Anúncio

Número de óbitos por Covid-19 voltou a subir em Guarapari em janeiro e fevereiro

Número de óbitos acontece devido ao recorde de casos confirmados, mas taxa de mortalidade (óbitos x contaminados) tem diminuído

Por Gislan Vitalino

Publicado em 5 de março de 2022 às 15:50

Anúncio

Óbitos Covid-19 Guarapari Vacina Painel Pandemia Mortes janeiro fevereiro 2022
Imagens: reprodução.

Os dois primeiros meses do ano de 2022 trouxeram um aumento do número de óbitos de vítimas da Covid-19 em Guarapari. Segundo os números do Painel Covid-19, o número de óbitos, que não passava de 14 desde junho de 2021, voltou a registrar 15 óbitos no mês de janeiro e 22 óbitos no mês de fevereiro.

Óbitos Covid-19 Guarapari Vacina Painel Pandemia Mortes janeiro fevereiro 2022
Número de óbitos voltou a subir em janeiro e fevereiro de 2022.

Ainda segundo os dados do Painel Covid-19, atualizado pela Secretaria de Saúde do Estado do Espírito Santo, o mês de janeiro de 2022 registrou o recorde de casos confirmados da doença desde o início da pandemia. Apenas em janeiro deste ano Guarapari teve 6.768 novos casos confirmados da doença. O mês que registrou o segundo maior número de casos foi março de 2021, quando a cidade teve 2.040 casos confirmados da doença.

Óbitos Covid-19 Guarapari Vacina Painel Pandemia Mortes janeiro fevereiro 2022
Janeiro de 2022 teve recorde do número de casos confirmados desde o início da pandemia.

Apesar do alto número de mortos, a comparação entre os dados mostra que a taxa de mortalidade por conta doença vem diminuindo drasticamente. Mesmo com o número recorde de casos confirmados em janeiro de 2022, o mês seguinte registrou 22 óbitos de vítimas da doença, o que mostra um aumento em relação ao mês anterior, mas uma notável diminuição da quantidade de mortos entre os pacientes infectados. No mês de abril de 2021, por exemplo, Guarapari registrou 76 óbitos pela doença, dentro de um número significativamente menor de casos confirmados no mês anterior, de 2.040.

Nésio Fernandes: mortalidade pode ser 56 vezes maior entre não vacinados

Em um levantamento apresentado pelo Secretário de Estado de Saúde, Nésio Fernandes, a análise do perfil dos óbitos registrados no Espírito Santo na primeira semana do mês de janeiro mostrou que 65% das vítimas de óbito possuíam esquema vacinal atrasado ou incompleto e 16% não receberam nenhuma dose da vacina.

“A taxa representa uma magnitude 56 vezes maior de chance de óbito entre pessoas não vacinadas do que entre pessoas com o esquema vacinal completo. Um número 30 vezes maior do que pessoas que tenham recebidos ao menos uma dose. É inegável o efeito na redução do risco de óbito e hospitalização nas pessoas com esquema vacinal completo”, afirmou Nésio em coletiva de imprensa realizada no mês de fevereiro.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

moto-rock-2022-4-1

Moto Rock agita Guarapari com o primeiro dia de sua 8ª edição

WhatsApp-Image-2022-08-01-at-13.22.36

Artigo: “Pais de Pet” – A tutela dos animais de estimação

Anúncio

Anúncio

ap22217686674430

Pesquisa Ipec revela a intenção de voto dos eleitores do ES para presidente

WhatsApp-Image-2022-09-21-at-20.11.11

AfroChaves conclui projeto com percussão, capoeira e show em Alfredo Chaves

Anúncio

WhatsApp Image 2022-09-23 at 15.40.48

Atletas de Guarapari garantem vagas para o Pan-Americano e Mundial de Canoa Havaiana

Conquista veio após vitória no campeonato nacional da modalidade

Moto Rock 2022 (9)

Guarapari: tudo pronto para a 8ª edição do maior evento motociclístico do Espírito Santo

O Moto Rock acontece durante este final de semana e tem expectativa de público de 30 mil pessoas

Anúncio