Anúncio

Guarapari ultrapassa 7 mil casos da Covid-19; 1.012 somente na Praia do Morro

Por Aline Couto

Publicado em 11 de janeiro de 2021 às 14:07
Atualizado em 12 de janeiro de 2021 às 16:38

Anúncio

Foto: Reprodução

Na noite de sexta-feira (08), o Governo do Estado divulgou o 39º Mapa de Risco Covid-19, que começou a vigorar hoje (11) e valerá até domingo (17), onde Guarapari tem a classificação de risco alterada, passou de risco alto de contágio do novo Coronavírus (Covid-19) para risco moderado. Apesar da nova classificação, o último boletim com os dados da doença, divulgado domingo (10) pela prefeitura de Guarapari, mostra o município com 7.072 casos confirmados da Covid-19.

A atualização dos números aponta que do total de infectados, mais de 1.000 estão localizados na Praia do Morro. O bairro contabiliza 1.012 pessoas contaminadas e 23 óbitos. O número de pessoas que perderam a vida na cidade já chegou a 181.

O documento ainda mostra que 34 pessoas seguem internadas e 742 em investigação laboratorial, aguardando resultado do exame. Os casos suspeitos são 7.474 e os curados, 5.415. Desde o início da pandemia, março de 2020, 23.773 casos foram notificados 9.227 descartados.

Em tempo

A mudança da classificação de risco significa que Guarapari poderá adotar medidas mais flexíveis no que diz respeito ao funcionamento das atividades econômicas e sociais. O município está entre os locais mais procurados por turistas no Espírito Santo, nesta época do ano. Nos últimos dias, cenas de aglomerações nas praias foram registradas com frequência, mesmo com a classificação do risco alto.

Epidemiologista alerta sobre risco de transmissão da Covid-19 nas praias

Registro feito no final do ano passado na Praia do Morro. Foto: Arquivo Folha.

A epidemiologista, pesquisadora e professora da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Ethel Maciel, recomenda evitar aglomerações no litoral e não dispensar o uso da máscara mesmo estando ao ar livre. Com a pandemia, as medidas de distanciamento social e de higiene devem ser levadas em conta até à beira-mar.

As cenas de praias lotadas levam a uma preocupação a mais já que o país registra aumento recorde no número de casos e de mortes por Covid-19, ultrapassando, recentemente, a marca de 200 mil mortos. O Brasil pode registrar mais elevação do número de casos e de óbitos devido às aglomerações e relaxamento dos cuidados durante as festas de fim de ano e nos finais de semana ensolarados de verão, com as praias como destino de multidões.

Segundo a profissional, os mesmos cuidados em locais fechados, como bares e restaurantes, devem ser observados quando o programa for passar algumas horas na areia para um mergulho no mar. Ela reforça que o risco de contaminação é mais baixo quando visitantes da praia ficam a pelo menos 2 metros de distância dentro e fora da água de pessoas com quem não vivem.

Também se deve interagir somente com pessoas de próprio grupo familiar; não deve ser compartilhado alimentos, bebidas, equipamentos (como guarda-sol, cadeiras de praia) e brinquedos com pessoas com quem não convivem; a máscara deve ser usada na areia ou caminhando no calçadão; e, por último, ficar atento à higienização de produtos que for consumir na praia, o ideal é levar de casa. 

*Com informações: Folha Vitória.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Crimes virtuais

Artigo: crime virtuais; como se proteger e denunciar

guara-de-ouro-gri-2021-09-18-2

Guará de Ouro: solenidade homenageia lideranças locais e do ES que trabalham por Guarapari

Anúncio

Anúncio

capa_Medidor-de-velocidade-radar-FernandoMadeira-ales

Assembléia aprova lei que proíbe radares ocultos em estradas do ES

73o-MAPA-DE-RISCO-20.09-a-26.09

Governo do Espírito Santo divulga 73º Mapa de Risco Covid-19

Anúncio

vacina_es

Guarapari abre novo agendamento para terceira dose de vacina da Covid-19

Serão atendidos idosos com 60 anos ou mais que tomaram segunda dose de qualquer vacina da Covid-19 há cinco meses ou mais

Anchieta-Credito-da-Foto-Andrews-Quinteiro_

Pelo quarto ano consecutivo, Anchieta recebe nota A do Tesouro Nacional

Anúncio