Anúncio

CPI leva para clínica animais de mulher suspeita de espancar cachorro em Guarapari

Mulher negou agressões registradas em vídeo que circulou nas redes sociais, mas CPI vai seguir investigando o caso

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 12 de abril de 2022 às 17:45

Anúncio

Mulher agredindo espancando cachorro em Guarapari violência vídeo
Equipe realizou resgate na manhã desta terça-feira (12). Fotos: divulgação.

Na manhã desta terça-feira (12), uma equipe especializada realizou uma diligência na residência de uma mulher denunciada nas redes sociais por maus-tratos a cachorros em Guarapari. A equipe enviada ao local contou com a participação da presidência da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Maus-Tratos Contra os Animais da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales), policiais civis da 5ª Delegacia Regional em Guarapari e profissionais do Centro de Zoonoses do município.

Em vídeos que circularam nas redes sociais na última semana, a mulher aparecia agredindo um cachorro de pequeno porte com tapas, enquanto o animal chorava. Na ocasião, a CPI informou que já havia identificado a pessoa que aparece nas imagens, alvo de denúncia.

Na casa da denunciada, localizada em condomínio na Praia do Morro, a CPI encontrou dois cachorros da raça Spitz Alemão. A tutora autorizou a entrada das equipes na residência. Um dos animais estava com alopecia (perda do pelo). A tutora apresentou as carteiras de vacinação em dia mas não comprovou ter feito nenhum tratamento para a doença.

Mulher agredindo espancando cachorro em Guarapari violência vídeo
Um dos animais estava com alopécia, doença que causa a queda dos pelos.

“A aposentada, desmentiu as acusações de espancamento mas a CPI decidiu encaminhar compulsoriamente os animais a uma clínica veterinária para avaliação e tratamento enquanto se desdobram as investigações”, declarou a presidente da CPI, deputada estadual Janete de Sá (PSB).

A parlamentar ressaltou ainda que o caso teve grande repercussão nas redes sociais e a CPI vai continuar apurando a veracidade dos fatos. “É muito importante que a população fique atenta e denuncie casos de maus-tratos para que os agressores não fiquem impunes. O primeiro passo é fazer um boletim de ocorrência na Polícia Civil e encaminhar o documento, além de, se possível, fotos e vídeos para o e-mail da CPI: [email protected]”.

Após os cuidados em clínica veterinária, a mulher em questão retomou a tutoria dos animais, já que não houve flagrante de crime na ocasião. A acusada segue sob investigação da CPI.

O crime de maus-tratos contra cães e gatos, prevê pena de prisão de dois a cinco anos, multa e proibição da guarda do animal, conforme dispõe a Lei 14.064/2020.

*Com informações de Assessoria – Deputada Estadual Janete de Sá.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Manifestação Colorindo Sonhos

Guarapari: mães do Colorindo Sonhos manifestaram pelos direitos dos filhos especiais

As mães se reuniram no Centro da cidade e foram caminhando até a Câmara Municipal

crime-assassinato-empresario_hugo-jose_ramos-2022-05-17-Moment-cover-2

Polícia investiga imagens que mostram morte de empresário em Guarapari

Empresário Hugo José Ramos foi morto a tiros em frente à própria casa

Anúncio

Anúncio

audiencia-cmg-centropop-2022-05-17

Audiência apresenta reclamações de moradores da região norte de Guarapari sobre o Centro Pop

Moradores apontam aumento da insegurança após instalação do Centro de Referência da População de Rua na região

Fogo Boião

Incêndio destrói cerca de 45 mil metros quadrados de vegetação em Guarapari

Anúncio

300d0ed0-d7b4-11ec-9901-75f920446a17--minified

Vídeo: fogo atinge casa em Guarapari e assusta moradores da Praia do Morro

santuario de sao jose de anchieta - foto aerea isabela prefeitura

Prefeitura divulga programação da Festa Nacional de São José de Anchieta

Abertura acontece no dia 28 de maio

Anúncio