Anúncio

Material produzido por detentos é doado para entidades sociais de Guarapari

Produção do material contribui na reeducação dos internos da Penitenciária Estadual de Segurança Média I (PSME I), em Viana

Por Gislan Vitalino

Publicado em 23 de março de 2022 às 09:58

Anúncio

Material produzido por detentos é doado para entidades sociais de Guarapari
Na Pestalozzi Guarapari, entrega aconteceu junto às mães dos alunos, em evento alusivo ao Dia Internacional da Mulher. Fotos: acervo pessoal.

Na última semana, duas entidades de Guarapari receberam presentes mais que especiais. As bolsas, brindes e brinquedos educativos entregues para a Creche Alegria e para a Pestalozzi Guarapari são só alguns dos materiais produzidos pelos internos da Penitenciária Estadual de Segurança Média I (PSME I), em Viana.

A diretora da creche alegria, Lourdes Novaes, celebrou a entrega e explicou que os materiais serão de grande utilidade para os estudantes mais necessitados da instituição. “É um material muito bem-feito e resultado de um trabalho muito legal que eles realizam. Também recebemos doação de inhame e aipim plantados pelos detentos. Essa ação é importante para mostrar o que é feito aqui e o que eles fazem lá. Foi uma visita muito boa!”, destacou a diretora.

Já Gleyston Marssartier, neuropsicopedagogo da Pestalozzi Guarapari, destacou a gratidão da instituição pela doação. “Essa entrega foi recebida com muita alegria por todos da instituição. É uma forma de apoiar nosso trabalho. Esse ano a Pestalozzi completa 35 anos de serviço prestado à população de Guarapari e até ao Estado. Iniciativas como essa servem para reforçar que estamos seguindo o caminho certo e que o trabalho que fazemos é relevante para a sociedade”, explicou.

O diretor da unidade penitenciária, Wescley Alves Frizzera, foi quem realizou a entrega. Ele destaca que, no cenário de recuperação da crise global reflexo da pandemia da Covid-19, as ajudas às instituições beneficentes necessitam ainda mais de ações concretas de apoio. “A SEJUS está disposta em contribuir com aqueles que praticam o bem”, ressaltou.

Trabalho possibilita reinserção e inclusão dos internos

Com a produção dos materiais, os internos das unidades têm a oportunidade de retomar seu papel de contribuinte junto à sociedade e uma remissão de um dia de pena a cada três dias trabalhados. “É a retomada da autoestima, do sentimento de poder contribuir com a sociedade de forma positiva, recuperar valores e acreditar que fora dos muros têm pessoas que os aguardam e precisam deles”, explicou Wescley Frizzera.

Material produzido por detentos é doado para entidades sociais de Guarapari

Ainda segundo Wescley, os internos demonstram ainda mais disponibilidade de produção quando o trabalho é voltado para as entidades sociais. “Para levantar uma produção em larga escala para doações como essas, necessitamos de trabalho coletivo, e essa demonstração de trabalho em equipe é algo visível nas oficinas de trabalho quando expomos que o fruto do que produzimos será destinado para uma instituição social. Isso nos gratifica como gestores. Saber que nosso trabalho está surtindo efeito positivo, que estamos contribuindo para a recuperação da dignidade das pessoas e obtendo êxito na bandeira da ressocialização, é muito gratificante para nós, como gestores”, destacou o diretor da Unidade Prisional.

O material utilizado na produção é fruto de doações de servidores, familiares de internos, organizações civis e entidades sociais e religiosas. Toda a linha de produção acontece dentro das unidades e, enquanto parte do material confeccionado é direcionado para entidades sociais, outra é entregue aos familiares dos detentos.

Wescley explicou que as entidades de Guarapari foram escolhidas com o apoio de personalidades locais, como forma de divulgar o trabalho realizado na cidade. “Sou morador de Guarapari, amo esse Município e percebi que chegou a hora de nossa cidade conhecer esse trabalho. Analisamos instituições, procuramos parcerias com amigos e personalidades locais para aquisição de matéria-prima e fomos prontamente atendidos. Nesse primeiro momento destinamos doações para a Pestalozzi e Creche Alegria. Mas, com fé em Deus, vamos atender outras entidades que também necessitam de apoio e ajuda para sobrevivência”, explicou o diretor.

Material produzido por detentos é doado para entidades sociais de Guarapari
Entre os parceiros de Guarapari que apoiam o trabalho realizado, estiveram presentes o vereador Max Junior (Avante) e o assessor da Sectides Gedson Merízio. O diretor da PSME I, Wescley Alves Frizzera (à direita), foi quem realizou a entrega.

Um dos parceiros do projeto que direcionou o amparo às entidades de Guarapari foi o Assessor de Projetos e Educação Profissional da Secretaria de Estado de Inovação e Desenvolvimento (Sectides), Gedson Merízio. “Todo trabalho para gerar dignidade para a vida do ser humano precisa ser reconhecido pela sociedade. Estamos valorizando o trabalho do diretor Wescley, que inspira e gerar essa dignidade para os internos em si e para a sociedade. Fico muito feliz de estar presente, isso me realiza porque essa iniciativa me encanta”, frisou Merízio.

Saiba como ajudar

Para saber mais sobre o trabalho e buscar formas para incentivar e ajudar a iniciativa, é possível entrar em contato com a equipe e com o diretor da Penitenciária Estadual de Segurança Média I (PSME I), através dos meios de contato institucionais. O telefone/Whatsapp é (27) 9998.1515 e o e-mail é [email protected]

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Manifestação Colorindo Sonhos

Guarapari: mães do Colorindo Sonhos manifestaram pelos direitos dos filhos especiais

As mães se reuniram no Centro da cidade e foram caminhando até a Câmara Municipal

crime-assassinato-empresario_hugo-jose_ramos-2022-05-17-Moment-cover-2

Polícia investiga imagens que mostram morte de empresário em Guarapari

Empresário Hugo José Ramos foi morto a tiros em frente à própria casa

Anúncio

Anúncio

audiencia-cmg-centropop-2022-05-17

Audiência apresenta reclamações de moradores da região norte de Guarapari sobre o Centro Pop

Moradores apontam aumento da insegurança após instalação do Centro de Referência da População de Rua na região

Fogo Boião

Incêndio destrói cerca de 45 mil metros quadrados de vegetação em Guarapari

Anúncio

300d0ed0-d7b4-11ec-9901-75f920446a17--minified

Vídeo: fogo atinge casa em Guarapari e assusta moradores da Praia do Morro

santuario de sao jose de anchieta - foto aerea isabela prefeitura

Prefeitura divulga programação da Festa Nacional de São José de Anchieta

Abertura acontece no dia 28 de maio

Anúncio