Anúncio

Projeto com aulas gratuitas de luta é retomado em Guarapari

Por Pedro Henrique Oliveira

Publicado em 29 de setembro de 2022 às 10:57

Anúncio

WhatsApp Image 2022 09 29 at 10.08.00 - Projeto com aulas gratuitas de luta é retomado em Guarapari
Fotos: Arquivo Pessoal

Em 2018, o Projeto Arcanjos passou a oferecer aulas gratuitas de jiu-jitsu no bairro Santa Mônica, em Guarapari, e chegou a atender mais de 130 crianças e jovens. No entanto, com a chegada da pandemia e a falta de patrocínio, o projeto teve que ser parado. Este ano, o projeto retornou com novas modalidades.

A ideia de criar o projeto surgiu através de um sonho. Anderson Soares, conhecido como Tio Gordo, fundou a organização para dar oportunidade a outros jovens de alcançarem o que ele não conseguiu.

Aos 24 anos, Anderson obteve uma classificação para treinar jiu-jitsu nos Estados Unidos, mas um acidente interrompeu seus planos. “Depois desse acidente, precisei ficar dois anos de cadeira de rodas. Mas eu nunca vi isso com um copo vazio, hoje me realizo no projeto dando aulas do projeto, vendo o brilho nos olhos dos atletas”, contou.

Hoje, o Arcanjos foi retomado, após receber o apoio da Associação Amigos do Dr. Rogério, e passou a oferecer aulas gratuitas não só de jiu-jitsu, mas também de MMA e Capoeira.

“Fizemos uma parceria para voltar a oferecer as aulas gratuitas. Eles estavam sem materiais, e o projeto ia acabar. A associação forneceu os materiais e o projeto vai voltar”, explicou o presidente da Associação, Carlos Eduardo Saadi, o Kadu.

WhatsApp Image 2022 09 29 at 10.08.00 1 - Projeto com aulas gratuitas de luta é retomado em Guarapari

O fundador do projeto comemorou a parceria. “Fiquei muito triste quando fechamos, mas graças a Deus, estamos retomando as aulas, os alunos estão retornando com o apoio da Associação Amigos do Dr. Rogério”, disse Anderson. O treinador conta também com o auxílio da esposa Jocilene, a Tia Jo, na organização do projeto. O local ainda arrecada outros materiais de luta, como quimonos e faixas para ajudar as crianças.

Anderson ainda destacou o importante impacto que o projeto tem tido na formação dos jovens da região. “Uma professora de uma escola da comunidade estava com um dos alunos para ser expulso, e me chamou para levar ele para o projeto. Após três meses, ela me chamou para falar sobre ele e parabenizou o aluno porque ele mudou muito”.

Para ele, a chave do sucesso é o respeito que o esporte proporciona para os atletas. ”Ele sabe que ele é um atleta. Existe uma forma de hierarquia não só no tatame, mas na escola também”.

O Arcanjos está com vagas abertas e irá distribuir, a partir do dia 10 de outubro, novas fichas de inscrição para os interessados em participar do projeto.

Mais informações:

Projeto Arcanjos

Rua Caravelas, 23 – Santa Mônica, Guarapari

WhatsApp: (27) 99961-4102

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

20240416_223343545_iOS

Amigos e familiares se reúnem para momento de oração pela recuperação de Matheus Louzada

Criança de 3 anos está internada em estado grave

WhatsApp Image 2024-04-17 at 10.00.58

Polícia prende homem que se passava por dentista em Guarapari

O consultório odontológico clandestino onde o homem atuava foi interditado e ele foi encaminhado ao Centro de Triagem de Viana (CTV)

Anúncio

Anúncio

WhatsApp Image 2024-04-15 at 08.55.48

Criança de Guarapari precisa de doação de sangue com urgência; veja como ajudar

Grupo de amigos e familiares irá realizar momento de oração na noite desta terça (16)

IMG_7712

Empresa retoma operação de estacionamento rotativo e cobra prefeitura de Guarapari por investimentos realizados

Serviço voltou a operar nesta terça após 30 dias de suspensão

Anúncio

titulo-de-eleitor-2024

Eleições 2024: prazo para regularizar título ou tirar primeira via termina em maio

Veja como consultar a situação eleitoral

praia-do-morro-28dez22

“Não tem projeto”, diz subsecretário estadual Gedson Merizio sobre engordamento da Praia do Morro

Gedson afirmou que antes de qualquer decisão, o Governo do Estado ouvirá a população

Anúncio