Anúncio

Moradora de Guarapari, Anne Mahin retorna à poesia ao lançar seu terceiro livro

Em entrevista ao folhaonline.es a autora falou sobre seu novo livro e as inspirações que a levaram a escrevê-lo.

Por Gislan Vitalino

Publicado em 9 de janeiro de 2021 às 14:31
Atualizado em 11 de janeiro de 2021 às 08:40

Anúncio

Autora de “Amarelo Ipê”, Anne Mahin. Foto: divulgação.

Depois do lançamento de “O que se esconde do sol” (contos, 2019) a autora Anne Mahin retorna à poesia com o livro “Amarelo do Ipê”, lançado no último semestre de 2020 pela editora Chiado.

Em “Amarelo do Ipê”, Anne Mahin passeia por versos livres e sonetos sem se afastar de sua essência poética cativante, já presente em seus livros anteriores. O livro reúne mais de 200 poemas nos quais a autora também presta homenagens a Guarapari e ao professor mineiro Rubem Alves, no poema homônimo ao livro.

Em entrevista ao folhaonline.es, Anne Mahin explicou que a inspiração do livro surge naturalmente a partir de momentos do cotidiano. “Surge do dia a dia, de conversas com amigos, de passeios por Guarapari, um filme a que assisto, livros que leio, uma lembrança, uma saudade, do muito que sinto e observo à minha volta”, explica.

Segundo a autora, quase todos os poemas presentes em “Amarelo do Ipê” são criações que surgem entre o segundo semestre de 2019 e o primeiro semestre de 2020. “A exceção é um único poema cujo título sinaliza o porquê de ele estar presente no livro de agora: ‘Luz do Ipê’, que já foi publicado, em 2018, no ‘Asas do Silêncio’, minha primeira obra literária”, contou. Mas há uma característica especial que une todos eles, que é o carinho da autora. “Não há mesmo como preferir uns a outros. Cada poema tem uma história que o faz especial”, afirma.

Foto: divulgação.

As características da vida cotidiana, causadoras da inspiração dos textos, são marcas presentes no livro. “Vida, morte, amor, desamor, paixão, saudade, solidão, infância são, dentre outros tantos, temas trabalhados nos versos. Apresento, nessa obra, os meus primeiros sonetos em decassílabos heroicos. Um deles é sobre Guarapari, nossa bela cidade”, conta a autora.

Confira abaixo um trecho do livro:

“Os dias iguais se repetem,
estendendo as horas
de ausência de vida.

Assim, em perplexidade,
anseio o que sempre tive
e lamento saudade
do que nunca me faltou.
Como não me dei conta
do que realmente importa?

 Eu, que acordava manhãs,
só agora desperto.”

Sobre a autora

Anne Mahin, nascida em Cambuquira, MG, escreve poemas, crônicas e contos. Publicou “Asas do silêncio” (poesia e prosa poética, 2018), “O que se esconde do sol” (contos, 2019) e “Amarelo do Ipê” (poesia, 2020), todos pela Editora Chiado. Seus textos integram várias coletâneas, com publicação no Brasil, em Portugal, em Moçambique e na Suíça. Lecionou Literatura durante dez anos. Atualmente reside em Guarapari (ES), onde também trabalha como Analista II efetiva do Tribunal de Justiça. Mantém no Facebook a página Anne Mahin – prosa e verso e perfil próprio no Instagram.

Ficha técnica:
Título: Amarelo do Ipê
Autora: Anne Mahin
Editora: Chiado
Páginas: 300

O livro está disponível para vendas em formato físico ou digital.

*Com informações de Assessoria – Anne Mahin.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Sine de Anchieta tem 46 vagas para moradores da região e oportunidades para Guarapari

As vagas são para os níveis fundamental, médio, técnico e superior

bazar_edicao_1

Projetos sociais de Guarapari realizam ações de solidariedade neste sábado (19)

Ações de bazar beneficente e cabide solidário visam ajudar famílias necessitadas de Guarapari

Anúncio

Anúncio

vacina_covid_guarapari_90

Guarapari abre agendamento da segunda dose de Coronavac para idosos acima de 60 anos

mortes covid2

Covid-19: número de óbitos em Guarapari chega 390; 15.201 pessoas já foram infectadas

Anúncio

Instrução APH

Militares da Força Tática de Guarapari participam da instrução de pré-hospitalar tático

coronavac-instituto-butantan

ES aguarda mais de 79 mil doses de vacinas da Coronavac e da Pfizer nesta quinta (17)

Anúncio