Anúncio

Restaurante de Guarapari faz doação para hospital libanês destruído por explosão

O restaurante Tarboush doou todo o dinheiro arrecadado a partir da venda dos doces árabes a um hospital atingido pela explosão no porto de Beirute, em agosto

Por Nicolly Credi-Dio

Publicado em 10 de novembro de 2020 às 11:00
Atualizado em 10 de novembro de 2020 às 11:00

Anúncio

Com os doces, Rami conseguiu arrecadar mais de mil dólares para o hospital. Foto: Arquivo Pessoal

No dia 04 de agosto, uma explosão no porto de Beirute, no Líbano, causou a morte de mais de 150 pessoas e deixou aproximadamente 4 mil feridos, além de milhares de desabrigados. Devido à tragédia, bairros foram devastados e dezenas de hospitais ficaram destruídos. Um deles foi o Lebanese Hospital Geitaoui, para o qual o morador de Guarapari Rami Jrab doou uma quantia de mais de mil dólares arrecadada com a venda de doces árabes produzidos no restaurante Tarboush.

Rami Jrab, proprietário do restaurante Tarboush, situado no Centro de Guarapari, é libanês e vive no município há quase seis anos. Ao assistir a tragédia que abalou o país onde vive a família, resolveu encontrar uma maneira de ajudar. “Mesmo estando longe, senti muito pelo que estava acontecendo. Vi tudo quebrado e quis ajudar de algum jeito”, relatou.

Foi assim que surgiu a ideia de reverter todo o dinheiro obtido através das vendas dos doces árabes, entre os meses de agosto e setembro, em doação para um dos hospitais devastados pela explosão, o Lebanese Hospital Geitaoui. “Os clientes vieram comprar os doces para nos ajudar e conseguimos fazer a doação de mais de mil dólares para o hospital”, contou Rami Jrab.

Assim, em outubro, o hospital recebeu a quantia de US$1.050,00, o equivalente a mais de R$5.640, arrecadados pelo restaurante Tarboush. O pai de Rami, que vive no Líbano, foi o encarregado de entregar a doação, que foi recebida com muita gratidão pela instituição. A direção do hospital agradeceu ao generoso suporte e escreveu à Jrab informando que a doação será utilizada na reconstrução da unidade de diálise.

O pai de Rami, que vive no Líbano, foi o encarregado de entregar a doação.

Aqui no Brasil, o empresário comemorou a possibilidade de ajudar a instituição. “Fiz pouco, mas é muita coisa pra mim. Fico feliz em saber que os pacientes terão mais conforto, agora. Isso é muita coisa, estou muito satisfeito em ajudar”.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

foto_casa_abertura_antonio_ribeiro

Um Problema em Guarapari

marearea_equipe_preparacao

Equipe de canoa havaiana de Guarapari conquista 4° lugar em prova nacional

A equipe ficou posicionada em quarto lugar da categoria OC6 Mista no desafio “Do Leme ao Pontal”, na orla do Rio de Janeiro

Anúncio

Anúncio

agencia-banestes

Procura por crédito imobiliário do Banestes cresce 300%

A demanda teve crescimento de 300% em 2020, quando comparado a 2019, e segue aquecida nos primeiros meses de 2021

planalto_obras

10 vias do Bairro Planalto em Anchieta recebem obras de pavimentação e drenagem

Obra contempla aproximadamente 4 km de drenagem e pavimentação no bairro

Anúncio

sinestesia-3

Sarau virtual vai apresentar artistas da periferia de Guarapari

O objetivo é de fomentar a cultura e o potencial artístico de dentro dos bairros de periferia de Guarapari

casagrande_transmissao-1

ES vai distribuir teste rápido mais eficaz para covid-19 com resultado em 30 minutos

Novos testes vão agilizar o atendimento de pacientes suspeitos

Anúncio