Anúncio

Prefeito atribui atraso na entrega do hospital de Guarapari a falta de repasse federal

Por Aline Couto

Publicado em 23 de fevereiro de 2021 às 11:49
Atualizado em 24 de fevereiro de 2021 às 11:13

Anúncio

Foto: Folha Online.

Na manhã desta terça-feira (23), o prefeito de Guarapari, Edson Magalhães, e os sócios proprietários da empresa Asle Construtora Ltda, responsável pela construção do Hospital e Maternidade Cidade Saúde, Sérgio Moura e Ângelo Borini, deram uma coletiva de imprensa para falar sobre o atraso na entrega da obra concluída.

De acordo com o chefe do executivo, a obra está 55% concluída e a entrega, que estava prevista para março deste ano, não será possível devido ao atraso no repasse da verba por parte do Governo Federal. “Nosso tão sonhado hospital irá acontecer, mas para isso precisamos que o repasse da União chegue até nós. A contrapartida do município está em dia, inclusive, hoje, estou adiantando cerca de R$ 1,5 milhão para que possamos seguir em frente dentro do possível”.

Edson contou que, segundo o Ministério da Saúde, o repasse ainda não foi feito para a Caixa Econômica Federal em função do orçamento não ter sido aprovado pelo Congresso Nacional. “Temos medições prontas desde novembro do ano passado aguardando esses valores. Contratamos um novo projeto elétrico, com maior tecnologia, e atualizamos o sanitário. Estamos firmes, a previsão de entrega era para março, mas infelizmente aconteceu essa situação e não podemos fazer nada. Espero que tudo possa ser aprovado o mais rápido possível “.

Segundo o prefeito, até o momento, foram investidos pelo Governo Federal e Prefeitura de Guarapari, mais de R$ 10 milhões, e que ainda devem ser investidos cerca de R$ 15 milhões.

“O município está cumprindo a parte que cabe a ele. Nós temos um terreno para vender em Nova Guarapari que 50% do valor será usado para equipar o hospital caso o Governo do Estado for fazer a gestão, conforme já fui procurado. E também já fomos procurados por mais de sete organizações sociais para Parceria Público-Privada – PPP para gerir o hospital. Se gestão for desta forma, todos os equipamentos serão adquiridos pela empresa gestora e 100% do valor da venda do terreno será para fazer obra de estrutura na cidade”.

Empresa Asle

Foto: Prefeitura de Guarapari.

De acordo com os representantes da construtora, no local já foi executada toda a recuperação estrutural e os reforços. Já estão finalizadas 70% das paredes, os três elevadores na totalidade e 95% de toda fase inicial da edificação principal. “Essa é uma das etapas mais delicadas da obra. E, diante da pandemia, os preços dos materiais estão muito elevados, alguns itens tiveram até 300% de acréscimo. Fora a dificuldade em outros itens, como o aço. Entre a escolha, a compra e a chegada, são 30 dias após o pagamento. Atrasa tudo. Atualmente estamos na fase de acabamentos: elétrico, hidráulico, pisos, azulejos, pinturas e pavimentação. Mas não temos como prever uma data certa de finalização sem o repasse do governo”.

Previsão de entrega

O prefeito Edson disse que não irá estabelecer um novo prazo de inauguração do Hospital e Maternidade Cidade Saúde, mas informou que acontece ainda este ano.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

mapa-de-risco-05032021

47º Mapa de Risco Covid-19: Piúma deixa risco alto e Guarapari segue em risco moderado

Nas redes sociais, Renato Casagrande alertou a população para a necessidade de cumprir os protocolos sanitários e de distanciamento

cv__2918_claudio_vieira

Projeto social de Guarapari promove festival de pipas no bairro Kubitschek

O projeto, criado por quatro amigos, existe há um ano e meio

Anúncio

Anúncio

fiscalizacao_procon_consumidor

Representante de Consórcio em Guarapari é notificado por fraude

Segundo denúncias, consumidores são enganados e levados a assinar contrato de consórcio

PC e PM

Ação conjunta prende suspeitos de homicídio em Guarapari

Anúncio

Cirurgia Pietra2

Em Guarapari, pais agradecem ajuda para cirurgia da filha com tumor no olho

A cirurgia foi bem sucedida e Pietra já está em casa

Debate-dos-Vereadores-sobre-Projeto-de-Incentivos-Fiscais_

Projeto de lei de incentivos fiscais busca retomar crescimento da economia em Anchieta

Apresentado por Renato Lorencini e outros vereadores, projeto visa conceder incentivos fiscais a empresas que instalarem ou ampliarem plantas industriais, comerciais ou de serviço no município

Anúncio