Anúncio

Morador denuncia ônibus cheio e passageiros sem máscaras em Guarapari

Diante da pandemia, um decreto foi publicado proibindo passageiros e funcionários dos coletivos de andarem sem máscaras

Por Aline Couto

Publicado em 27 de maio de 2020 às 13:51
Atualizado em 28 de maio de 2020 às 11:20
Anúncio

Foto: Reprodução/vídeo

Na tarde de ontem (26), um morador do bairro Santa Mônica, Guarapari, enviou uma filmagem realizada no ônibus da linha Centro X Praia de Setiba, por volta das 10h30 da manhã, onde pode ser visto o coletivo cheio e passageiros em pé. Segundo o usuário, alguns passageiros se encontravam sem máscaras.

“Eu fiz outras filmagens que se perderam. Na segunda-feira (25) eu saí de Santa Mônica em torno de 8h da manhã e retornei por volta das 13h, nos dois horários os coletivos estavam cheios. Ontem fui para o Centro umas 8h30 e voltei perto de 10h30, que foi quando filmei a situação que o ônibus e os passageiros se encontravam”, contou o denunciante, que pediu para não ser identificado.

Diante da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), o funcionamento do transporte coletivo municipal passou a ter determinações específicas, decretadas pela Prefeitura de Guarapari, para garantir maior segurança aos passageiros e funcionários, como o uso obrigatório de máscaras de proteção para todos.

Após a denúncia, a prefeitura e a Expresso Lorenzutti, empresa responsável pelo transporte coletivo do município, foram procuradas para um posicionamento diante da situação.

Segundo a prefeitura, o município não recebeu a denúncia sobre tal ocorrência. O órgão também informou que diariamente a Secretaria Municipal de Postura e Trânsito – Septran está com agentes nas ruas e têm realizado ações de fiscalização em diversas linhas e locais do município. “Sempre que é verificada alguma irregularidade a empresa é notificada pelo município”. 

E finalizou. “Será verificada se houve alguma alteração na oferta de horários do serviço desta linha, sem prévia comunicação à Prefeitura”.

A Expresso Lorenzutti informou não ter encontrado as imagens mostradas no vídeo do morador. “São muitas imagens e vários ônibus. Ainda não encontramos”.

No entanto, a empresa enfatizou que os motoristas e cobradores são orientandos para não permitirem o embarque de pessoas sem máscaras. “Infelizmente tem passageiros que dentro dos ônibus retiram as máscaras, falta de consciência. Os ônibus foram todos sinalizados com adesivo de advertência sobre a obrigação do uso de máscara. Mesmo com a baixa de 80% do número de passageiros, a empresa vem se adequando a essa nova realidade, para atender a todos os usuários sem transtornos”.

Atualização – 14h23

A Expresso Lorenzutti enviou nova nota sobre a denúncia do morador:

Não encontramos passageiros sem máscaras nas imagens checadas. Não identificamos as imagens que o reclamante passou em nossos monitoramentos. Neste caso, não sabemos se as imagens são mesmo de um dos nossos coletivos”.

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Antônio Ribeiro

Qual praça de Guarapari o povo gostaria que fosse reformada?

Foto: Reprodução

Coronavírus: Guarapari registra mais três mortes e ultrapassa os 1.300 casos

A cidade totaliza 1.312 casos confirmados e 64 óbitos pela Covid-19

Anúncio
Anúncio
Imagem Ilustrativa | Foto: Reprodução

Artigo: Em tempos de pandemia, é possível reduzir a pensão alimentícia?

Renato Casagrande. Foto: Divulgação / Rodrigo Araujo

Governo do ES divulga atualização do Mapa de Gestão de Risco da Covid-19

O novo mapa, que terá vigência a partir de segunda-feira (13), classifica 41 municípios capixabas com risco “Alto” e 37 com risco “Moderado”

Anúncio
Imagem Ilustrativa | Foto: Pixabay

Anchieta e Alfredo Chaves promovem festivais delivery para apoiar comércio local

Em Anchieta, 16 estabelecimentos aderiram à novidade; Alfredo Chaves está em fase de inscrição dos restaurantes

Foto: Arquivo Pessoal

Creche Alegria completa 9 anos ajudando famílias em Guarapari

A instituição que, hoje, atende a 120 crianças, se mantém com o apoio de colaboradores

Anúncio