Anúncio

Futevôlei vira moda e atrai mulheres para as areias de Guarapari

Público feminino já é maioria entre alunos de escolinha na Praia das Castanheiras

Por Pedro Henrique Oliveira

Publicado em 23 de setembro de 2023 às 12:00

Anúncio

usar no titulo - Futevôlei vira moda e atrai mulheres para as areias de Guarapari
Fotos: HM Comunicação

Lugar de mulher é onde ela quiser, e no esporte não é diferente. Se elas estão cada vez mais em destaque nos gramados de futebol, agora é nas areias das praias que as mulheres têm se encontrado cada vez mais para uma prática que por muito tempo foi vista como um esporte majoritariamente masculino: o futevôlei.

Na Praia das Castanheiras, o movimento já virou moda. Responsável pela Team FERA, escolinha que oferece aulas às segundas, quartas e sextas, Guto Fernandes diz que, dentre os cerca de 70 alunos, 60% são mulheres. Para ele, a completude do esporte faz com que ele atraia o público feminino.

“O futevôlei é muito complexo e completo. Ele trabalha toda a musculatura, todo o corpo, e tem uma facilidade de perda de calorias muito grande por ser uma atividade na areia, desenvolvida com elasticidade e a dinâmica do jogo, além de ser uma atividade ao ar livre, em equipe, o que ajuda bastante”, explica.

Stefania Fernandes começou a praticar o esporte através da família. Há seis meses treinando com frequência na turma da noite, ela reconhece no fator saúde uma das principais características do esporte. “O preparo físico e a questão respiratória, mas também muito como uma atividade mesmo. Eu tinha muita dificuldade de me manter em um esporte, e simplesmente me apaixonei pelo futevôlei.”

Aos 31 anos, Stefania já participou de um torneio na Praia do Morro e terminou em 2º lugar. Segundo ela, para quem tem pouca intimidade com esporte, o futevôlei é um ótimo caminho. “Corpo e mente são englobados no futevôlei. É um esporte que você entra e se apaixona, para quem não conhece ou não sabe, esse é o caminho”, pontua.

Foi nessa tabelinha entre corpo e mente do futevôlei que Leidiana Nascimento se encontrou no esporte. “Eu sempre gostei, mas tinha medo da bola. Resolvi superar esse medo depois de um colega da academia me chamar para praticar aqui. Além disso tem toda a questão de manter a saúde e a boa forma.”

Já o treinador da equipe Alex Vaz considera a presença de mais mulheres um reflexo do crescimento da modalidade. “O futevôlei tem sido aderido hoje pelas meninas, mas também por um público que tem bastante curiosidade em aprender o esporte, que não é tão fácil. E mesmo durante o inverno temos observado um número maior de novos alunos”, completou.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

20240610112335_HQF_3538

EmpregaJUV: Governo do ES lança programa de capacitação profissional para juventudes

Programa é uma importante iniciativa para a formação e qualificação dos jovens

radares-1 (1)

Radares de fiscalização voltam a ser instalados em rodovias estaduais do Espírito Santo

Empresa vencedora da licitação tem até agosto para reinstalar os equipamentos

Anúncio

Anúncio

Sicoob-sede-panoramica-Mai24

Sicoob Sul Litorâneo celebra 35 anos de fundação do Sicoob ES

Celebração aconteceu em Vitória e contou com a presença de autoridades

WhatsApp-Image-2024-06-11-at-15.38.39

OAB/ES recupera terreno e 4ª Subseção de Guarapari terá sede própria

Área fica próxima ao Fórum e ao Ministério Público

Anúncio

7635_B02F2CA1F7BF41D8-6

Meaípe recebe primeira edição do São João Gastronômico; confira a programação

Festa vai contar com três dias de atrações

esquina-da-cultura-2023-2

Empreendedores de Guarapari já podem se inscrever para participar do Esquina da Cultura

Serão dezenas de espaços destinados para vendas de produtos gastronômicos

Anúncio