Anúncio

Lixo nas orlas: falta de educação ou do reforço da limpeza?

Por Glenda Machado

Publicado em 20 de janeiro de 2015 às 11:25

Anúncio

PRAIA do Morro depois de um dia de diversão.

PRAIA do Morro depois de um dia de diversão.

Ações de conscientização, mutirões de limpeza, distribuição de sacolas, instalação de mais lixeiras e até containeres para o descarte do coco. Todas essas ações nas praias não foram capazes de evitar que cenas como essa da foto fossem cotidianas neste verão. Depois de um dia de diversão, a cena é sempre a mesma: muito lixo espalhado pela areia.

Diante dessa imagem lamentável vem uma pergunta à cabeça: O que falta para se ter uma praia mais limpa na alta temporada, um reforço maior por parte da prefeitura ou mais educação por parte dos frequentadores? Na verdade, a solução seria uma ação em conjunto onde cada um fizesse a sua parte como a velha e sábia história das formiguinhas.

A Prefeitura informou que houve um reforço na limpeza das praias no verão: mais 165 funcionários foram contratados. Eles são responsáveis por cuidar exclusivamente das areias das orlas com maior movimentação na alta temporada, como Praia do Morro, Praia das Castanheiras, Praia da Areia Preta, Bacutia, Peracanga, Guaibura, Meaípe, Setiba, Santa Mônica e Recanto da Sereia.

“Dos 165, são 40 só na Praia do Morro. Eles não trabalham ao mesmo tempo, cumprem regime de escala. À noite também fazemos a limpeza geral. Entregamos uma praia limpa às 6h da manhã, mas meio dia já está insuportável”, conta o prefeito Orly Gomes.

O diretor de Limpeza Pública, Joaquim Capistrano de Souza, completa: “Também foram instaladas mais 450 lixeiras nas orlas de Meaípe à Setiba. Só na Praia do Morro foram 100 novas lixeiras além de 21 containeres de plástico rígido para o descarte exclusivo do coco que ficam entre um quiosque e outro”.

Para a turista carioca Mara Luciana, não há o que reclamar da limpeza nas praias. Mas ela ressalta que falta educação por parte de muitos banhistas. “Sempre que chegamos de manhã, a praia está limpa. Ao longo do dia que vai ficando suja. Nem sempre tem lixeira por perto, mas se cada um levar sua sacolinha e recolher o próprio lixo como eu faço, já ajuda a manter a praia limpa”.

E foi exatamente a ausência de ações de conscientização que chamou a atenção do turista mineiro Marcos Nobre. “Acho que se tivessem pessoas circulando pelas orlas informando e lembrando da importância da limpeza, muitas pessoas ficariam com vergonha de jogar o lixo na areia”.

Embora um pouco tardio, a prefeitura começou uma campanha de conscientização e distribuição de sacolas que faz parte do projeto “Praias Limpas”. A primeira ação aconteceu no dia 10 de janeiro na Praia do Morro. A ação acontecerá nas principais orlas do município até o dia 6 de fevereiro.

Veja quanto tempo cada material demora para se decompor no mar:

MATERIAL TEMPO DE DECOMPOSIÇÃO
  PAPEL  3 a 6 meses
  PANO  6 meses a 1 ano
  CHICLETE  5 anos
  FILTRO DE CIGARRO  5 anos
  MADEIRA PINTADA  13 anos
  NYLON  + 30 anos
  LATA DE ALUMÍNIO  80 a 100 anos
  METAL  + 100 anos
  PLÁSTICO  + 100 anos
  VIDRO  1 milhão de anos
  BORRACHA  indeterminado

 

Reportagem: Lívia Rangel

Leia mais sobre limpeza pública, acesse: https://folhaonline.es/index.php/producao-de-lixo-aumenta-55-na-alta-temporada/

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

falta-de-agua-e-um-problema-politico-2-1024x683-1024x585

Governo do Estado declara Estado de Atenção para situação hídrica no ES

Medida foi tomada devido à falta de chuvas e estiagem nos últimos meses

Joao-Hadad-em-A-Grande-Conquista-2

Guarapariense João Hadad disputa final de reality show da Record

Final acontece nesta quinta (18)

Anúncio

Anúncio

casa-sinestescia-2024

Casa Sinestésica oferece Oficina de Desenho gratuita nesta quarta (17) em Guarapari

Com o tema Autorretrato, atividade tem vagas limitadas

IMG_9800-1

Terra dos Dinos: Guarapari deve ganhar filial do ‘Jurassic Park brasileiro’ em 2025

Parque temático, no RJ, possui diversas atrações e 40 modelos de dinossauros em tamanho real

Anúncio

20240701_160006

Fios acumulados e pendurados em postes preocupam moradores de Guarapari

Moradores flagraram casos em duas avenidas movimentadas da Praia do Morro

lei-seca_forca-pela-vida-7-1

Blitz Lei Seca flagra 131 motoristas alcoolizados em todo Estado no fim de semana

Ação faz parte do programa “Força pela Vida”, integrando diversos órgãos

Anúncio