Anúncio

Homem que fingia ser delegado é detido em Guarapari

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 8 de junho de 2019 às 13:09
Atualizado em 8 de junho de 2019 às 13:40
Anúncio

O indivíduo alegou que sempre teve o sonho de ser policial e se sentia frustrado por não ter sido aprovado no concurso da Polícia Civil, por isso passou a mentir para família e amigos.

O homem exibia diversas fotos nas redes sociais se apresentando como delegado. Fotos: Divulgação/Polícia Civil.

Na noite de ontem (07), a Polícia Civil de Guarapari deteve em flagrante um homem que fingia ser delegado no município. O indivíduo exibia fotos nas redes sociais portando distintivos e até simulacros de arma de fogo. De acordo com informações da Polícia Civil de Guarapari, ao saberem do caso, policiais foram até uma lanchonete da cidade, onde o indivíduo estava, para obter mais informações sobre o homem, pois não havia registros sobre ele nos quadros da Polícia Civil do Espírito Santo.

Ao entrar em contato com os policiais, o indivíduo continuou mantendo a mentira, afirmando que pertencia à turma de 2013 dos delegados de Polícia Civil do Espírito Santo e que, atualmente, estava localizado na Superintendência de Ações de Inteligência da PCES. Porém, ao ser questionado sobre os locais onde trabalhou, começou a demonstrar insegurança. Uma das mentiras contadas pelo indivíduo, foi dizer que tinha sido plantonista da regional de Vitória entre 2014 e 2016. Porém, um dos delegados que estavam no local, realmente trabalhou no plantão de Vitória e percebeu que se tratava de uma mentira.

Materiais encontrados no apartamento do homem.

Os policiais então solicitaram que o homem se identificasse. O indivíduo apresentou uma carteira com distintivo de delegado falsificada. Ele também portava um simulacro de arma de fogo. Ao se dirigirem até o apartamento do homem, os condutores da operação encontraram uma pistola Air Soft, uma espingarda de chumbinho e um simulacro de um fuzil. Além disso, foram encontradas duas capas de colete, sendo um colete tático e outro do Governo Federal. No apartamento também foi encontrado um diploma de conclusão de curso de delegado da Policia Civil do Espírito Santo.

Em defesa, o homem alegou que se sentiu frustrado por não ter sido aprovado no concurso da Polícia Civil e, por isso, passou a mentir para a família e amigos. Os policias não encontraram nenhum indício da utilização dos materiais encontrados para atos ilícitos. O indivíduo foi autuado em flagrante por crime de falsificação de documento público e posse ilegal de munição de uso permitido.

Publicação do falso policial nas redes sociais.

*Com informações da Polícia Civil de Guarapari

Anúncio
Anúncio

Veja também

HFA_fachada_tratada-1024x778

Hifa Guarapari receberá recursos para o enfrentamento a Covid-19

Hospitais Filantrópicos e Santas Casas vão receber recursos de R$2 bilhões no combate ao coronavírus. Hifa Guarapari será um dos contemplados

Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal

“Experiência única” diz jovem de Guarapari sobre participação em reality show

O empresário e bacharel em Direito João Hadad, de 26 anos, é um dos participantes da 6ª temporada do “De Férias com o Ex Brasil”, reality show da MTV que estreou na última quinta-feira (21)

Anúncio
Anúncio
onibus cheio1

Morador denuncia ônibus cheio e passageiros sem máscaras em Guarapari

Diante da pandemia, um decreto foi publicado proibindo passageiros e funcionários dos coletivos de andarem sem máscaras

marmita santa arinda

Comunidade de Santa Arinda pede doações para obra da associação do bairro em Guarapari

Anúncio
financiamento-habitacional

Advogada de Guarapari orienta sobre financiamento de imóveis diante da Covid-19

A despesa está entre as que podem ficar comprometidas pela diminuição ou ausência de renda

Foto: Divulgação / Hélio Filho (Secom)

Coronavírus: ES ultrapassa marca de mil leitos exclusivos para tratamento de infectados

Ao todo, são 1.065 leitos disponíveis, sendo 490 de UTI e 575 de Enfermaria