Anúncio

População reclama de horário para solicitação de medicamentos

Por Carolina Brasil

Publicado em 21 de fevereiro de 2018 às 14:00
Atualizado em 21 de fevereiro de 2018 às 13:43
Anúncio

Usuários reclamam que não há expediente para solicitação no período da tarde.E, segundo a Prefeitura, isso será mantido.

De acordo com reclamações, enviadas à nossa redação, o horário determinado pelo município para formalização das solicitações de medicamentos de alto custo, no Centro Municipal de Saúde, não condiz com as necessidades da população. Isso porque só há atendimento de oito ao meio-dia, de segunda à quinta-feira. “Como faz uma pessoa que trabalha pela manhã e não pode sair em horário de serviço? Eu penso que não é a população que tem que se adequar ao serviço público, é o serviço público que deve se adequar a demanda da população” afirmou Neliana Vilela, administradora de empresas. Outros moradores ouvidos pedem que seja aberto um horário de atendimento no período da tarde.

Cartaz informa horário de atendimento. Foto: Leitor

 

Procurada, a Prefeitura de Guarapari informou que o horário, revisado em ocasião anterior, se mantém e destaca as informações em nota:

“No Centro Municipal de Saúde, situado entre os bairros Itapebussú e Muquiçaba, os contribuintes são atendidos de segunda à quinta, das 7h às 16h, com dispensação de medicamentos e atendimentos gerais. A formalização das solicitações de medicamentos de alto custo, a partir do dia 05/02/2018, poderá ser feita apenas no período da manhã, de 8h às 12h, sem intervalo de almoço. Não há expediente externo às sextas-feiras, que funciona apenas para verificação de documentação dos solicitantes, abertura de processos para aquisição e deliberações ao Estado.

Anteriormente, a abertura de processos na farmácia de alto custo era realizada apenas no período da tarde, de 12h às 15h, um período mais curto que o atual. Esta reorganização do horário se deu após verificar-se que o período da manhã possuía maior fluxo desta demanda, ou seja, maior procura por abertura de processos de aquisição. Assim, o período da tarde é reservado aos trabalhos internos de análise e organização criteriosa da documentação apresentada pelos solicitantes para a formalização do procedimento e encaminhamento ao Estado, no dia seguinte, objetivando a celeridade na aquisição dos medicamentos. Tal procedimento é de extrema importância para que não haja falha nos processos, de modo a inviabilizar ou atrasar a aquisição e, consequentemente, a dispensação dos medicamentos aos pacientes.

Documentos necessários para abertura de processo: CPF / Comprovante de residência / Cartão SUS / Laudo Médico Especializado / Prescrição médica / Laudo relatando sobre a doença / Exames comprobatórios da doença. No caso de procuração, retirar o modelo na farmácia”.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

Ambulante em Anchieta

Anchieta começou hoje (4) cadastro de ambulantes para atuar no verão

Cadastramento começou hoje (2) e vai até a próxima terça-feira (8)

chuva

Inpe emite aviso de chuvas fortes e vendaval para as cidades de Alfredo Chaves e Anchieta

Temperaturas seguem altas, entretanto

Anúncio
Anúncio
CasadeApoio

Casa de Apoio completa um mês com 70 famílias atendidas em Guarapari

A ONG “Amigos no Bem” inaugurou a Casa de Apoio Matheus Garcia no dia 31 de outubro

CTPS-VAGAS

Empresa de móveis tem vagas de emprego em Guarapari e Vitória

Vagas são para Projetista, Montador e Auxiliar Administrativo

Anúncio
salva vidas1

Ação solidária busca ajudar família de salva-vidas de Guarapari

O futevôlei solidário acontece amanhã (05) na Praia do Morro

fachada jayme

ES: Hospital abre mais de 140 oportunidades de emprego

Anúncio