Anúncio

Família Tea: pais de crianças autistas de Guarapari se unem em prol da causa

Entre os objetivos do coletivo, está o acolhimento familiar pós diagnósticos e a divulgação da informação correta sobre o autismo

Por Aline Couto

Publicado em 10 de março de 2023 às 10:19

Anúncio

Familia Tea 4 - Família Tea: pais de crianças autistas de Guarapari se unem em prol da causa
Fotos: divulgação.

Criado há um ano por um pequeno grupo de mães com filhos autistas de Guarapari, o Família Tea atualmente possui 386 famílias cadastradas com núcleos nos municípios de Piúma, Anchieta, Guarapari e Vitória.

“O coletivo foi criado um ano atrás, por um grupo pequeno de mães cujo filhos autistas são pacientes do mesmo neuropediatra, Dr. Thiago Gusmão, referência nacional em autismo e padrinho da nossa associação, para discutirmos sobre o prognostico de nossos filhos e as equipes multidisciplinares, questões escolares, medicação, cursos de especialização, entre outros assuntos”, contou a fundadora do Família Tea, Emanuele Vassoler, presidente do grupo que comanda junto a vice-presidente, Elaine Goltara.

Objetivos

Familia Tea 5 - Família Tea: pais de crianças autistas de Guarapari se unem em prol da causa

Entre os objetivos do coletivo, está o acolhimento familiar pós diagnósticos.

“A família após receber o diagnóstico de autismo fica muito perdida, mesmo com um bom direcionamento médico, o que é difícil, a família enfrenta um período muito complicado. O diagnóstico de autismo é sério, e dependendo do nível de suporte da criança é uma situação muito delicada de ser aceita e enfrentada a princípio. Tentamos tornar esse período o mais leve possível. É o que falamos sempre, quando esperamos um filho, planejamos o quarto, imaginamos a cor do cabelo, dos olhos, se vai parecer com o pai ou a mãe, mas ninguém se prepara para ter um filho com alguma deficiência, e o autismo é uma deficiência, pois envolve perdas que influenciam ao decorrer da vida do indivíduo. Porém, com as terapias e tratamentos adequados, alguns atrasos podem sim serem zerados, e a pessoa com autismo ser completamente independente, estudar, trabalhar e casar”, detalhou Emanuele.

Outro ponto importante do grupo, é a divulgação da informação correta. “A maioria das pessoas de forma geral, não tem informação alguma ou pouca informação sobre autismo, isso inclui profissionais de educação, saúde, segurança e outros setores importantes da sociedade. É nesse ponto que atuamos, com palestras e treinamentos, desmistificando o transtorno espectro autista e gerando a inclusão plena de nossos filhos na sociedade”.

Causa

Familia Tea 3 - Família Tea: pais de crianças autistas de Guarapari se unem em prol da causa

Perguntada sobre quais batalhas em favor da causa o Família Tea já conquistou, a fundadora do grupo listou vitórias importantes para as famílias.

