Anúncio

Polícia prende suspeitos de fornecerem maconha e haxixe para traficante de Guarapari

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 15 de outubro de 2021 às 11:09

Anúncio

Prisao fornecedores - Polícia prende suspeitos de fornecerem maconha e haxixe para traficante de Guarapari
Foto: PCES.

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Narcóticos (Denarc) de Guarapari, prendeu dois indivíduos suspeitos de fornecerem entorpecentes comercializados no município. As duas prisões ocorreram, na última quinta-feira (07), em cumprimento de mandados de prisão, fruto de investigações da Denarc.

Os levantamentos começaram depois que um homem de 22 anos foi preso em flagrante por policiais da Denarc, no bairro Santa Mônica, no dia 31 de agosto. A Denarc tinha informações de que o suspeito utilizava as redes sociais para oferecer entorpecentes e fazia as entregas no endereço definido pelo comprador, como uma espécie de delivery de drogas. O suspeito foi preso saindo de casa, e no carro dele foram apreendidos dois smartphones, um revólver calibre 38, um simulacro, uma ‘bola’ de haxixe, além de buchas de maconha e máquina para cartões.

“A partir dessa prisão, demos continuidade às investigações para descobrir quem era o fornecedor dos entorpecentes. Com as diligências, constatamos que havia duas origens distintas: a maconha vinha de um fornecedor, o haxixe, de outro”, explicou o titular da Denarc de Guarapari, delegado Guilherme Eugênio Rodrigues.

A investigação resultou em mandados de prisão temporária, que foram cumpridos pela equipe da Denarc. O suspeito de fornecer maconha tem 24 anos, e foi preso em casa, na Praia dos Adventistas, em Guarapari. No momento em que os policiais chegaram, ele tentou dispensar entorpecentes, jogando pela janela. Com apoio da equipe K9 do 10º Batalhão da Polícia Militar, as drogas foram recuperadas. Os policiais também apreenderam material de embalo de entorpecentes e um veículo blindado, usado pelo suspeito. Já o suspeito de fornecer haxixe tem 20 anos e foi preso no mesmo dia.

Os detidos foram encaminhados para o sistema prisional. A investigação segue em andamento na Denarc de Guarapari, com o objetivo de identificar outros envolvidos.

Texto: Camila Ferreira

*Com informações: PCES.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

procissao-maritima-8

Com shows e homenagens, Anchieta divulga a programação da tradicional Festa de São Pedro

Evento ainda vai contar com procissão marítima e celebrações religiosas

SHOW-DE-FISICA-2

Escola de Guarapari promove primeiro Show de Física e Astronomia

Ação buscou promover interação entre os estudantes, possibilitando que o conhecimento seja transmitido de uns para os outros

Anúncio

Anúncio

Pastor Raphael

Coluna Palavra de Fé: Encontros e despedidas

WhatsApp-Image-2024-06-23-at-11.17.05

Coluna Dom Antônio: Ruas sem placa alguma e numeração maluca são nossa triste realidade

Anúncio

MicrosoftTeams-image-1

Coluna Entenda Direito: Descubra como sua empresa pode vender para o Governo

Prefeitura-de-Guarapari

Guarapari mantém nota A no Tesouro nacional por qualidade de informação contábil

Índice foi divulgado no início da semana

Anúncio