Anúncio

Morador denuncia ônibus cheio e passageiros sem máscaras em Guarapari

Diante da pandemia, um decreto foi publicado proibindo passageiros e funcionários dos coletivos de andarem sem máscaras

Por Aline Couto

Publicado em 27 de maio de 2020 às 13:51
Atualizado em 28 de maio de 2020 às 11:20

Anúncio

Foto: Reprodução/vídeo

Na tarde de ontem (26), um morador do bairro Santa Mônica, Guarapari, enviou uma filmagem realizada no ônibus da linha Centro X Praia de Setiba, por volta das 10h30 da manhã, onde pode ser visto o coletivo cheio e passageiros em pé. Segundo o usuário, alguns passageiros se encontravam sem máscaras.

“Eu fiz outras filmagens que se perderam. Na segunda-feira (25) eu saí de Santa Mônica em torno de 8h da manhã e retornei por volta das 13h, nos dois horários os coletivos estavam cheios. Ontem fui para o Centro umas 8h30 e voltei perto de 10h30, que foi quando filmei a situação que o ônibus e os passageiros se encontravam”, contou o denunciante, que pediu para não ser identificado.

Diante da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), o funcionamento do transporte coletivo municipal passou a ter determinações específicas, decretadas pela Prefeitura de Guarapari, para garantir maior segurança aos passageiros e funcionários, como o uso obrigatório de máscaras de proteção para todos.

Após a denúncia, a prefeitura e a Expresso Lorenzutti, empresa responsável pelo transporte coletivo do município, foram procuradas para um posicionamento diante da situação.

Segundo a prefeitura, o município não recebeu a denúncia sobre tal ocorrência. O órgão também informou que diariamente a Secretaria Municipal de Postura e Trânsito – Septran está com agentes nas ruas e têm realizado ações de fiscalização em diversas linhas e locais do município. “Sempre que é verificada alguma irregularidade a empresa é notificada pelo município”. 

E finalizou. “Será verificada se houve alguma alteração na oferta de horários do serviço desta linha, sem prévia comunicação à Prefeitura”.

A Expresso Lorenzutti informou não ter encontrado as imagens mostradas no vídeo do morador. “São muitas imagens e vários ônibus. Ainda não encontramos”.

No entanto, a empresa enfatizou que os motoristas e cobradores são orientandos para não permitirem o embarque de pessoas sem máscaras. “Infelizmente tem passageiros que dentro dos ônibus retiram as máscaras, falta de consciência. Os ônibus foram todos sinalizados com adesivo de advertência sobre a obrigação do uso de máscara. Mesmo com a baixa de 80% do número de passageiros, a empresa vem se adequando a essa nova realidade, para atender a todos os usuários sem transtornos”.

Atualização – 14h23

A Expresso Lorenzutti enviou nova nota sobre a denúncia do morador:

Não encontramos passageiros sem máscaras nas imagens checadas. Não identificamos as imagens que o reclamante passou em nossos monitoramentos. Neste caso, não sabemos se as imagens são mesmo de um dos nossos coletivos”.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Samarco ajuíza Recuperação Judicial para manter suas atividades de produção

Objetivo é equacionar endividamento financeiro para garantir proteção para ativos e postos de trabalho após retomada da produção em dezembro de 2020

Como-Montar-Uma-Clinica-Medica

Câmara de Guarapari aprova contratação de médicos e pagamento de auxílio aos profissionais de Saúde

Ambos projetos foram aprovados em unanimidade pelos vereadores presentes e seguem para sanção do Prefeito

Anúncio

Anúncio

policia_civil-delegacia-GRI

Polícia Civil prende em Guarapari suspeitos de roubo a postos de gasolina

O crime teria ocorrido no dia 7 de dezembro de 2021

kettle-bell-592905_640

TJES concede liminar para suspensão de Lei que considera atividades físicas como essenciais em Guarapari

Liminar visa suspender Lei Municipal nº4435/2021, que estabelece atividades ligadas à educação física como essenciais

Anúncio

50º-MAPA-DE-RISCO---12.04-a-18.04

Mapa de Risco: 42 cidades em Risco Extremo, incluindo Guarapari e Anchieta

Apenas dois municípios (Conceição da Barra e Ibitirama) estão classificados como de risco moderado

vacina 65 69 2

Agendamento para vacinar idosos de 60 a 64 anos contra Covid-19 abre segunda-feira (12) em Guarapari

Anúncio