“Funcional gratuito para crianças do coletivo (educador físico especial, Fábio Hartuique, pós graduado em educação física para crianças com deficiência); projeto “Cuidar de quem cuida” – terapia de grupo com a psicóloga especialista nesse assunto, Dra. Camille Abreu; palestra com a mestra em educação especial, Ana Helena Baiense, orientando as famílias quanto aos direitos da pessoa com deficiência dentro da escola; assessoria jurídica para o administrativo e para os membros do coletivo, onde é cobrado um valor social caso precise dos serviços prestado; palestra em maio com o neurologista, Dr. Thiago Gusmão; bazar que funciona na rua do Hospital São Pedro; 2º passeata de conscientização do autismo, dia 02 de abril, onde cada núcleo terá orientação para o evento; eventos realizados em Piúma e Anchieta, com doações da comunidade do entorno para recreação das crianças Tea. Em Guarapari esse evento será em março dentro do Sesc (totalmente gratuito); orientação para as famílias quanto ao benefício assistencial LOAS; alguns sábados há ações de conscientização no comércio, levando adesivo que identifica o autismo para ser colocado próximo ao caixa, além de orientações aos estabelecimentos quanto a lei de preferência nas filas; palestras e rodas de conversa com os pais e educadores na Rede Municipal de Ensino de Guarapari, feitas por Manu Mezabarba, mãe atípica, e Gustavo Vassoler, adolescente autista; palestras na faculdade de medicina EMESCAM para os alunos do 4º período, realizadas por Iraci, mãe atípica e enfermeira Programa Saúde na Escola – PSE Vitória, e com Gustavo Vassoler; carteirinha de identificação da pessoa autista com cid. e dados de contato, e lei de prioridade federal e municipal; e agenda exclusiva para tratar questões ligadas a causa com o Governo do Espírito Santo. De 30 em 30 dias, com a Secretaria Estadual de Saúde – SESA, de 35 em 35 dias, com a Secretaria Estadual de Educação – SEDU, e de 45 em 45 dias, com o Governador do Estado, Renato Casagrande”.

Familia Tea 1 - Família Tea: pais de crianças autistas de Guarapari se unem em prol da causa

Ações

Um calendário está sendo organizado pelo coletivo para os próximos eventos dos núcleos.

“Estamos organizando um calendário de eventos para os núcleos, que é diverso, e envolve desde treinamentos em locais de lazer e palestras em escolas, a seminários de autismo. Hoje nosso maior objetivo além da informação é que a nova política pública de saúde estadual criada em 2022 o SERDIA (SER Deficiência Intelectual e Autismo), criada com nossa participação e da SESA, seja implantado pelo município. O SERDIA é um projeto de clínicas multidisciplinares pelo Sistema Único de Saúde – SUS, onde 60% são financiados pelo governo do Espírito Santo e o restante pelo município, para que desafogue os atendimentos nas instituições não governamentais que atualmente atendem esse público como clínicas terceirizadas”, finalizou Emanuele.

Familia Tea 2 - Família Tea: pais de crianças autistas de Guarapari se unem em prol da causa

Transtorno do Espectro Autista (TEA)

O TEA é um distúrbio caracterizado pela alteração das funções do neurodesenvolvimento, que podem englobar alterações qualitativas e quantitativas da comunicação, seja na linguagem verbal ou não verbal, na interação social e do comportamento, como: ações repetitivas, hiperfoco para objetos específicos e restrição de interesses. Dentro do espectro são identificados graus que podem ser leves e com total independência, apresentando discretas dificuldades de adaptação, até níveis de total dependência para atividades cotidianas ao longo de toda a vida.

Conheça o trabalho do Família Tea: @familiatea2022

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

WhatsApp-Image-2023-10-10-at-16.24.33-1024x768

Incubadora do IFES Guarapari oferta últimas vagas para curso gratuito de Impressão 3D

Inscrições podem ser realizados on-line e vão até dia 23

casa-sinestescia-2024

Seminário debate cultura e inteligência para o turismo de Guarapari

Evento acontece nesta quarta (19) na Casa Sinestésica

Anúncio

Anúncio

WhatsApp-Image-2024-06-18-at-10.47.46

Polícia prende suspeito de estuprar criança de 9 anos em Guarapari

Crime aconteceu no dia 15 de maio

whatsapp-image-2024-06-14-at-16-37-17

Guarapari conquista bronze na premiação Cidade Empreendedora do Sebrae

Reconhecimento premia cidades que incentivam o empreendedorismo

Anúncio

WhatsApp-Image-2024-06-17-at-10.47.38

Polícia prende dois empresários por suspeita de envolvimento com comércio clandestino de carnes em Guarapari

Ação também interditou duas empresas

ce70bba0-29c7-11ef-895e-9d65eb610057-minified

Remoção das cabines de pedágio da Terceira Ponte começam nesta segunda (17)

Segundo o governador, em breve as cabines da Rodovia do Sol, em Guarapari, também serão removidas

Anúncio