Anúncio

EcoPaz comemora 1 ano de apoio a mulheres vítimas de violência em Guarapari

Evento contou com a presença de autoridades e voluntários

Por Pedro Henrique Oliveira

Publicado em 9 de março de 2023 às 16:54

Anúncio

20230308 235619837 iOS - EcoPaz comemora 1 ano de apoio a mulheres vítimas de violência em Guarapari
Fotos: folhaonline.es

O Espaço de Convivência Paz e Bem (EcoPaz) comemorou nesta quarta-feira (08), Dia Internacional da Mulher, o aniversário de 1 ano do projeto. O evento contou com a presença dos responsáveis e voluntários da organização, que tem o objetivo de acolher e dar apoio a mulheres vítimas de violência, através da oferta de apoio emocional com voluntários capacitados, terapias alternativas como massagem e acupuntura, além de atendimento com uma psicóloga.

Também participaram da comemoração a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Márcia Cristina Gonçalves, da titular da Delegacia da Mulher de Guarapari, Francini Moreschi, e o promotor de justiça da 4ª Promotoria Criminal de Guarapari, Gustavo Padilha Rosa.

“Completamos 1 ano de funcionamento com o coração repleto de alegria! Atendemos várias mulheres, algumas em situação muito grave, e temos a grata satisfação de deparar com uma melhora extraordinária da condição psicológica delas”, comemorou a presidente da EcoPaz, Dinalva Dornellas.

No entanto, ela afirma que, apesar do avanço, projetos como esse ainda são necessários na cidade. “Infelizmente os dados são alarmantes, e os números crescentes nos casos de violência doméstica. Acredito que a região necessita sim de espaços como o Ecopaz e também um local para onde estas mulheres e seus filhos fossem abrigados a fim de se afastarem do agressor. Pelo que sei só existe um local assim na capital em todo o estado do ES”, defendeu.

Voluntário desde o início do projeto, Sebastião Machado, disse que participar do espaço é uma forma de auxiliar na melhoria da nossa sociedade. “Trabalhar para a melhoria da comunidade sempre foi um desjo meu, e eu já faço há bastante tempo. Então, surgiu a necessidade da EcoPaz de ter voluntários e eu me prontifiquei para ajudar na melhoria da nossa comunidade”. Para ele, esse trabalho gera ferramentas para ajudar na transformação da sociedade.

Há 11 anos à frente da Delegacia da Mulher de Guarapari, Francini Moreschi destacou a importância do EcoPaz para o apoio às mulheres vítimas de agressão. “A minha palavra é gratidão. De fato, a gente percebe que é um espaço de acolhimento, poque nós temos feedback. Eu já comentei com a Dinalva como as mulheres têm este ambiente como um lugar que elas podem contar, falar sobre os traumas e refazer as suas vidas.”

20230308 235039598 iOS - EcoPaz comemora 1 ano de apoio a mulheres vítimas de violência em Guarapari
Márcia Cristina, Gustavo Padilha e Francini Moreschi.

A delegada ainda falou sobre o crescente número de casos de violência doméstica em fevereiro e março deste ano. “Nós atendemos cerca de cinco a seis mulheres. Hoje foram cinco pedidos de medidas protetivas, ontem foram seis. E nós combatemos diariamente, mas não vemos esses índices diminuindo.” Francini ainda reforçou a importância do trabalho de conscientização que tem sido realizado pela Polícia.

O evento também contou com o depoimento de uma das primeiras mulheres a ser atendida pelo projeto. Emocionada, ela contou sua história e agradeceu o apoio que para reconstruir a vida.

Responsável pela 4ª Promotoria Criminal de Guarapari, Gustavo Padilha falou sobre como a justiça pode auxiliar na orientação das mulheres que precisam de locais como o EcoPaz.

 “Os encaminhamentos podem partir de forma solo, autônoma, quando a mulher pode comparecer diretamente aqui ou pode haver uma demanda vinda direto do Poder Judiciário, quando envolve alguma questão da Vara de Família, e o juiz pode encaminhar para cá. Os órgãos são colaboradores e há uma linha de frente, tanto do Poder Judiciário, quanto da Delegacia de Polícia, que pode encaminhar para cá”, explicou.

Gustavo também ressaltou os índices de violência doméstica em Guarapari, e chamou atenção para subnotificação dos casos. “É um número muito grande, e, infelizmente, ainda muito subnotificado. Porque a situação só toma uma proporção quando a mulher vai a uma unidade de saúde ou em situações de escola, quando vai fazer a matrícula, muitas vezes a mulher desabafa e conta sua história ou em processos da Vara de Família. Muitas vezes as mulheres ficam em silêncio. Se o número é alto, ele ainda não é verdadeiro por ser subnotificado.”

Ligue 180

O Ligue 180 é um serviço de utilidade pública essencial para o enfrentamento à violência contra a mulher. Além de receber denúncias de violações contra as mulheres, a central encaminha o conteúdo dos relatos aos órgãos competentes e monitora o andamento dos processos.

O serviço também tem a atribuição de orientar mulheres em situação de violência, direcionando-as para os serviços especializados da rede de atendimento. No Ligue 180, ainda é possível se informar sobre os direitos da mulher, a legislação vigente sobre o tema e a rede de atendimento e acolhimento de mulheres em situação de vulnerabilidade.

EcoPaz

Local: Rua: Horácio Santana, 434 – 2º andar
Parque Areia Preta
Dias: Segunda-feira à sexta-feira
Horário: das 14h às 18h
Contato: [email protected]

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

WhatsApp-Image-2024-05-28-at-15.26.23-3

Bombeiros de Guarapari comemoram feito histórico em desafio de salvamento veicular

Equipe de militares recebeu homenagem no Batalhão

Copia-de-Foto-Taynara-Barreto-Funarte-10

Projeto ‘A cidade se faz no caminho’ vai selecionar fotos de ruas capixabas para mostra no sul do Estado

Ideia é que fotógrafos de todo o Estado enviem olhares sobre suas cidades do coração para a exposição

Anúncio

Anúncio

passos-de-achieta-guarapari

Programação especial receberá andarilhos da Caminhada Passos de Anchieta em Guarapari

Setiba e Centro receberão atrações culturais nesta sexta (31) e sábado (01)

WhatsApp-Image-2024-05-27-at-13.27.15

Após 20 anos, Rolmar Botecchia se despede da presidência da Clac com legado que transformou Alfredo Chaves

Em entrevista, Rolmar avalia gestão de duas décadas à frente da cooperativa

Anúncio

pm-es

Polícia Militar realiza Operação Corpus Christi em todo o Espírito Santo

Corporação vai reforçar policiamento, principalmente, em áreas turísticas

manguezal-muquiçaba

Mutirão de limpeza do manguezal de Guarapari acontece nesta quinta (30)

Ação vai contar com apoio de embarcações

Anúncio