Anúncio

Lorenzutti divulga nota de esclarecimento após aumento da passagem em Guarapari

A partir do dia 01º de fevereiro as tarifas dos coletivos municipais terão o valor de R$ 4,10

Por Aline Couto

Publicado em 26 de janeiro de 2022 às 15:28

Anúncio

Lorenzutti divulga nota de esclarecimento após aumento da passagem em Guarapari
Foto: reprodução.

A Expresso Lorenzutti, empresa responsável pelo transporte coletivo em Guarapari, emitiu nesta tarde (26) uma nota de esclarecimento sobre o decreto divulgado nesta quarta-feira onde o prefeito de Guarapari, Edson Magalhães, autorizou o reajuste das passagens de ônibus no município. A partir da próxima terça-feira – 01º de fevereiro – as tarifas passarão de R$ 3,80 para R$ 4,10.

Confira:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Expresso Lorenzutti vem, através da presente, esclarecer que:

Desde o início da execução do serviço de transporte público de passageiros, a empresa vem sendo submetida a uma grave crise financeira, diante da histórica defasagem tarifária que lhe é imposta pelo Município de Guarapari/ES, ao fixar o valor da tarifa incapaz de cobrir os custos do sistema.

Essa situação é agravada pelo fato de que o Município de Guarapari/ES NÃO FORNECE QUALQUER AUXÍLIO OU SUBSÍDIO À CONCESSIONÁRIA, seja em razão das gratuidades ou por passageiro transportado, tal qual ocorre normalmente em diversos outros sistemas de transporte atuantes na Grande Vitória e em todo Brasil.

A título de exemplificação, no Sistema TRANSCOL o passageiro paga na roleta o valor de R$4,20, entretanto o Governo do Estado complementa o valor da tarifa pagando as empresas um subsídio R$ 1,39 por cada passageiro transportado, sendo assim, o valor da real da tarifa é de R$5,59.

Além disto, desde março/2020 (início da Pandemia) as empresas do TRANSCOL receberam o DIESEL nas garagens custeados integralmente pelo Governo do Estado, bem como foi autorizada a retirada dos cobradores, possibilitando que as empresas equalizassem seus custos, fato este que não ocorreu em Guarapari.

Outro fato, que vem agravando ainda mais o desequilíbrio financeiro da concessionária, se dá graças a LIVRE ATUAÇÃO DO TRANSPORTE CLANDESTINO DE PASSAGEIROS NESTE MUNICÍPIO, que atuam apenas nos horários de “Pico” na frente dos ônibus, transportando apenas os passageiros pagantes, ou seja, não transportam as gratuidades (idosos, deficientes, cadeirantes, etc.) e os estudantes.

Apesar disso, a empresa vem, desde o início, adotando as medidas necessárias para manter a prestação adequada do serviço de transporte público essencial para milhares de munícipes.

A recente alteração de tarifa determinado pelo Poder Executivo Municipal se deu apenas em cumprimento da legislação municipal que prevê a necessidade de reajuste anual da tarifa do transporte público, todavia, ainda assim, foi fixada em valor insuficiente para cobrir com os custos operacionais do sistema, que deveriam estar sendo subsidiados pelo Município”.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Rampa-voo-livre-de-Cachoeira-Alta-Alfredo-Chaves_WR-2021-06-08

Campeonato de voo livre começa amanhã (27) em Alfredo Chaves

Atletas disputarão pontos para a 4ª etapa do Capixaba de Parapente 2022

Programa_de_Estágio_Vale_-_foto_Salviano_Machado_1

Vale abre inscrições para estágios com mais de 130 vagas no ES

Os selecionados terão bolsa auxílio que pode passar de R$ 1.300, além de outros benefícios

Anúncio

Anúncio

seminario_sindicig_petroleo_e_gas-2022-05-25-9

Seminário levanta oportunidades e caminhos para integrar Guarapari ao setor de petróleo e gás

A iniciativa do Sindicig reuniu lideranças deo setor, empresários locais e estudantes do Ifes

curso-agentes-da-guarda1

Lei garante Guarda Municipal armada em Anchieta

Anúncio

Brecho-APAE-2-1024x769-cover2

Brechó da Apae Guarapari necessita de doações de roupas masculinas

Os valores arrecadados com as vendas serão revertidos para Apae

print_dyogenes2-2022-04-120cover

Após audiência de custódia, autor de disparos contra motoboy de Guarapari segue em prisão preventiva

Ronny Batista de Almeida chegou a ser liberado entre os dias 13 e 17 de maio, após cumprir prisão temporária

Anúncio