Anúncio

Eleição para governador indefinida no Espírito Santo

Por Livia Rangel

Publicado em 31 de julho de 2014 às 00:00
Atualizado em 27 de janeiro de 2015 às 10:30

Anúncio

Uma pesquisa divulgada nesta quinta (31) pela Brand/Século Diário aponta vantagem de 11% de Paulo Hartung (PMDB) sobre Renato Casagrande (PSB) na corrida ao governo do Estado. Na menção estimulada, o candidato do PMDB tem 41,6% das intenções de votos contra 29,7% do socialista. Roberto Carlos (PT) aparece com 2,5%; Camila Valadão (PSOL) com 2,1% e Mauro Ribeiro (PCB) com 0,5%. O índice de indecisos é de 16,1%. A pesquisa ouviu 1.059 eleitores entre os dias 23 e 25 de julho nas cinco regiões do Estado.

Considerando que a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, Hartung pode ter no mínimo 38,6% e no máximo 44,6%. Já Casagrande pode variar de 26,7% a 32,7%. O cenário, apesar de favorável ao peemedebista, indica que a disputa está indefinida a 65 dias das eleições.

Na espontânea, essa indefinição fica ainda mais evidente. Paulo Hartung aparece com 24,2% das intenções de votos e Renato Casagrande com 20%. Os dois estão tecnicamente empatados dentro da margem de erro, que é de três pontos.

Para o cientista político e articulista do jornal Século Diário, Antônio Carlos de Medeiros, a disputa está aberta. “Considerando que é na menção espontânea que se manifestam os votos consolidados, há um empate técnico que aponta para um quadro de indefinição, já que a pesquisa registra 46,1% de eleitores indecisos. A rigor, tudo pode acontecer”, adverte Medeiros.

Rejeição. Para o cientista político, o baixo índice de rejeição é outro fator que favorece o quadro de indefinição. Isso fica evidente também na menção estimulada. “A pesquisa registra 16,1% de indecisos e 7,3% de brancos e nulos. Esses dados indicam um quadro de indefinição e de possibilidade de oscilações. Ainda mais porque os índices de rejeição estimulada são muito baixos”. De acordo com a pesquisa, 49,8% dos entrevistados dizem que não rejeitam ninguém. O que sugere também, segundo Medeiros, a existência de margens para migração e oscilação de votos.

 Aprovação. Para o cientista Antônio Carlos Madeiros, a boa aprovação de Casagrande se soma a outros fatores que corroboram para a indefinição do pleito. A pesquisa aponta que o governo Casagrande tem 54,4% de aprovação e 31,7% de desaprovação.

“Essa aprovação positiva sugere que o governador tem potencial para ampliar as intenções de votos. Esta percepção do potencial para crescer é fortalecida quando se verifica que 49,7% dos eleitores afirmam que a situação do Espírito Santo melhorou (pouco ou muito), comparando o momento atual com cinco anos atrás. Ao mesmo tempo, 32,7% afirmam que a situação ficou igual. O que indica uma percepção positiva que pode transformar-se em intenção de voto”, analisa Medeiros.

Segundo turno. Em um eventual segundo turno, hoje o candidato do PMDB teria 47,6% e o do PSB 34,4%. Com 9,1% de indecisos e 7,2% de brancos e nulos, sugerindo possibilidade de oscilações.

Medeiros chama a atenção para um potencial crescimento do candidato do PT, Roberto Carlos. Ele acredita que o petista tem teto para crescer. Nas simulações de segundo turno, Roberto Carlos aparece com 10,8% das intenções de votos num eventual embate com Casagrande, e com 8,7% num cenário com Hartung. “Roberto Carlos teria hoje 1,3% na menção espontânea e 2,5% na menção estimulada. Com baixa rejeição (7,7%), ele tem espaço para crescer pelo menos na faixa do eleitorado histórico do PT, o que poderia provocar o segundo turno entre Hartung e Casagrande.

Metodologia. A pesquisa Brand/Século Diário foi aplicada por metodologia quantitativa, do tipo survey, com amostra representativa dos eleitores do Estado do Espírito Santo com idade igual ou superior a 16 anos. Foram entrevistados 1.049 eleitores em 56 pontos de afluência distribuídos por 10 municípios em cinco microrregiões administrativas. A coleta de dados ocorreu entre os dias 23 e 25 de julho. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos, em um intervalo de confiança de 95%. A estatística Lucia Helena Sagrillo (registro 8451, CONRE-2) responde pela amostra. A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral sob os números BR-00251/2014 e ES-00015/2014.

Fonte: Século Diário

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

montagem terreno Ipiranga2

Guarapari: dona de imóvel no Ipiranga reclama da falta de ordenamento público no bairro

De acordo com o relato, no local há um terreno abandonado acumulando lixo, um ônibus estacionado na rua com uma família morando e calçada sendo usada como varal de roupa

frio-inverno

Inverno começa com alerta de queda de até 5°C nas temperaturas em Guarapari

O alerta emitido pelo Inmet aponta frio intenso em 35 cidades do Estado

Anúncio

Anúncio

vacina_covid_19

Pessoas acima de 40 anos já podem agendar a imunização contra Covid-19 em Guarapari

A vacinação acontecerá na quarta (23), no Complexo Esportivo, em Muquiçaba.

volta às aulas pmg

Aulas presenciais são liberadas para todos os níveis a partir desta segunda (21) no ES

Novo mapa de risco passa a vigorar com 58 cidades em classificação moderada

Anúncio

pfizer

Guarapari abre hoje (21) novo agendamento para vacinar profissionais da educação contra Covid-19

eduardo-junho-vermelho-doacao-de-sangue

Junho Vermelho: em Guarapari ações e campanhas incentivam doação de sangue

Trabalho visa contribuir com difícil tarefa do Hemoes*

Anúncio