Anúncio

Gravidez na adolescência é um dos temas do Projeto “Se liga no Futuro”

Por Glenda Machado

Publicado em 4 de agosto de 2017 às 10:37
Atualizado em 4 de agosto de 2017 às 10:37

Anúncio

Projeto vai desenvolver ações com alunos da rede municipal até 2018

Gravidez na adolescência é um dos temas do Projeto “Se liga no Futuro”

Lançamento do projeto aconteceu na manhã desta sexta-feira (4). Foto: Prefeitura Municipal

Engravidar na adolescência é, na maioria dos casos, uma atitude não planejada, passível de conflitos externos e internos. Os índices de gravidez na juventude aumentam constantemente, considerando pesquisas em variados países. Em Guarapari, somente no ano de 2016, o número de adolescentes grávidas com idade entre 10 a 17 anos chegou a 595.

Preocupada com este crescimento negativo, as equipes das secretarias municipais de Educação (Semed), Saúde (Semsa), e de Assistência, Trabalho e Cidadania (Setac) se uniram e desenvolveram um projeto como ferramenta de promoção e prevenção da saúde e conscientização do exercício da cidadania.

Dentro dessas ações, a Prefeitura lança nesta sexta-feira (4), no Guará Centro de Eventos, o projeto “Se Liga no Futuro”. Durante a execução do projeto, os profissionais vão trabalhar temas como transformações, descobertas, escolhas e desafios, que os jovens precisam enfrentar durante esta fase da vida.

Dados do Ministério da Saúde indicam que, quanto menor a idade, menos consultas pré-natais são realizadas, aumentando assim os riscos e complicações no parto. Além de trazer conflitos emocionais, provoca a interrupção dos estudos, dificulta a formação profissional, reduz oportunidades de trabalho, além de trazer riscos à saúde da mãe e do bebê.

O Projeto terá como metodologia a abordagem feita juntamente com a comunidade escolar, família e alunos. Assim, a equipe multidisciplinar, atuará dentro das escolas desenvolvendo ações articuladas, com o intuito de debater esta temática diretamente com os adolescentes e jovens, levando-os a fazer as escolhas de forma consciente e coerente.

De acordo com os organizadores do projeto, neste ano de 2017, será desenvolvido em seis escolas, com alunos de 6º a 9º Anos, totalizando 2.980 alunos da Rede Municipal, diretamente envolvidos no projeto. Essas escolas foram escolhidas por estarem em locais com maior índice de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s) e gravidez na adolescência em nosso município.

O Projeto é uma meta do Plano Anual para 2017 e novas escolas serão alcançadas a partir de 2018. O objetivo é que todas as escolas do município sejam contempladas com o Projeto ao longo do tempo.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

WhatsApp-Image-2021-12-03-at-5.53.51-PM-1

84° Mapa de Risco Covid-19: ES continua em Risco Baixo na próxima semana

creches-guarapari-2021

Prefeitura autoriza obras de mais uma creche em Guarapari

Considerando as assinaturas de ordem de serviço realizadas na última sexta-feira (26), são 05 obras autorizadas em uma semana

Anúncio

Anúncio

Casa de apoio Hifa

Hifa Guarapari está entre entidades beneficiadas por programa do Governo do ES

Hospital Infantil Francisco de Assis é uma das entidades que podem receber recursos do programa Nota Fiscal Premiada

DCIM\107MEDIA\DJI_0024.JPG

Samarco direcionou R$ 587 mi. para fornecedores de Anchieta e áreas de atuação

Empresa realizou balanço de um ano do programa Força Local, que desenvolve empresas para integrarem o quadro de fornecedores da Samarco

Anúncio

Anchieta-Credito-da-Foto-Andrews-Quinteiro_

Anchieta é lançada na rota do turismo nacional

radium-arquvo-foes

Radium Hotel vai sediar museu e escola técnica voltados para turismo em Guarapari

Anúncio