Anúncio

Escolas estaduais poderão ter as férias comprometidas pela greve da PM

Por Glenda Machado

Publicado em 17 de abril de 2017 às 10:46
Atualizado em 17 de abril de 2017 às 10:46
Anúncio

Além da economia, a greve da PM prejudicou vários setores. Segurança pública e até mesmo a educação. No dia 6 de abril uma publicação no diário oficial dizia que as jornadas de planejamento pedagógico, conselhos de classe trimestral e recuperações, e até mesmo as tão aguardadas férias escolares, serão utilizadas para reposição das aulas perdidas.

escola normal

Escolas Estaduais não terão prejuízo nos dias letivos, mas podem perder as férias. Foto: Arquivo

Essa alteração será aplicada de modo exclusivo às unidades escolares da rede pública estadual que tiveram suas atividades regulares de sala de aula comprometidas no período de 6 a 10 de fevereiro. A publicação ainda diz que para o cumprimento rigoroso da legislação sobre os 200 dias letivos, as unidades escolares do estado que tiveram suas atividades além desse período poderão como reposição de aula, lançar mão dos dias de Recesso Escolar previsto no calendário de 2017.

A assessoria de comunicação da Secretaria Estadual de Educação disse que apenas as escolas da Grande Vitória foram mais comprometidas e que as datas previstas serão suficientes para repor as aulas perdidas. “Os conselhos de classe e planejamento serão transferidos para o sábado e os professores poderão realizar isso sem comprometer as datas do calendário escolar”, disse.

Anúncio
Anúncio

Veja também

Capa

Atleta de Guarapari é contratado por time europeu

O goleiro Thiago Correia aguarda o fim da pandemia para viajar para a Polônia

Foto: Reprodução

Prefeitura de Guarapari anuncia Orçamento Participativo Municipal

O objetivo da medida é fazer com que a população exerça seu papel de cidadão, influenciando o destino de recursos públicos

Anúncio
Anúncio
Foto: Antônio Ribeiro

Qual praça de Guarapari o povo gostaria que fosse reformada?

Foto: Reprodução

Coronavírus: Guarapari registra mais três mortes e ultrapassa os 1.300 casos

A cidade totaliza 1.312 casos confirmados e 64 óbitos pela Covid-19

Anúncio
Imagem Ilustrativa | Foto: Reprodução

Artigo: Em tempos de pandemia, é possível reduzir a pensão alimentícia?

Renato Casagrande. Foto: Divulgação / Rodrigo Araujo

Governo do ES divulga atualização do Mapa de Gestão de Risco da Covid-19

O novo mapa, que terá vigência a partir de segunda-feira (13), classifica 41 municípios capixabas com risco “Alto” e 37 com risco “Moderado”

Anúncio