Anúncio

Governo aumenta imposto sobre a gasolina que custará R$ 0,89 por litro

Por Glenda Machado

Publicado em 21 de julho de 2017 às 09:57
Atualizado em 21 de julho de 2017 às 09:57

Anúncio

O aumento do imposto sobre os combustíveis pesará mais no bolso de quem abastece o carro com gasolina. O PIS Cofins incidente sobre a gasolina mais que dobrou, passando de R$ 0,38 para R$ 0,79 por litro. Se a alta de impostos for repassada na íntegra para o consumidor, o litro da gasolina deverá ficar R$ 0,41 mais caro no país e começa a valer nesta sexta (21).

Também pesa sobre a gasolina a Cide, que é uma contribuição, e custa R$ 0,10 por litro. Na prática, os brasileiros vão pagar R$ 0,89 de imposto por litro de combustível. A tributação sobre o diesel subirá em R$ 0,21 e ficará em R$ 0,46 por litro do combustível. Já a tributação sobre o etanol subirá R$ 0,20 por litro.

O aumento será para as refinarias e importadores e, no caso do etanol, para produtores e distribuidores, e será repassado aos postos. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (20) e visa a equilibrar as contas públicas. O governo também anunciou um contingenciamento de despesas de cerca de R$ 5,9 bilhões.

A decisão de repassar o aumento de impostos para cada consumidor depende das distribuidoras de combustível, explica o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de São Paulo (Sincopetro), José Alberto Gouveia.

Segundo ele, em geral, elas repassam a alta de impostos para o preço na bomba. De acordo com a equipe econômica, o aumento da tributação sobre os combustíveis irá gerar, durante o restante do ano de 2017, uma receita adicional de R$ 10,4 bilhões para o governo federal.

Com a alta de tributos, o governo quer elevar a sua arrecadação. Já com o bloqueio, pretende reduzir ainda mais os gastos públicos. O objetivo das medidas é cumprir a meta fiscal de 2017, fixada em um déficit (despesas maiores que receitas) de R$ 139 bilhões. A conta não inclui as despesas com pagamento de juros da dívida pública.

A arrecadação neste ano tem ficado abaixo da esperada pelo governo. No ano passado, quando estimou as receitas com impostos e tributos em 2017, o governo previa que a economia brasileira estaria crescendo em um ritmo mais acelerado, o que não ocorreu.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

acidente br101 1

Grave acidente deixa uma pessoa morta e três feridas em Guarapari

Segundo o Centro de Controle Operacional (CCO) da Eco101, concessionária que administra a via, o acidente aconteceu por volta das 07h15

o-que-e-um-curso-profissionalizante-descubra-aqui

Qualificar ES: últimos dias para inscrições de curso em Guarapari

Anúncio

Anúncio

Rua Safira, Setiba1

Rua pavimentada há seis meses alaga sempre que chove; moradores pedem solução em Guarapari

destaques pm

10º Batalhão homenageia destaques operacionais e transferidos para reserva em Guarapari

Anúncio

vacinacao-gripe-vilhena-2021-05-11

Covid-19: Guarapari abre novo agendamento para pessoas acima de 50 anos

edson-1024x683

Guarapari: TCE-ES recomenda rejeição das contas de Edson Magalhães do ano de 2018

Anúncio