Campanha do Hifa Guarapari arrecada máscaras para pacientes e acompanhantes

“Doe máscaras salve vidas” conta com a solidariedade em meio a pandemia

educação

Alfredo Chaves é um dos municípios capixabas com melhor desempenho no Ideb

A cidade destacou-se por superar a meta projetada para o ano de 2019 e por estar classificado nas primeiras posições no ranking estadual

Anúncio