Anúncio

Entidades religiosas se unem em prol da solidariedade

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 30 de janeiro de 2018 às 14:49
Atualizado em 30 de janeiro de 2018 às 15:02
Anúncio

por Aline Couto

Com o intuito de ajudar ao próximo, algumas instituições religiosas de Guarapari se reuniram para abrandar, um mínimo que seja, a situação de vida alarmante dos moradores de rua, que vivem a margem da sociedade. No último sábado (27), aconteceu o 2º dia do Projeto Banho da Vida, realizado na Praça dos Golfinhos em Muquiçaba, atendendo a 44 moradores.

O projeto, uma iniciativa da Agência  Missionária Ação Resgate (AMAR), de Rio das Ostras, Rio de Janeiro, oferece banho, roupas limpas, corte de cabelo, barba, maquiagem, aferição da pressão arterial e da glicemia, curativos, água e lanche para esses moradores. A ação também contou com o apoio de aproximadamente 30 voluntários, como Projeto Ação e Resgate, que faz parte da AMAR e atua em Guarapari, Secretaria de Trabalho, Assistência e Cidadania (Setac), Igreja Batista de Meaípe, Grupo Espírita Allan Kardec (GEAK),  1ª e 2ª Igrejas Batistas de Guarapari, Casa Abba Pai, Igreja Metodista Wesleyana e Igrejas Católicas.

Dia de solidariedade e atendimentos. Foto: Hamilton Garcia.

O coordenador do Projeto Ação Resgate, Marcus Elly Vailante, afirmou que a essência dessa ação não é só oferecer um banho de  dignidade as pessoas em situação de rua, mas é mostrar para elas que também são amadas. “A gente consegue compartilhar o amor de Cristo e a partir desse amor eles percebem que têm pessoas que de alguma forma se importam”.

O pastor da Igreja Batista de Meaípe, Samuel da Silva, 50, veio do Rio de Janeiro e pastoreia a Igreja há 10 anos. “Trabalho desde 2014 ajudando os moradores de rua, fazendo doações de alimentos, roupas, colchões e principalmente da palavra de Deus com a oração. O que queremos é que aquela pessoa volte à sociedade e a ter dignidade”.

Há interesse mútuo entre as entidades religiosas e com isso a valorização do trabalho direcionado somente ao amor de Cristo. “São várias religiões com o mesmo propósito, que as pessoas em situação de rua reconheçam o amor em cristo, que esse amor pode salvar seus dias e transformar suas vidas”, explica o Pastor.

“Eu trabalhava com marketing de rede e multimídia e era casado. Minha mulher arrumou outro e fui para rua. Faço malabarismo nos sinais e com o dinheiro que ganho não dá pra pagar hotel ou alugar uma casa. Durmo em qualquer lugar e vivo de cidade em cidade para sobreviver”, relata o morador de rua, Lucas de Oliveira Loureiro, 24, há 4 meses em Guarapari.

O representante do GEAK, Hélio Garcia, conta que essa ação abre caminho para um futuro mais justo e fraterno para a sociedade. “Eu pude prestigiar e vivenciar a prática desta proposta muito bacana, o Banho da Vida, dos nossos irmãos em fé Cristã. A forma como fomos recebidos, como nos acolheram é o exemplo que Cristo nos deu, a fraternidade entre os homens”. A comunidade Espírita vai promover um banho, uma vez por semana, para a assistência aos necessitados que vivem na ruas da cidade. O Projeto Banho Solidário foi apresentado pelo Movimento Paz Espírito Santo, uma Ong de Vitória, no ano passado.

A 3ª edição do Projeto Banho da Vida, em Guarapari, será no mês de março ainda sem dia definido.

Serviço:

Doações na 1ª Igreja Batista de Guarapari: roupas masculinas, femininas e alimentos. Pastor Samuel da Silva: 99697 8174

Doações na Igreja Batista de Meaípe: Marcus Elly : 997683013 ou Adriana : 998170458.

Doações Casa Dia : Setac em Muquiçaba ou no Ipiranga na Churrascaria do Gaúcho: toalhas e roupas masculinas tamanho P(40) – adulto. 3362-1220 ou 99622-4543.

 

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Prefeitura proíbe caminhada na orla das praias de Guarapari aos fins de semana

A medida restritiva será válida, excepcionalmente, nos dias 06, 07, 13 e 14 de junho; Confira outras determinações divulgadas nesta quarta-feira (03)

Da esquerda para a direita: Tenente Coronel Caus, da Polícia Militar; Prefeito de Guarapari, Edson Magalhães; Tenente Coronel Bruno, do Corpo de Bombeiros. Fotos: Folhaonline.es

Apenas comércios essenciais poderão funcionar nos fins de semana em Guarapari

A medida, que tem por objetivo reduzir a taxa de circulação no município, valerá a partir deste sábado (06); Comerciantes que desobedecerem as restrições poderão ter alvará de funcionamento cassado

Anúncio
Anúncio
comercio1-550x309

Guarapari terá nove dias de isolamento total a partir das 19h

A partir do dia 06 até o dia 14 de junho não será permitido permanecer nas ruas após as 19h e os comércios não essenciais devem permanecer fechados nos finais de semana

covid-19-drive-thru-teste-coronavirus-teste-rapidos-titri-foto-Flávio-Tin-_MG_8593-15042020-scaled

Estudo aponta mais de 200 mil capixabas infectados; Guarapari participará da próxima etapa

A partir do levantamento, o ES poderá reconhecer com mais precisão o padrão de comportamento da Covid-19 em solo capixaba

Anúncio
fiscais

Ação da fiscalização da prefeitura de Guarapari provoca reação do setor turístico

Foto: Divulgação

Guarapari: Obras de extensão da Avenida Paris estão em fase final