Anúncio

Professora de Anchieta recebe Prêmio Educador Transformador por criação de álbum de figurinhas antirracistas

O projeto foi criado em 2022, na época da Copa do Mundo

Por Aline Couto

Publicado em 25 de maio de 2024 às 12:00

Anúncio

WhatsApp Image 2024 05 14 at 15.16.29 - Professora de Anchieta recebe Prêmio Educador Transformador por criação de álbum de figurinhas antirracistas
Fotos: divulgação.

Uma ideia inovadora da professora de História da Rede Municipal de Ensino de Anchieta, Núbia Barcelos, rendeu a educadora um prêmio pelo projeto.

Com o objetivo de formar um ambiente de aprendizado inclusivo, Núbia criou um álbum de figurinhas antirracistas com personalidades negras do cenário mundial, nacional, estadual e municipal. “Ao destacar figuras negras proeminentes, quis mostrar aos alunos que a história não é apenas feita por um grupo seleto de pessoas, mas por uma diversidade de indivíduos cujas contribuições moldaram o mundo em que vivemos”, enfatizou.

O projeto foi criado em 2022, na época da Copa do Mundo, quando as crianças se distraiam com o álbum de figurinhas dos jogadores do mundial. “Estávamos organizando a Semana da Consciência Negra, e no mesmo período acontecia a Copa do Mundo. Os alunos todos envolvidos em trocar figurinhas e preencher o álbum, o que vinha atrapalhando as minhas aulas e dificultando o desenvolvimento do projeto da semana da conscientização. Foi quando surgiu a ideia de unir as duas coisas, transformar as figurinhas da copa em figurinhas de personalidades negras com destaque na história, com mesma estrutura e designer que as da copa para trabalhar nas salas de aula”, explicou.

O trabalho de Núbia foi realizado com crianças de 11 a 13 anos, do 6º e 7º ano. A educadora fez cada figurinha com informações da personalidade retratada, foi entregando as figurinhas para os alunos e lendo as informações para que eles pudessem adivinhar de quem estava falando.

“E para minha surpresa eles não sabiam, por exemplo, quem era o Mestre Valentim de Jongo da Comunidade de São Mateus, em Anchieta, e da influência do Jongo na formação da cultura do município, o que foi trabalhado posteriormente. Outro exemplo é Machado de Assis, fundador da Academia Brasileira de Letras, que eles não sabiam que era negro. O envolvimento dos alunos no projeto foi muito grande, eles começaram a ter uma visão diferenciada da nossa cultura e história”.

Pelo trabalho prestado para a educação do município de Anchieta, o projeto da professora recebeu uma moção de reconhecimento no Prêmio Educador Transformador, do Sebrae Espírito Santo.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

WhatsApp-Image-2023-10-10-at-16.24.33-1024x768

Incubadora do IFES Guarapari oferta últimas vagas para curso gratuito de Impressão 3D

Inscrições podem ser realizados on-line e vão até dia 23

casa-sinestescia-2024

Seminário debate cultura e inteligência para o turismo de Guarapari

Evento acontece nesta quarta (19) na Casa Sinestésica

Anúncio

Anúncio

WhatsApp-Image-2024-06-18-at-10.47.46

Polícia prende suspeito de estuprar criança de 9 anos em Guarapari

Crime aconteceu no dia 15 de maio

whatsapp-image-2024-06-14-at-16-37-17

Guarapari conquista bronze na premiação Cidade Empreendedora do Sebrae

Reconhecimento premia cidades que incentivam o empreendedorismo

Anúncio

WhatsApp-Image-2024-06-17-at-10.47.38

Polícia prende dois empresários por suspeita de envolvimento com comércio clandestino de carnes em Guarapari

Ação também interditou duas empresas

ce70bba0-29c7-11ef-895e-9d65eb610057-minified

Remoção das cabines de pedágio da Terceira Ponte começam nesta segunda (17)

Segundo o governador, em breve as cabines da Rodovia do Sol, em Guarapari, também serão removidas

Anúncio