Anúncio

Gedson Merízio apresenta pesquisa sobre demanda turística de Guarapari

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 11 de fevereiro de 2020 às 14:57
Atualizado em 11 de fevereiro de 2020 às 14:57
Anúncio

O secretário Estadual de Turismo em exercício esteve na reunião promovida pela RDG, no Centro de Guarapari, na tarde da última segunda-feira (10)

Pela primeira vez, a pesquisa contemplou o município de Guarapari. Fotos: Hamilton Garcia

Ontem (10), a Rede de Desenvolvimento de Guarapari (RDG) promoveu um encontro para discutir o turismo do Município. O evento ocorreu às 16h, no Hotel Atlântico, na Praia dos Namorados, no Centro. Na ocasião, o secretário Estadual de Turismo do Espírito Santo em exercício, Gedson Merízio, apresentou a pesquisa de demanda turística de Guarapari, realizada pela Secretária de Estado de Turismo (Setur), através do Observatório do Turismo, em dezembro de 2019.

Durante a reunião, Gedson Merízio pontuou que a pesquisa de demanda turística realizada pelo Governo do Estado do Espírito Santo, por meio da Setur, contemplou pela primeira vez Guarapari, em 2019, graças ao intermédio do secretário interino. “Essa foi uma iniciativa minha, na Secretária de Turismo, para que Guarapari fosse incluso nesses dados, visto que o município tem grande importância para o setor do turismo do Estado, como a cidade é a porta de entrada para o turismo do Espírito Santo”.

A reunião contou com a presença de Érika de Carvalho, secretária adjunta de Turismo, Empreendedorismo e Cultura, e representantes da rede de hotelaria e gastronomia local.

De acordo com os resultados obtidos pela pesquisa, 67,8% das 200 pessoas entrevistadas, na Praia do Morro, são de Minas Gerais. 65% destas afirmam ter escolhido Guarapari como destino em razão do Réveillon e 67% chegaram ao município de carro. Além disso, a pesquisa aponta que o Gasto Médio Diário Individual (GMDI) é de R$139,86, o que Gedson avalia como um bom valor. Contudo, a expectativa é que, com investimento na área, o município alcance números ainda melhores.

“O turismo é dividido em vários segmentos, um deles é o aquático. Nós possuímos um mar que possui navios afundados, com águas claras para mergulhos, a maior biodiversidade marinha e recorde mundial de pesca de marlim, esse é um segmento com gasto diário alto e isso precisa ser explorado em Guarapari, transformado em um produto”, afirma o secretário em exercício.

Na ocasião, Gedson Merízio ainda mencionou as parcerias internacionais que o Governo do Espírito Santo tem buscado, com Portugal e Argentina. No encontro, ainda estiveram presentes Érika de Carvalho, secretária adjunta de Turismo, Empreendedorismo e Cultura, e representantes da rede de hotelaria e gastronomia local.

De acordo com os resultados obtidos pela pesquisa, 67,8% das 200 pessoas entrevistadas são de Minas Gerais.

Texto: Nicolly Credi-Dio

Anúncio
Anúncio

Veja também

CTA

Centro de Testagem e Aconselhamento vira alvo de denúncias em Guarapari

Lucineia Santos de Souza. Foto: Arquivo Pessoal

Moradora de Guarapari já produziu e doou mais de 500 máscaras para famílias carentes

Com um saco de retalhos e um rolo de elástico, Lucineia Santos resolveu ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social a se protegerem da Covid-19

Anúncio
Anúncio
homicidio

Número de homicídios no ES reduz em maio e atinge melhor número dos últimos 24 anos

abertura de em presas

ES está entre os 12 estados com menor tempo de espera para abertura de novas empresas

Anúncio
cão4

Pandemia faz número de adoção de cães e gatos crescer em Guarapari

Foto: Reprodução

Coronavírus faz mais duas vítimas em Guarapari; São 11 óbitos e 240 casos confirmados

Os números são do Boletim Epidemiológico divulgado ontem (31)