Anúncio

Guarapari: mãe passa por 4 unidades de saúde e não consegue vacinar a filha contra a Covid

Mães já haviam reclamado da falta de mutirão ou agendamento para a 2ª dose; prefeitura disse que nas unidades de saúde a vacina estava sendo aplicada

Por Aline Couto

Publicado em 12 de abril de 2022 às 10:32

Anúncio

Guarapari: mãe passa por 4 unidades de saúde e não consegue vacinar a filha contra a Covid
Antônia registrou as unidades por onde passou, e contou que todas tinham o aviso sobre a vacinação das terças e quintas separada para a Covid-19. Ela só não conseguiu registrar a unidade no Jabaraí porque a bateria do celular havia acabado.

Antônia Pereira, mãe de uma menina de oito anos, passou mais de duas horas nesta manhã (12) percorrendo quatro unidades de saúde de Guarapari na tentativa de completar o esquema vacinal da filha.

“Desde às 6h da manhã rodando com minha filha para ela tomar a 2ª dose da vacina contra a Covid-19 e nada. Ela já tem os dias necessários para receber a última dose desde o dia 04 de abril e ainda não conseguiu. Não há agendamento e o último mutirão realizado pela prefeitura foi dia 17 de março”.

Segundo Antônia, como informado pela Prefeitura de Guarapari na matéria do folhaonline.es do dia 08 de abril, que as vacinas estavam disponíveis nas unidades de saúde do município com sala de vacina, ela buscou uma unidade de saúde para finalizar a imunização da filha, mas mesmo depois de tentar em quatro bairros diferentes, não foi possível a aplicação.

“Como informado na reportagem, a vacinação contra a Covid é realizada nas terças e quintas, sendo no Centro Municipal, sempre às quintas-feiras. Decidi ir nesta terça-feira”.

Unidades de Saúde

Perocão

Guarapari: mãe passa por 4 unidades de saúde e não consegue vacinar a filha contra a Covid

A mãe contou que foi primeiro na unidade de saúde deste bairro, onde estava um papel colado na parede dizendo apenas que a sala de vacina estava fechada. “Busquei informações, mas ninguém soube dizer porque estava fechada. Uma agente comunitária disse que se por acaso a pessoa que aplica a vacina estava de folga, não havia outra para substituir”.

Santa Mônica

Guarapari: mãe passa por 4 unidades de saúde e não consegue vacinar a filha contra a Covid

“Quando cheguei na unidade de saúde a atendente perguntou se havia ligado e deixado o nome da minha filha na lista. E disse que a vacinação era na parte da tarde. Respondi que não havia nenhuma orientação a respeito dessa forma de agendamento, mas ficou por isso mesmo. Não consegui mais uma vez”.

Setiba

Guarapari: mãe passa por 4 unidades de saúde e não consegue vacinar a filha contra a Covid

No bairro, a atendente disse para Antônia que a vacinação contra a Covid-19 para as crianças era as quartas-feiras.

“Questionei dizendo que não era o que foi informado pela prefeitura. Ela mandou eu esperar por quem aplicava a vacina chegar e perguntar direto. Aguardei. Ela disse a mesma coisa. Quando voltei a falar sobre as orientações da prefeitura, ela falou que cada unidade decidia e que era só ela para aplicar nos idosos Influenza e Covid, então decidiu passar as crianças para quarta, simples assim”.

Jabaraí

Em sua última tentativa, a mãe também foi perguntada se havia ligado e deixado o nome da filha para receber a 2ª dose.

“Expliquei toda situação para a moça que me atendeu, a única que foi solícita, me ouviu e tentou pelo menos resolver a questão. Mas ela voltou de dentro da unidade falando que só haviam 10 vacinas separadas por conta da quantidade de nomes confirmados na lista. Que eu poderia aguardar para ver se alguma criança faltava, porém não era garantido. E me ofereceu colocar o nome da minha filha para uma lista de espera para a próxima terça-feira (19), já que, segundo ela, nessa quinta-feira a vacinação não irá funcionar”.

Antônia Pereira e a filha retornaram para a casa sem conseguir a imunização para a criança e com muitas informações desencontradas. “Sigo sem saber como faço para terminar de proteger minha filha. Isso é um absurdo! Ainda estamos na pandemia e agora estão liberando tudo. Pelo menos quero ter a tranquilidade de ter o esquema vacinal da minha filha completo, assim como o meu e do meu marido”.

Prefeitura de Guarapari

Procurado, o órgão recebeu todas as informações do acontecido com a moradora nesta manhã. Assim que houver um esclarecimento por parte da administração municipal, a matéria será atualizada.

Atualização

A secretária Adjunta Municipal de Saúde de Guarapari, Gabriela Mezadri, conversou com a redação e esclareceu alguns pontos.

Segundo Gabriela, na Unidade de Saúde do Perocão, a técnica de enfermagem compareceu, mas passou mal e precisou ir embora. Por isso a sala de vacina estava fechada nesta manhã. E que em Setiba, a sala estava em manutenção, pintando, e por isso a vacinação das crianças ficou para quarta-feira.

Nas unidades de Jabaraí e Santa Mônica, a secretária disse que os pré-agendamentos se devem as poucas horas de durabilidade da vacina pediátrica da Pfizer, seis horas. “Nós já perdemos muitas doses por conta do não comparecimento das crianças, por isso separamos as 10 doses diárias e aplicamos conforme confirmação”.

Gabriela também relatou que a partir da próxima semana, a vacinação das crianças acontecerá somente nas terças-feiras, das 7h30 às 15h, devido à baixa procura pelo imunizante. “Por esse motivo também não estamos fazendo mais mutirão nem agendamento. Os últimos quase ninguém apareceu”.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

moto-rock-2022-4-1

Moto Rock agita Guarapari com o primeiro dia de sua 8ª edição

WhatsApp-Image-2022-08-01-at-13.22.36

Artigo: “Pais de Pet” – A tutela dos animais de estimação

Anúncio

Anúncio

ap22217686674430

Pesquisa Ipec revela a intenção de voto dos eleitores do ES para presidente

WhatsApp-Image-2022-09-21-at-20.11.11

AfroChaves conclui projeto com percussão, capoeira e show em Alfredo Chaves

Anúncio

WhatsApp Image 2022-09-23 at 15.40.48

Atletas de Guarapari garantem vagas para o Pan-Americano e Mundial de Canoa Havaiana

Conquista veio após vitória no campeonato nacional da modalidade

Moto Rock 2022 (9)

Guarapari: tudo pronto para a 8ª edição do maior evento motociclístico do Espírito Santo

O Moto Rock acontece durante este final de semana e tem expectativa de público de 30 mil pessoas

Anúncio