Anúncio

Dia da Síndrome de Down: APAE Guarapari comemora com apresentações e conscientização

O dia visa conscientizar e acabar com os tabus pré-estabelecidos pela sociedade em relação às pessoas com Down

Por Aline Couto

Publicado em 22 de março de 2023 às 09:44

Anúncio

Comemorado anualmente, desde 2012, no dia 21 de março, o Dia Internacional da Síndrome de Down visa conscientizar e acabar com os tabus pré-estabelecidos pela sociedade em relação às pessoas com Down. É uma data de conscientização global para celebrar a vida das pessoas com a síndrome e para garantir que elas tenham as mesmas liberdades e oportunidades que todas as pessoas. A data escolhida representa a triplicação (trissomia) do 21º cromossomo que causa a síndrome.

Para celebrar a data, a Associação de Pais e Amigos dos excepcionais de Guarapari – APAE reuniu usuários da instituição na Praça Irineu José Vicente, conhecida como Praça do Bradesco, no Centro da cidade. Foram realizadas apresentações de capoeira, dança e música, além de recreação e conscientização da população.

“A síndrome de Down não é uma doença, mas sim uma condição genética inerente ao ser humano, e pode estar presente em qualquer situação, sem distinção de cor, classe social, gênero. É muito importante lembrar-se de que as pessoas que têm a Síndrome de Down podem levar vidas tranquilas e exercer atividades cotidianas, como ir à escola, trabalhar, relacionar-se com outras pessoas, ter filhos. Mas, para isso, é preciso que haja a quebra do preconceito, o reconhecimento das potencialidades e o incentivo no desenvolvimento pessoal e social”, enfatizou Davyd Mattos, coordenador geral da APAE Guarapari.

O coordenador também explicou que o trabalho da APAE é em prol do reconhecimento e inclusão de todos os Down’s e demais usuários, e está além das paredes que cercam a instituição. “Defendemos a ideia de que através da interação dá-se a inclusão. Através da interação, os usuários são reconhecidos por toda sociedade. Nossa missão é sempre dar visibilidade aos usuários, pois eles merecem todo nosso carinho e reconhecimento. Destacamos que não há barreiras que impeçam nossos usuários de frequentar ou exercer quaisquer atividades”.

Maria do Socorro, presidente da APAE de Guarapari, destacou que a missão da instituição sempre foi acolher tanto as famílias quantos os usuários. “Como mãe militante, luto pela inclusão e interação dos usuários, porém, ressalto a importância de todos, APAE e família, estarem unidos lutando pelo reconhecimento, igualdade, visibilidade e inclusão dos usuários com a sociedade”.

O auto defensor da instituição, Jeferson, disse que é muito feliz em fazer parte da APAE, e luta para que todos tenham os direitos reconhecidos. “Deseja que todos os Síndromes de Down sejam sempre felizes e busquem realizar todos os sonhos”.

“Gosto muito da comida, dos professores e dos colegas.  Sou muito feliz na APAE, é minha segunda casa”, contou a usuária Ana Cecília, que fez questão de dizer que ama estar na APAE e que gostaria muito até de estudar de manhã e à tarde.

APAE Down 3 - Dia da Síndrome de Down: APAE Guarapari comemora com apresentações e conscientização

Síndrome de Down

Em cada célula do indivíduo existe um total de 46 cromossomos, divididos em 23 pares. A Síndrome de Down é gerada pela presença de uma terceira cópia do cromossomo 21 em todas as células do organismo (trissomia). Isso ocorre no momento da concepção de uma criança.

As pessoas com trissomia do cromossomo 21, têm 47 cromossomos nas células em vez de 46, como a maior parte da população.

Obs.: Cromossomos são as estruturas biológicas que contêm as informações genéticas; na espécie humana essa formação está distribuída em 23 pares, totalizando 46.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

CONGO-GUA-2

Escola de Guarapari resgata história e cultura do congo na região

O projeto fez parte das atividades da disciplina eletiva “Vamos dançar o congo: diálogos sobre a cultura local”.

vacina-caes

Projeto implantará microchips de identificação em cães de Anchieta

O projeto prevê a microchipagem de todos os animais de Anchieta

Anúncio

Anúncio

Pastor Raphael

Coluna Palavra de Fé: Sonhos não envelhecem

image (4)

Coluna Dom Antônio: Precisamos nos reunir mais para nos unir por prioridades ao povo de Guarapari

Anúncio

Image-18

Coluna Entenda Direito: Os principais direitos trabalhistas das mulheres

WhatsApp Image 2024-05-14 at 15.16.29

Professora de Anchieta recebe Prêmio Educador Transformador por criação de álbum de figurinhas antirracistas

O projeto foi criado em 2022, na época da Copa do Mundo

Anúncio