Anúncio

Moradores de Meaípe se unem e criam praça em área abandonada do bairro em Guarapari

A comunidade batizou de "Praça da Sereia" o espaço que vem sendo criado a partir de esforços coletivos

Por Nicolly Credi-Dio

Publicado em 5 de agosto de 2020 às 16:20
Atualizado em 6 de agosto de 2020 às 19:05
Anúncio
Os moradores gramaram o terreno, criaram canteiros com plantas e, aos poucos, estão adornando a nova praça. Foto: Leitor

Há aproximadamente um mês, moradores de Meaípe tomaram a iniciativa de transformar uma área abandonada do bairro em praça. Com a força de trabalho e a colaboração da comunidade, o espaço, localizado próximo à Igreja de Santana, que antes acumulava entulho, aos poucos tem tomado forma e já ganhou nome: “Praça da Sereia”.

Vinícius Brina Gramiscelli, presidente da Associação de Moradores de Meaípe, conta que tudo começou com a vontade de dar ao espaço um novo propósito e à comunidade o exemplo. “Meaípe é cheio de locais que acumulam entulho, esse lugar era um lixão e nós queríamos mudar a mentalidade da comunidade, dar o exemplo e mostrar que poderia se tornar um espaço bonito para nós”.

Em breve, o espaço receberá um parquinho e uma barra para exercícios. Ao fundo, a Igreja de Santana. Foto: Leitor

“A gente começou pedindo a ajuda do vereador Dito Xaréu para que as máquinas da prefeitura viessem aqui limpar o terreno e retirar os entulhos, depois começamos a colocar a mão na massa”, relata Vinícius. Pedindo ajuda de moradores e empresários locais, o grupo de cerca de 6 pessoas, que está à frente da iniciativa, conseguiu grama, mudas de plantas, telhas e madeira. Com isso, a praça começou a surgir.

Hoje, a área está completamente gramada, com canteiros, plantas, bancos e os primeiros itens de decoração: placas artesanais que transmitem mensagens de conscientização e mudança de hábitos. “Nós aproveitamos muitos entulhos para reutilizar na praça. Tábuas de madeira que encontramos viraram bancos, que eu mesmo estou fazendo. Um tanquinho que achei virou lixeira. A gente vai usando o que encontra”, explica o presidente da Associação de Moradores.

Tanquinho que foi transformado em lixeira e mesa com bancos, feita por Vinícius com materiais reaproveitados. Foto: Leitor

De acordo com Vinícius, a comunidade está satisfeita com a mudança, mas ainda há mais por vir. “Nós vamos colocar uma barra para exercícios lá. Um empresário nos ofereceu um parquinho, com duas gangorras e um escorregador, e agora estamos orçando os valores. Na empolgação, acabamos até investindo dinheiro em uma época que não está fácil para ninguém, mas é muito gratificante. Dá orgulho ver algo mais arrumado e bonito”.

Apesar de ainda não estar terminada, os moradores do bairro já batizaram a praça como “Praça da Sereia”. O nome é uma homenagem a uma antiga história de pescadores da região, que faz parte do folclore local. Em referência ao nome, o local receberá uma estátua produzida por uma artista plástica de Meaípe especialmente para a praça. Para Vinícius, a colaboração de cada um é o que torna a iniciativa possível. “O mais importante é ver a comunidade mais unida, apoiando essa ideia”, finaliza.

Confira o vídeo abaixo, que mostra o início do processo de reforma do espaço por moradores:

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio
Anúncio

Veja também

coqueiro-beco-da-fome (2)

Coqueiro é envenenado em Guarapari; comerciante que cultivava lamenta

Foto: Hamilton Garcia

Guarapari está entre os municípios que mais abriram empresas durante à pandemia

Anúncio
Anúncio
mulher

Qualificar ES abre 5.500 vagas em cursos on-line exclusivos para mulheres

Ailana Vilela_capa

“Força Local é uma oportunidade para estimular o empreendedorismo”, afirma gerente da Samarco

Anúncio
Imagem-ilustrativa-Reproducao-Freepik

Associação de Alfredo Chaves sorteia R$ 15 mil em prêmios

A “Campanha promocional de Natal” foi lançada na última terça-feira (17); o sorteio acontece dia 29 de dezembro

natal-solidario-adventista

Natal Solidário arrecada bombons e brinquedos para crianças em Guarapari

Iniciativa pretende reunir donativos para serem entregues às comunidades do Bico do Urubu e Lameirão; doações podem ser feitas até o dia 24 de dezembro

Anúncio