Anúncio

Rede: O Partido da Marina em Guarapari

Por Glenda Machado

Publicado em 4 de fevereiro de 2016 às 19:56
Atualizado em 4 de fevereiro de 2016 às 19:56

Anúncio

Agora é oficial. O Partido de Marina Silva chegou a Guarapari. A Rede Sustentabilidade oficializou o seu “coletivo” municipal em 23 de janeiro. E na primeira reunião já traçaram algumas metas para as eleições deste ano. A ideia é lançar pelo menos oito candidatos a vereador e já rolou até convite para indicar vice em chapa de prefeito.

“A Rede é um partido com o qual me identifico, principalmente pela figura da Marina Silva. Nunca tinha militado antes por partido nenhum. Na Rede foi a primeira vez que fiz um trabalho de recolher assinaturas em 2013. Na época consegui umas 400 assinaturas na cidade e região. Hoje, estamos com 20 filiados e captando novos integrantes até março”, explica o porta-voz da Rede em Guarapari, Wilcler de Carvalho Lopes.

“Porta-voz” é como chamam o presidente do partido. Na Rede são dois porta-vozes, sendo sempre um homem e uma mulher. No caso, quem está ao lado de Wilcler é a Mônica Merízio. Embora tenham surgido rumores de que ele concorreria à cadeira de vereador, o porta-voz garantiu que não é candidato.

“Hoje não sou candidato. A Mônica é um forte nome. Também temos um convite para ser vice na chapa de Gedson Merízio (PSB). Entendemos que é um partido que também caminha e luta por essa nova política, pela sustentabilidade, pelas questões sociais, pela atuação nas comunidades de base”.

Guarapari pode repetir a aliança que aconteceu em nível nacional em 2014. Quando a ex-senadora Marina teve o registro negado em sua primeira tentativa de oficializar a Rede em 2013 e não pode concorrer às eleições, acabou se aliando estrategicamente ao PSB. O grupo foi conquistando força política e o registro foi concedido em 22 de setembro de 2015.

marina“Marina é candidata à Presidência em 2018. É uma liderança de credibilidade e que quer uma nova política. Tanto é que não somos um partido de esquerda, nem de direita. Ela diz que estamos à frente. Isso porque os partidos de esquerda e de direita já tiveram a sua chance, agora é hora de darmos um passo à frente e já temos o apoio de pelo menos 20 milhões de brasileiros”, destaca Wilcler.

No Espírito Santo, o porta-voz estadual é o Gustavo De Biase. Ele participou da reunião e ressaltou a importância de Guarapari no cenário político do estado. “A Rede nasceu para fazer uma nova política. E Guarapari é uma das cidades capixabas mais importantes, até pelo seu potencial turístico nacional e internacional. Precisamos da sustentabilidade não só no meio ambiente, mas na política, na economia, na educação, em todas as áreas de uma gestão”, afirma Gustavo.

 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

violao_e_cordas_reproducao-2021-06-12

Beatles é repertório para concerto de violão e cordas em Guarapari na noite de hoje (12)

Concerto acontece na antiga Igreja Matriz, às 18h

arrtigo_direito-2021-06-12-1

Artigo: a atuação de pessoas negras no judiciário brasileiro

Anúncio

Anúncio

recanto_da_sereia-2021-06-12-1

Cansados de ver lixo, moradores de Guarapari limpam rua por conta própria

Moradores do bairro Recanto da Sereia realizaram mutirão para limpar local de descarte inadequado de lixo

Praia do Morro em tarde nublada. Previsão de chuva.

Fim de semana dos namorados seguirá frio em Guarapari

Anúncio

expresso_lorenzutti-onibus_saude

Sindicato afirma: 100% dos ônibus voltam a circular em Guarapari na segunda-feira (14)

vacinacao_50-mais-gri2021-06-12

Covid-19: Guarapari abre agendamento para pessoas acima de 50 anos e profissionais da educação

Anúncio