Anúncio

Governo do ES anuncia redução do ICMS de combustíveis, energia e comunicação

Medida passa a valer a partir desta sexta (01)

Por Pedro Henrique Oliveira

Publicado em 30 de junho de 2022 às 13:00

Anúncio

WhatsApp Image 2022 06 28 at 16.59.32 - Governo do ES anuncia redução do ICMS de combustíveis, energia e comunicação
Foto: Divulgação/Governo do Estado

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, anunciou, na última terça-feira (28), a redução da alíquota do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) para os combustíveis, energia elétrica e comunicação.

A alíquota máxima para esses itens será 17%. A medida entrará em vigor a partir desta sexta-feira (01).

Em entrevista coletiva, realizada no Palácio Anchieta, em Vitória, o governador lembrou que o Espírito Santo já havia congelado o ICMS sobre combustíveis desde setembro do ano passado, ocasião em que foi suspensa a atualização do Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF).

Casagrande projeta que, com a redução do tributo, haverá uma queda de R$ 0,36 no preço por litro da gasolina e de R$ 0,38 no litro de etanol, porém, falou sobre os demais impactos da medida.

“Mesmo sendo importantes, essas medidas tributárias podem não ser suficientes para conter essa alta nos preços. Outras ações precisam ser tomadas pelo Governo Federal e Congresso Nacional. Nós estamos dando um passo para contribuir. Desde o ano passado, o Estado deixou de arrecadar R$ 300 milhões com nossa decisão de congelar o ICMS. É uma perda de receita que impacta na educação, saúde e demais políticas públicas. Projetamos que nos próximos seis meses, o Estado e os 78 municípios vão deixar de arrecadar R$ 1,14 bilhão. Teremos que compensar isso de alguma maneira. Este ano utilizaremos os superávits dos exercícios anteriores e o excesso de arrecadação, que está um pouco melhor do que o previsto. Para o ano que vem, nossa equipe terá que pensar em novas medidas”, declarou o governador.

O secretário de Estado da Fazenda, Marcelo Altoé, lembrou que o tema foi alvo de muitos debates ao longo dos últimos meses. “Nós participamos de diversas reuniões com representantes do Supremo Tribunal Federal, do Congresso Nacional, do Ministério da Economia e de outras Unidades da Federação para que o impacto para o Espírito Santo fosse o menor possível”, disse.

“Infelizmente, é um impacto que será sentido pelos municípios, que recebem 25% de todo o ICMS recolhido pelo Estado. Também haverá impacto para a Saúde e Educação, que são áreas financiadas com recursos provenientes do ICMS”, acrescentou Altoé.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

WhatsApp-Image-2024-05-28-at-15.26.23-3

Bombeiros de Guarapari comemoram feito histórico em desafio de salvamento veicular

Equipe de militares recebeu homenagem no Batalhão

Copia-de-Foto-Taynara-Barreto-Funarte-10

Projeto ‘A cidade se faz no caminho’ vai selecionar fotos de ruas capixabas para mostra no sul do Estado

Ideia é que fotógrafos de todo o Estado enviem olhares sobre suas cidades do coração para a exposição

Anúncio

Anúncio

passos-de-achieta-guarapari

Programação especial receberá andarilhos da Caminhada Passos de Anchieta em Guarapari

Setiba e Centro receberão atrações culturais nesta sexta (31) e sábado (01)

WhatsApp-Image-2024-05-27-at-13.27.15

Após 20 anos, Rolmar Botecchia se despede da presidência da Clac com legado que transformou Alfredo Chaves

Em entrevista, Rolmar avalia gestão de duas décadas à frente da cooperativa

Anúncio

pm-es

Polícia Militar realiza Operação Corpus Christi em todo o Espírito Santo

Corporação vai reforçar policiamento, principalmente, em áreas turísticas

manguezal-muquiçaba

Mutirão de limpeza do manguezal de Guarapari acontece nesta quinta (30)

Ação vai contar com apoio de embarcações

Anúncio