Anúncio

Roda de conversa em Guarapari propõe mais respeito e amor no trânsito

Por Gislan Vitalino

Publicado em 12 de outubro de 2021 às 15:00

Anúncio

Roda de conversa em Guarapari propõe mais respeito e amor no trânsito
Imagem: divulgação.

Nesta sexta-feira (15), a Associação de Amigos e Protetores do Patrimônio de Guarapari realiza um encontro com palestra e roda de conversa com o tema “Por um Trânsito Mais Humano e Seguro”, com Genilson Simões, especialista em Direito do Trânsito que, por 15 anos, atuou como chefe no Ciretran em Guarapari, quando foi também responsável pela campanha “Guarapari Pela Paz”.

Segundo Genilson, o momento será de diálogo e conscientização sobre a importância de pensarmos da responsabilidade e do afeto no trânsito. Ele explica que, além da obrigação legal de algum nível de educação formal para a habilitação de motoristas, é necessário entender que essa educação precisa se refletir em capacidade de compreensão, respeito e amor.

“Para termos um trânsito mais seguro, não basta que os condutores saibam ler e escrever. É preciso que se tenha respeito e amor, sendo esse amor pela própria vida, à vida do próximo e inclusive amor pelo patrimônio e bens materiais”, contou Genilson.

Um dos exemplos claros dessa relevância é o do comportamento em relação à legislação que proíbe a condução sob efeito de álcool e outras drogas, mas que a sociedade apenas fiscaliza o uso de álcool. “Nós nos atentamos apenas a isso, esquecendo que existe a possibilidade de que o condutor que venha a causar um acidente esteja também entorpecido por outras drogas. A educação no trânsito não pode ser só para cumprir a lei, mas para entender a responsabilidade e as consequências da direção”, explicou.

A atividade é promovida pela Associação de Amigos e Protetores do Patrimônio de Guarapari. A coordenadora da associação, Márcia Fonseca, conta que esse compromisso para o trânsito se reflete na responsabilidade para com a cidade, seus recursos e seus patrimônios. “O trânsito é essencial em uma cidade turística como Guarapari, pois o fluxo de pessoas, bens e serviços dependem substancialmente da condição de circulação. Para termos uma cidade boa para se morar, boa para o turismo, precisamos de uma cidade com o trânsito mais humano e seguro”, pontuou.

O evento se insere no circuito de palestras promovidas pela Associação, com o objetivo de despertar nos cidadãos o carinho por Guarapari, pela preservação dos patrimônios e conhecimento sobre a história do município. “A valorização do patrimônio histórico cultural de Guarapari é a valorização da identidade que molda os nossos cidadãos. Por isso, preservar as paisagens, as obras de arte, as festas populares, a culinária ou qualquer outro elemento cultural de um povo, é manter a identidade desse povo”, contou Márcia.

Após a atividade de sábado, a Associação também realizará um evento semelhante com o tema Guarapari Indígena, no dia 30 de outubro.

Palestra e Roda de Conversa “Por um Trânsito Mais Humano e Seguro”
Realização:
Associação de Amigos e Protetores do Patrimônio de Guarapari;
Palestrante:
Genilson Simões;
Data:
Sexta-feira, 15 de outubro;
Hora: 19h;
Local: Hotel Atlântico Guarapari.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

governador_casagrande_visita_meaipe-2022-01-29-02

Governador visita obras em Meaípe e destaca importância para o turismo em Guarapari e no ES

92mapa-de-risco-covid-19-2022-28

Alfredo Chaves e Anchieta voltam ao Risco Moderado no 92° Mapa de Risco Covid-19

Confira o que muda a partir da vigência do novo mapa nos municípios

Anúncio

Anúncio

vacina-criancas-2022-covi

Vacina de crianças contra Covid-19 também poderá ser agendada neste sábado (29), em Guarapari

vacina crianças1

Guarapari realiza nesse sábado (29) um mutirão de vacinação para crianças e adolescentes

Anúncio

cafe-de-la-musique-guarapari-es-reveillon

Após acordo judicial, Café de La Musique é autorizado a funcionar nesta sexta (28), em Guarapari

Boate-Poa

Shows e eventos sociais no ES estão liberados independente da classificação de risco

Bares e restaurantes terão que exigir o comprovante de vacinação dos clientes, mas não terão restrição de horário de funcionamento

Anúncio