Anúncio

Guarapari está entre os municípios que mais abriram empresas durante à pandemia

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 23 de novembro de 2020 às 11:20
Atualizado em 24 de novembro de 2020 às 10:12

Anúncio

O número de novas empresas abertas no Espírito Santo tem crescido desde julho, mesmo durante pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). De julho a outubro foram registradas 5.810 novas constituições de empresas, segundo dados da Junta Comercial do Estado do Espírito Santo (Jucees), e dez municípios correspondem a mais de 75% desse total.

No período analisado, a cidade que mais abriu empresas foi Vitória (1.100), seguida por Vila Velha (934), Serra (809) e Cariacica (392). Logo depois aparecem Cachoeiro de Itapemirim (317), Linhares (289) e Guarapari (180). Fecham a lista dos dez municípios que mais abriram empresas as cidades de Colatina (177), São Mateus (126) e Viana (95).

O Atacado Vem é uma das mais recentes empresas inauguradas na cidade. Foto: Divulgação/Atacado Vem.

O presidente da Junta Comercial, Carlos Roberto Rafael, destaca ainda que em todos esses municípios o número de novas empresas abertas foi maior do que o de baixas. “Isso é um bom indicador para o Espírito Santo. Sabemos que o momento ainda é de grande incerteza, mas o Estado está organizado para se recuperar da crise provocada pelo novo Coronavírus”, comenta Rafael.

Entre os motivos que o presidente da Junta Comercial aponta como importantes para esta recuperação estão a gestão da saúde por parte do Governo do Estado, que permitiu a reabertura das atividades comerciais no momento adequado; a segurança jurídica para a abertura de novos negócios; e a eficiência da Junta Comercial na liberação de novas empresas. De acordo com os dados da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (RedeSim), o Espírito Santo é o Estado com menor tempo de espera para abertura de novas empresas do Sudeste.

“A Junta Comercial do Espírito Santo é pioneira na questão da tecnologia e vem avançando plenamente no trabalho com inteligência artificial. Isso tem nos trazido bons resultados no comparativo com as demais Juntas do Brasil. Certamente, isso é motivo de comemoração e também um grande incentivo para melhorarmos ainda mais”, destaca Carlos Roberto Rafael.

Segundo a RedeSim, o tempo médio para a abertura de empresas no Espírito Santo, em outubro, foi de 1 dia e 7 horas, o que coloca o Estado na 4ª posição no ranking nacional.

*Com informações do Governo do Estado.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

crime em Gri

Crime em Guarapari: mulher foi amarrada e torturada antes de ser assassinada

Ana Paula da Silva Barbosa, de 52 anos, foi morta na noite de domingo (1); o marido dela também foi agredido e teve ferimentos na cabeça

Obras-orla-de-meiape-2021-08-03 (4)

Guarapari: carta aberta cobra respostas em relação a atraso de obra na Orla da Praia de Meaípe

Documento foi protocolado na Prefeitura de Guarapari pela Associação de Moradores do Bairro Meaípe

Anúncio

Anúncio

Tempo Integral ES1

Programa Capixaba incentiva implantação de Tempo Integral em escolas municipais

xepa vacina

Guarapari realiza ações de vacinação contra a Covid-19 e a gripe (Influenza)

As segundas doses de AstraZeneca e Coronavac serão aplicadas na quarta-feira (04) e as da gripe, na quarta e na quinta-feira (05)

Anúncio

revsol1

Parceria entre empresa e prefeitura beneficia estradas e ruas de localidades em Guarapari

A ArcelorMittal doará toneladas de Revsol para o município; as primeiras contempladas serão as localidades de Santa Arinda, Limão e Limãozinho

redução homicídios ES

Sete primeiros meses do ano acumulam redução de 5,7% nos homicídios no Espírito Santo

Anúncio