Anúncio

Mãe de Guarapari organiza vaquinha online para exame de filho autista

Por Sara de Oliveira

Publicado em 25 de julho de 2019 às 09:28
Atualizado em 25 de julho de 2019 às 09:33
Anúncio

Hecttor Lima Arruda, de três anos, foi diagnosticado com autismo aos dois anos de idade e precisa fazer um exame de alto custo.

Hecttor tem três anos de idade. fotos: Arquivo Pessoal.

Larissa Pezzim, mãe de Hecttor Lima Arruda, de três anos, está organizando uma vaquinha online para o filho. O pequeno foi diagnosticado com autismo e, desde então, tem demonstrado cada vez mais sinais de agressividade. Agora, Hecttor precisa fazer o exame de Hibridização Genômica Comparativa baseada em Microarranjos, que tem o objetivo de investigar as mudanças ocorridas na criança. A família, que mora no bairro Adalberto Simão Nader, em Guarapari, está organizando uma vaquinha online para arrecadar os recursos necessários para o exame, que custa R$ 5 mil.

De acordo com Larissa, o filho foi diagnosticado com autismo após um acidente grave que sofreu com uma faca. “Ele sofreu um corte e o levamos para o médico, mas ele não chorou em nenhum momento, mesmo com o sangue e os pontos que levou. Por isso, o médico pediu para encaminhá-lo para um especialista. Assim que chegamos ao pediatra ele informou que o Hécttor era autista”, afirmou.

A mãe conta que, desde então, foram diversas consultas e exames, mas o quadro de Hécttor tem se agravado. “Ele está cada vez mais agressivo e não dorme mais direito. Durante a noite ele fica andando e falando pela casa”, relatou. Larissa, que cuida sozinha de Hécttor e de mais um filho, não trabalha para poder cuidar da criança. “Sou só eu mesmo. Minha vida é só ele. A gente nem sai, porque ele não gosta de sair de casa”, explicou.

Larissa afirma que foi orientada pelo médico a fazer o exame para esclarecer o quadro filho. “A gente precisa saber o que está acontecendo com ele”, destaca. Por isso, a mãe decidiu ouvir a ideia de uma amiga que a incentivou a fazer a vaquinha online. Em uma semana, a mãe explica que arrecadou R$ 1000, recurso que ainda não é o suficiente para o exame, que custa R$ 5 mil.

Além da vaquinha, a família está contando com a ajuda do projeto Cheios da Graça, um grupo de voluntários de Guarapari que realiza diversas ações sociais com crianças do município. Marcela Gomes, coordenadora do projeto, explica como começou a mobilização em favor da criança. “Nós ficamos sabendo da história do Hecttor e decidimos ajudá-lo. Por isso vamos fazer algumas ações para arrecadar recursos para esse exame. Então quem quiser ajudar de outra forma, além da vaquinha, pode doar um brinde para fazermos uma rifa”, enfatiza.

Para ajudar ao Hecttor, basta entrar no link da vaquinha eletrônica. Com apenas R$ 10, os interessados já podem colaborar para o exame da criança.

Serviço

Link da vaquinha
Número da Mãe: 27 99616-2958

Anúncio
Anúncio

Veja também

supermercado_0_0-550x366

Vigilância Sanitária realiza ação de fiscalização em supermercados de Guarapari

Abessa1

Área de lazer do Supermercado Santo Antônio será leiloada em Guarapari

O dinheiro com a venda do imóvel será para o pagamento dos funcionários desligados da Rede

Anúncio
Anúncio
corona

Guarapari registra 12 novos casos da Covid-19

Na cidade, 1.324 pessoas foram confirmadas e 64 morreram pelo coronavírus

Capa

Atleta de Guarapari é contratado por time europeu

O goleiro Thiago Correia aguarda o fim da pandemia para viajar para a Polônia

Anúncio
Foto: Reprodução

Prefeitura de Guarapari anuncia Orçamento Participativo Municipal

O objetivo da medida é fazer com que a população exerça seu papel de cidadão, influenciando o destino de recursos públicos

Foto: Antônio Ribeiro

Qual praça de Guarapari o povo gostaria que fosse reformada?

Anúncio