Anúncio

Moradores do Adalberto precisam passar a noite no posto local para terem atendimento em Guarapari

Por Sara de Oliveira

Publicado em 18 de outubro de 2019 às 15:52
Atualizado em 18 de outubro de 2019 às 15:52
Anúncio

Em alguns casos, os pacientes precisam chegar na fila as 19h do dia anterior para conseguirem ficha para a consulta.

Foto registrada na noite da última quarta-feira (16). Foto: Leitor.

Esta semana, recebemos reclamações dos moradores do bairro Adalberto Simão Nader sobre a dificuldade de atendimento na unidade de saúde local. De acordo com os relatos, os pacientes precisam passar a noite inteira em uma fila para conseguirem ficha de consultas no dia seguinte.

O aposentado Djalma Manoel da Silva, de 67 anos, é uma dessas pessoas. Ele conta que, na última quarta feira (16), chegou ao posto por volta de 19h, com o objetivo de ser atendido no dia seguinte. “Consegui ser o segundo da fila, por isso a consulta foi por volta de 8h da manhã. Isso é um desrespeito com a população”, declara.

Gleicianne de Paula também passou a noite no local. A moradora relata que chegou na fila às 21h, com o intuito de pegar uma ficha para a mãe. Segundo ela, a única forma de conseguir atendimento é abrindo mão do sono tranquilo. “Os funcionários de lá falam que não é preciso passar a noite, mas umas semanas atrás eu cheguei lá 3h da manhã e as fichas já tinham acabado, por isso fui mais cedo dessa vez”.

De acordo com Gleicianne, a mãe que buscava por um cardiologista, foi atendida às 9h30 do dia seguinte. “Isso é um absurdo. Eu me sinto frustrada, porque a gente precisa do médico e temos que passar por isso”.

Questionamos a prefeitura sobre a periodicidade da distribuição de fichas na unidade de saúde, a quantidade de médicos que atendem no local e qual será a providência do município diante do problema. A resposta foi enviada em nota.

“A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informa que o local é atendido por um médico e são distribuídas quinzenalmente 40 fichas de 15 em 15 dias. A Semsa informa que o município já está organizando o processo seletivo para a contratação de novos médicos, sendo que o bairro Adalberto será um dos contemplados com as novas contratações e a situação da quantidade de fichas será solucionada. Essa contratação se faz necessário, uma vez que o município não foi contemplado com o programa Mais Médico, do Governo Federal”

Anúncio
Anúncio

Veja também

marmita santa arinda

Comunidade de Santa Arinda pede doações para obra da associação do bairro em Guarapari

financiamento-habitacional

Advogada de Guarapari orienta sobre financiamento de imóveis diante da Covid-19

A despesa está entre as que podem ficar comprometidas pela diminuição ou ausência de renda

Anúncio
Anúncio
Foto: Divulgação / Hélio Filho (Secom)

Coronavírus: ES ultrapassa marca de mil leitos exclusivos para tratamento de infectados

Ao todo, são 1.065 leitos disponíveis, sendo 490 de UTI e 575 de Enfermaria

O projeto também divulgará o trabalho de artistas locais, que encontram dificuldades em manterem-se durante a pandemia. Foto: Divulgação

Coletivo transforma rede social em vitrine para pequenos negócios de Guarapari

O Sinestesia – Criatividade Coletiva decidiu usar o próprio perfil no Instagram, que conta com mais de mil seguidores, para evidenciar artistas e pequenos empreendimentos locais afetados pela pandemia

Anúncio
Foto: Reprodução

Coronavírus: Guarapari registra 10 novos casos e mais 5 curados

Ao todo, o município contabiliza 161 infectados; Desses, 116 já estão curados

Foto: Reprodução

Profissional da saúde com Covid-19 é encontrada trabalhando em Guarapari

Descumprir o isolamento é infração sanitária e pode ser enquadrado como crime contra a saúde pública