Anúncio

ES: tema do “Novembro Azul” deste ano é ‘Homem, saúde é vida! Cuide-se de novembro a novembro’

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 2 de novembro de 2022 às 09:00

Anúncio

ES: tema do “Novembro Azul” deste ano é ‘Homem, saúde é vida! Cuide-se de novembro a novembro’
Arte: reprodução.

A Secretaria da Saúde (Sesa), por meio da Gerência de Políticas e Organização de Redes de Atenção à Saúde (Geporas), vai promover durante todo o mês de novembro diversas ações de conscientização para a importância do autocuidado e a saúde do homem. Trata-se do “Novembro Azul”, que este ano tem como tema “Homem, saúde é vida! Cuide-se de novembro a novembro”.

“Em geral, nota-se que a maioria da população masculina tem certo receio ou resistência em procurar atendimento médico. Eles não se atêm aos sinais que o próprio corpo emite no decorrer dos anos, o que os deixam mais vulneráveis a qualquer doença que necessite de prevenção, a fim de minimizar os efeitos colaterais do próprio tratamento. Isso devido à falta do autocuidado e por não buscarem um serviço de saúde rotineiramente como fazem as mulheres”, salientou a referência técnica Estadual da Saúde do Homem, Lucimar Ventorin Hamsi.

A técnica da Secretaria da Saúde ressaltou a importância que a promoção, prevenção e o diagnóstico precoce das doenças têm com grandes aliados para a saúde do homem. “A melhor maneira de prevenir as doenças está na decisão individual em se cuidar. A prática de atividades físicas rotineiramente, uma simples caminhada de 40 minutos diariamente, alimentação adequada livre de gorduras e açucares e uma boa noite de sono podem mudar para melhor a vida de qualquer pessoa”, disse Lucimar Hamsi.

Durante todo o ano, a Sesa realiza ações voltadas para a promoção da saúde e prevenção de agravos, sendo foco principal da Atenção Primária promover a conscientização de qualidade de vida, assim como difundir informações sobre cuidados à saúde do homem para a diminuição de possíveis complicações e uma vida melhor.

A Atenção Primária da Secretaria da Saúde prima também pelo incentivo aos municípios na implantação de políticas voltadas para toda a família, principalmente no fortalecimento de ações nas Unidades Básicas de Saúde em relação aos cuidados dos homens com idade acima de 29 anos.

Dados de câncer de próstata

No Espírito Santo, de janeiro a outubro de 2022, foram diagnosticados 465 casos de neoplasia maligna de próstata; realizadas 1.451 biópsias de próstata; 3.752 ultrassonografias de próstata (via abdominal) e 1.503 ultrassonografias de próstata (via transretal). Já durante todo o ano de 2021, foram diagnosticados 859 casos de câncer de próstata. 

Foram realizadas 1.164 biópsias de próstata, 4.855 ultrassonografias de próstata (via abdominal) e 1.159 ultrassonografias de próstata (via transretal). Em relação ao número de óbitos por câncer de próstata, foram registrados no Estado, de janeiro até o dia 05 de outubro de 2022, 219 óbitos em relação à doença, e durante todo o ano de 2021, foram 335 casos registrados.

Sintomas:

No início, o câncer de próstata não apresenta sintomas. Porém, quando alguns sinais começam a aparecer, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura e aumentando o risco de morte do homem.

Os sintomas mais comuns que indicam a doença são: 

– Vontade de urinar frequente, com dor ou ardor;

– Fluxo urinário fraco ou interrompido;

– Presença de sangue na urina e/ou no sêmen;

– Impotência.

Fatores de risco:

– Histórico familiar de câncer de próstata: pai, irmão e tio;

– Estilo de vida (alimentação, vícios);

– Sedentarismo;

– Obesidade.

Onde buscar tratamento:

Assim como nos demais procedimentos de saúde, todo o processo de consulta, exames e tratamento do câncer de próstata tem início na Atenção Primária à Saúde (APS) e, nesse caso, a população deve procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da região onde reside.  

O Espírito Santo conta com um estabelecimento de saúde habilitado, como o Centro de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon) e seis estabelecimentos de saúde habilitados, como a Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) para o tratamento do câncer de próstata:

Hospital Santa Rita de Cássia (HSRC-AFECC) – instituição filantrópica conveniada ao Sistema Único de Saúde (SUS), classificada como Cacon;

Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim (HECI) – instituição filantrópica conveniada ao SUS, classificada como Unacon;

Hospital Universitário Cassiano Antônio de Moraes (Hucam) – instituição pública federal vinculada à Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), classificada como Unacon;

Hospital Santa Casa de Misericórdia de Vitória (HSCMV) – instituição filantrópica, conveniada ao SUS, classificada como Unacon, vinculada a instituição de ensino (Emescam);

Hospital Evangélico de Vila Velha (HEVV) – instituição filantrópica conveniada ao SUS, classificada como Unacon, vinculada à instituição de ensino Univix;

Hospital Maternidade São José (HMSJ) – instituição filantrópica vinculada ao SUS, classificada como Unacon;

Hospital Rio Doce – instituição filantrópica vinculada ao SUS, classificada como Unacon.

*Com informações: Governo do ES.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Transito-Fernando-Ferrari-Foto-Victor-Amaral-12-2

Multas leves e médias podem ser convertidas em advertência por escrito no Espírito Santo

lazaro-antunes-2

Emprego em Anchieta cresce mais que na Grande Vitória

Anúncio

Anúncio

coluna-antonio-05fev

Coluna Dom Antônio: Palestra sobre turismo de luxo movimento o setor que está aquecido em Guarapari

coral-allegro

Companhia musical de Guarapari inicia audições para espetáculos

Anúncio

Doação-de-sangue-foto-estudio-matri

Hemoes registra baixa no estoque de sangue

meia das praias 22 (4)2

Meia Maratona das Praias: 6ª edição acontece neste sábado (04) e domingo (05) em Guarapari

Anúncio