Anúncio

Novo concurso da PM e volta do BME: Governo do ES anuncia reestruturação das forças de segurança

Casagrande também anunciou fim da limitação de vagas de sargentos, indenização suplementar para PCES e duas Companhias Independentes do Corpo de Bombeiros

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 11 de agosto de 2021 às 18:00
Atualizado em 13 de agosto de 2021 às 09:44

Anúncio

Fotos: divulgação

O governador Renato Casagrande anunciou, nesta quarta-feira (11), novas medidas para a reestruturação das forças de Segurança Pública do Espírito Santo, incluindo Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros. Dentre as novidades anunciadas, destacam-se o retorno do extinto Batalhão de Missões Especiais (BME) e o anúncio de novo concurso para a Polícia Militar do Espírito Santo, com disponibilidade de 671 vagas.

O anúncio foi durante uma solenidade realizada no Palácio Anchieta, em Vitória. De acordo com o Governo do Estado, as medidas visam levar aos capixabas serviços de segurança mais eficientes, conforme as diretrizes do Programa Estado Presente em Defesa da Vida.

A maior parte da reestruturação das forças de segurança envolve a Polícia Militar do Espírito Santo (PMES). Foi autorizado um novo concurso público para preenchimento de 671 vagas, sendo 560 praças combatentes; 20 oficiais médicos; 20 oficiais dentistas; 5 oficiais farmacêuticos/bioquímicos; 2 oficiais médicos veterinários; 10 oficiais enfermeiros; 30 praças especialistas da saúde; 2 oficiais músicos e 22 praças músicos.

Para Casagrande, medidas representam avanço importante para a segurança pública.

Para o governador, as novidades representam um avanço na área de segurança pública. “Muita gente perde a vida por ação de grupos criminosos e por conta dos crimes de proximidade. Implantar uma cultura de paz é fundamental. Estamos dando um passo importante reestruturando as nossas três forças de segurança para que a gente tenha maior capacidade operacional”, afirmou.

A solenidade também anunciou o retorno do extinto Batalhão de Missões Especiais da Polícia Militar, o BME. Além do BME, Casagrande também falou sobre a elevação da Companhia Independente de Missões com Cães (CIOC) ao patamar de Batalhão e de uma nova divisão estratégica da Região Metropolitana, para facilitar o trabalho de definições estratégicas. “Vamos criar ainda Companhias Independentes em locais estratégicos, tanto da Polícia Militar quanto dos Bombeiros. Na Polícia Civil, estamos permitindo uma indenização para compensar a falta de efetivo. Tudo isso, garante ações para que a gente consiga mais resultados no enfrentamento ao crime”, pontuou Casagrande.

O coronel Alexandre Ramalho celebrou o anúncio das novas medidas

O secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ramalho celebrou o anúncio. “Hoje é dia de festejarmos essas conquistas históricas e importantes para a segurança pública, em especial a Polícia Militar, e agradecer ao governador Renato Casagrande, porque todos os assuntos inerentes à segurança pública são recebidos e têm a atenção dele”, disse.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Douglas Caus, destacou o volume de investimentos destinados para a pasta da Segurança Pública. “Esse é o Governo que mais investiu na Polícia Militar desde que entrei na Corporação e só faz isso quem tem visão do interesse público “, salientou.

Para o coronel Douglas Caus, medidas apontam uma gestão com visão do interesse público.

Ainda na estrutura da Corporação, o Comando de Polícia Ostensiva Metropolitano (CPOM) passa a ser dividido em duas unidades, uma responsável pelo comando do policiamento em Vitória e Serra, outra abrangendo os municípios de Cariacica, Vila Velha Viana e Guarapari.

Indo ao encontro das expectativas da tropa, o governador do Estado anunciou o fim da limitação para o quantitativo de vagas para a promoção de sargentos, contido na Lei Complementar nº 911/2019. A medida possibilita que mais militares estaduais sejam habilitados e qualificados para atuarem como sargentos.

Na Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), passa a ser permitida a aplicação de Indenização Suplementar de Escala Operacional (Iseo) em atividades como plantões nas Delegacias Regionais, o que, até então, era vedado.

O Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo (CBMES) passará a contar com duas Companhias Independentes, uma em Vila Velha e a outra na Serra. Além disso, o departamento administrativo da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (Cepdec) passou por reformulação.

*Com informações de Governo do Estado.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Pacientes não conseguem medicamento para tratamento de Parkinson em Guarapari

sequelas cirurgia8

Com sequelas devido a uma cirurgia, jovem de Guarapari precisa de tratamento e mãe pede ajuda

Anúncio

Anúncio

impostos-combustiveis-gasolina-2021-09-28

Para evitar aumentos, Governo do Espírito Santo congela imposto de combustíveis

processo_seletivo-2021-04-01

Anchieta abre seleção com remuneração de até R$9 mil

Inscrições acontecem nesta quinta (30) e sexta-feira (01)

Anúncio

coronavac-instituto-butantan

Covid-19: Guarapari realiza ação sem agendamento para imunização com a vacina Coronavac

retorno creche alegria (8)

Creche Alegria retorna as atividades em Guarapari

Por conta da pandemia, as crianças assistidas pela instituição mantiveram o contato com os profissionais por meio de redes sociais e realizavam as atividades em casa

Anúncio