Anúncio

Eleitores de Guarapari enfrentam filas durante a manhã deste domingo (02)

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 2 de outubro de 2022 às 14:52

Anúncio

Eleitores de Guarapari enfrentam filas durante a manhã deste domingo (02)
Fotos: folhaonline

Eleitores de Guarapari enfrentaram filas e bastante movimentação durante a manhã deste domingo (02) em algumas das principais zonas eleitorais da cidade. Em algumas escolas, eleitores chegaram a esperar mais de uma hora na fila. A situação, entretanto, foi de tranquilidade nas demais zonas.

Às 09h, a escola municipal Professora Maria Marta Dalla, no bairro São Gabriel, estava com movimentação razoável, sem muita demora na fila de votação. Franciscarlos Mendes da Silva, administrador do prédio, contou que nenhuma ilegalidade havia ocorrido. “Por enquanto tudo está dentro da normalidade, a movimentação está tranquila e há uma quantidade razoável de idosos e jovens, a maioria na faixa dos 40 anos. Alguns idosos nós colocamos na frente”, disse.

O sargento José Carlos Oliveira do Couto, ou sargento Couto, confirmou o clima de tranquilidade. “Já trabalhei em outras eleições e nesta, por enquanto, não vi nada fora do comum, apesar de ser uma eleição com bastante rivalidade”.

Na escola Zenóbia Leão, em Olaria, uma grande movimentação de eleitores ocorreu entre o fim da manhã e início da tarde. Já no Angélica Paixão, em Itapebussu, a urna da seção 159 apresentou problemas, mas foi substituída sem gerar tumulto. No local, Sandro Barbosa, do Ministério Público Eleitoral, foi chamado para investigar uma denúncia. “Ocorreu uma denúncia de que um fiscal de partido estaria usando adesivo de um candidato, o que é proibido, mas nada foi confirmado”, contou.

Outras zonas também apresentaram bastante movimentação e confusão para votar. Confira algumas que apresentaram tumulto, entre 9h e 12h:

  • Darcy Ribeiro, em São José;
  • Benedita Martins, em Ipiranga;
  • Normal, no Centro;
  • Zuleima Fortes Faria, em Itapebussu;
  • Ignez Massad Cola, em Itapebussu;
  • Ana Rocha Lira, em Muquiçaba;
  • Maxime Centro Educacional, em Muquiçaba;
  • Zilnete Pereira Guimarães, na Praia do Morro;
  • Presidente Costa e Silva, na Praia do Morro.

Um outro problema nesta eleição foi o grande “derrame de santinhos”, atividade irregular por ser considerada boca de urna e poluir o meio ambiente. Sandro Barbosa comentou sobre a prática. “Se avistado, a Procuradoria Eleitoral poderá ser informada, a fim de começar uma investigação”. É possível entrar em contato com a Procuradoria Eleitoral através do número (27) 3211-6400.

*Texto: Lucas Belém Rosa

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

escola perocão (1)

Pais manifestam sobre condições de escola para o ano letivo em Guarapari

Rapaz desapareceido1

Família procura por rapaz desaparecido em Guarapari

Anúncio

Anúncio

Fiscalizacao_20230203_Noticias3-847x476-1

Crea-ES alerta para risco de quedas e acidentes na Praia da Areia Preta, em Guarapari

vacina-06fev-sesa

Retorno às aulas é momento de colocar as vacinas em dia

Anúncio

Pablo Lira

Pesquisador de Guarapari é o novo presidente do Instituto Jones dos Santos Neves

Transito-Fernando-Ferrari-Foto-Victor-Amaral-12-2

Multas leves e médias podem ser convertidas em advertência por escrito no Espírito Santo

Anúncio