Anúncio

ES terá dia D de vacinação contra o sarampo; cobertura está abaixo da meta

Até o fim da primeira quinzena de abril foram registrados cinco casos suspeitos da doença. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, nenhum foi confirmado

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 25 de abril de 2022 às 12:00

Anúncio

Vacinacao sarampo - ES terá dia D de vacinação contra o sarampo; cobertura está abaixo da meta
Foto: divulgação.

O Espírito Santo registrou em 2022, nos três primeiros meses e meio do ano, (até a semana epidemiológica 14), cinco casos suspeitos de sarampo e nenhum confirmado. Em 2021, foram 41 casos suspeitos e 48 em 2020. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, todos descartados para a doença. 

Desde 2019, quando foram confirmados quatro casos importados de sarampo, que não há novos registros da doença em solo capixaba. Na ocasião, 304 foram notificados como suspeitos.

No último dia 4 começou em todo o país uma campanha de vacinação contra o sarampo. No Espírito Santo, ela foi antecipada como estratégia para otimizar a vacinação do público-prioritário desde a última semana de março.

Nesta primeira etapa, que acontece até o próximo dia 2 de maio, serão contemplados os trabalhadores da saúde. A partir do dia 3, começa a segunda etapa quando p imunizante estará disponível para crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade. 

Dados do Ministério da Saúde apontam que 365 mil capixabas, aproximadamente, estão aptos a receberem a vacina. A vacinação contra o sarampo vai ocorrer até o dia 03 de junho, sendo o dia D de mobilização social no dia 30 de abril.

Sarampo é uma doença infecciosa, contagiosa e pode até matar

De acordo com a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis, Danielle Grillo, o sarampo é uma doença infecciosa, aguda, transmissível e extremamente contagiosa. Ela pode, inclusive, evoluir com complicações e óbito em crianças menores de um ano de idade.

“Desde 2019, o Brasil voltou a ser um País endêmico para esta doença, com registros de surtos, o que fez com que perdêssemos o certificado de País livre do sarampo, em virtude das baixas coberturas vacinais. É importante que a população, em especial os pais de crianças de seis meses a menores de cinco anos, levem seus filhos à unidade de saúde mais próxima para receber também esta dose. A vacina contra o sarampo é uma estratégia já incorporada desde a década de noventa. É segura e auxilia a controlar surtos de sarampo, reduzir internações, complicações e óbitos”, informou.

Cobertura no ES está abaixo da meta 

Dados do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI) apontam que a cobertura vacinal da Tríplice Viral em 2021 foi de 72,62%. A meta de cobertura ideal estipulada pelo Ministério da Saúde é de 95%.

“Estamos há dois anos sem registrar casos confirmados por sarampo no Estado, desde 2019, quando tivemos quatro casos importados, ou seja, pessoas que adquiriram a doença em viagem a estados com surto. Por isso, a vacinação é tão importante. É uma forma de cuidado com as crianças e com a nossa saúde para que, desta forma, também possamos voltar a ser um País livre do sarampo”, destacou a coordenadora.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

WhatsApp-Image-2024-05-21-at-16.23.48

Supermercado Perim divulga detalhes da primeira loja em Guarapari

Empreendimento ocupa 2 mil metros quadrados

processo_seletivo-2021-04-01

Com vagas em Guarapari, empresa abre processo seletivo para contratação de assistente administrativo

Oportunidades são para prestação de serviços terceirizados no Estado do Espírito Santo

Anúncio

Anúncio

HQF_3440

Governo do ES envia militares para auxiliar na proteção de abrigos no Rio Grande do Sul

Os militares da devem chegar ao Sul e se apresentarem para iniciar os trabalhos na quarta-feira (22)

abuso-infantil

Prefeitura de Guarapari realiza 3º Encontro para Prevenção do Abuso e Exploração Sexual Infantil

Objetivo é conscientizar a população sobre a proteção das crianças e adolescentes

Anúncio

caminhada_luminosa_ubu-1

Tradicional Romaria Luminosa dá início à Festa Nacional de Anchieta; veja como participar

Fiéis caminharão de Ubu até o Santuário Nacional

arte-com-viver-08

Crescer Arte Viver: projeto oferece oficinas gratuitas para todas as idades em ONG de Guarapari

As inscrições podem ser realizadas diretamente na secretaria da ONG Crescer com Viver

Anúncio