Anúncio

Espírito Santo é o 5° estado mais competitivo do país

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 2 de outubro de 2021 às 13:15
Atualizado em 4 de outubro de 2021 às 09:15

Anúncio

Foto: divulgação/Governo do Estado.

O Espírito Santo manteve a classificação de 5° Estado mais competitivo do País, de acordo com o Ranking de Competitividade dos Estados, elaborado anualmente pelo Centro de Liderança Pública (CLP). O ranking, divulgado nesta quinta-feira (30), avalia as 27 unidades da Federação em dez pilares. O Espírito Santo foi destaque nos indicadores de Eficiência da Máquina Pública (1°), Infraestrutura (4°) e subiu quatro posições no pilar de Inovação, atingindo o 9° lugar no ranking, além de manter o 1° lugar em Solidez Fiscal.

“Somos um estado com uma população pequena em relação aos nossos vizinhos, não sendo também um grande centro consumidor. Por isso, precisamos ser competitivos. Para manter a posição que obtivemos no ano passado, estamos realizando investimentos recordes em nosso Estado. Precisamos ser um estado inovador, com logística eficiente e educação de referência. O Espírito Santo é Nota A do Tesouro Nacional desde 2012, além de ter o melhor Ensino Médio e a melhor gestão fiscal do Brasil. Tudo isso aliado a um bom ambiente institucional e que traz segurança aos investidores”, pontuou o governador Renato Casagrande ao falar sobre os resultados.

Casagrande lembrou ainda que o Espírito Santo é o Estado mais transparente do País na administração pública e que, entre os outros indicadores, tem a segunda maior esperança de vida entre todas as Unidades da Federação, acima da média nacional (79,1 anos ante 76,6 da média do Brasil). “Somos também o único estado que reserva parte dos recursos do petróleo para o futuro, com o Fundo Soberano. O Espírito Santo pode ser pequeno, mas é valente”, destacou.

Para o secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann, o ranking mostra as potencialidades do Espírito Santo para investidores, empresários e cidadãos. “O Espírito Santo é o Estado mais organizado do País e o Ranking de Competitividade confirma essa informação. Estamos subindo em algumas posições ao longo de cada edição e mostrando que o nosso governador Renato Casagrande tem tomado decisões assertivas no percurso da gestão. Por isso, estamos colhendo resultados tão positivos, mantendo as contas públicas em dia, a Nota A no Tesouro Nacional, a melhor nota na avaliação do Ensino Médio e os investimentos feitos no Fundo Soberano e no Fundo Exclusivo de Investimento em Participações (FIP), voltado para empresas inovadoras”, afirmou.

Hoffmann também destacou o bom ambiente institucional que tem reflexo na economia capixaba com a atração de novos negócios. “Nosso propósito é avançarmos ainda mais. No que compete à inovação, ocorreu um avanço significativo de quatro posições, com destaque para o indicador de ‘Bolsa de Mestrado e Doutorado’, com o crescimento de quinze posições neste ano. No Estado, temos investido e estimulado a inovação de forma constante, por meio de projetos inovadores, informatização de processos e serviços públicos, bem como apoio à academia, escolas, universidades, pesquisadores e alunos”, frisou o secretário.

Para o secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, o ranking ressalta que o Governo do Espírito Santo segue na direção certa. Com ações planejadas e contas organizadas, o Espírito Santo registra o maior volume de investimentos da história e realiza programas e projetos que são fruto de políticas públicas baseadas em dados e evidências, em benefício de todos os capixabas.

“Mesmo atravessando a maior crise sanitária dos últimos 100 anos, nos destacamos nacionalmente, ocupando a quinta posição entre os Estados do País. No Sudeste, estamos na 2ª posição, só perdendo para São Paulo, que lidera o ranking nacional. Um resultado que revela a qualidade e a eficiência do nosso Governo, que, com suas entregas, tem melhorado a qualidade de vida dos capixabas e vem fazendo o Espírito Santo avançar cada vez mais, sob a liderança do governador Renato Casagrande”, pontuou Duboc.

Evolução da competitividade do Espírito Santo:

2016: 6º
2017: 8º
2018: 8º
2019: 6º
2020: 5º
2021: 5°

Posição do Espírito Santo nos dez pilares:

Solidez Fiscal: (1°)

Eficiência da Máquina Pública: (1°)

Infraestrutura: (4°)

Sustentabilidade Ambiental: (7°)

Educação: (8°)

Sustentabilidade Social: (8°)

Inovação: (9°)

Segurança Pública: (14°)

Capital Humano: (18°

Potencial de Mercado: (27°)

*Com informações de Governo do Estado do Espírito Santo.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

idosos vacina

Ação sem agendamento vai aplicar terceira dose de vacina da Covid em idosos de Guarapari

Ação acontecerá em formato drive-thru

chuva_2_2_0

Previsão de chuva e ventos intensos até amanhã (20) em Guarapari

Segundo o alerta, há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas

Anúncio

Anúncio

Edital-Citação_UBU-01

Edital de Citação

vacina pfizer crianças

Aplicação da D1 e D2 contra a Covid-19 no ES pode ser realizada com vacinas diferentes

A autorização para a mudança na aplicação foi divulgada ontem (18) pelo secretário Nésio Fernandes

Anúncio

guarita

Após reunião sobre guarita desativada, vereador de Guarapari solicita encontro com secretários

Os moradores do Centro pedem a volta do funcionamento da guarita, vídeo monitoramento, guarda municipal e posto de apoio aos turistas

vacina-astrazeneca-868x644

Prefeitura de Guarapari abre agendamento para segunda dose de vacina da AstraZeneca

Anúncio