Anúncio

Roda de conversa resgata história de quilombos e pessoas escravizadas de Guarapari

Encontro acontece nesta segunda-feira (28)

Por Gislan Vitalino

Publicado em 26 de março de 2022 às 17:21

Anúncio

Roda de conversa resgata história de quilombos e pessoas escravizadas de Guarapari

Na próxima segunda-feira (28), a Associação Amigos do Patrimônio de Guarapari (Amig)vai realizar uma palestra e roda de conversa com o tema “Da Escravidão Colonial aos Remanescentes de Quilombos: uma História Pouco Conhecida de Guarapari”, com doutoranda e mestre em História pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Thiara Bernardo Dutra.

Para a palestrante, o momento é uma oportunidade de conhecer e resgatar a história do município. “Nossa cidade tem suas origens no passado colonial, e iniciativas como essa despertam o interesse, contribuem para o debate e para a geração de conhecimento”, destacou a pesquisadora.

Roda de conversa resgata história de quilombos e pessoas escravizadas de Guarapari
Foto: reprodução/redes sociais.

Ela afirma ainda que o momento vai apresentar um conjunto de documentos inéditos que revelam um mercado de compra e venda de pessoas escravizadas em Guarapari. “Na palestra, vou falar sobre as revoltas de escravizados, que ocorreu alguns anos antes da Independência do Brasil, conhecida como a ‘República Negra’. Também destaco a presença de comunidades quilombolas no município de Guarapari, a exemplo de Alto Iguape, Mocambo e Jacarandá, que representam esse capítulo da nossa história”, explicou Dutra.

Roda de conversa resgata história de quilombos e pessoas escravizadas de Guarapari

O evento acontece nesta segunda-feira (28), às 17h30, na Escola Estadual Dr. Silva Mello. Para participar, é preciso se inscrever previamente pelo telefone (27) 9 9725.2933.

Amigos do Patrimônio de Guarapari

A atividade se insere no ciclo de atividades promovido pela Associação Amigos do Patrimônio de Guarapari (Amig). A cada 15 dias, a Associação propõe o debate sobre temas que visam despertar conhecimento e carinho dos cidadãos de Guarapari pela cidade. “Verificamos que a falta de identificação entre o morador e a cidade é um dos fatores responsáveis pela degradação de muitos espaços, o que reforça a importância do processo educativo, (que os Amigos do Patrimônio vêm realizando através das rodas de conversa) voltado ao patrimônio que tem por objetivo estabelecer relações entre os cidadãos e o patrimônio, cultura e turismo” afirma a presidente da Amig, Márcia Fonseca.

“Com estas palestras a Associacao Amigos do Patrimonio, vem trabalhando a história local para envolver os participantes. Ouvindo os testemunhos, participando do debate e conversando sobre os temas, os cidadãos passam a desenvolver o sentimento de pertencimento pela cidade de Guarapari, sua historia e sua vocação turística”, conclui Márcia.

A palestrante, Thiara Dutra, também enfatizou a importância de ações do tipo. “Aprender a nossa história é essencial para gerar pertencimento e promover iniciativas de preservação dessa história e de seus patrimônios materiais e imateriais que ainda resistem. Parabéns a todas as pessoas envolvidas nesse projeto!”, destacou.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

moto-rock-2022-4-1

Moto Rock agita Guarapari com o primeiro dia de sua 8ª edição

WhatsApp-Image-2022-08-01-at-13.22.36

Artigo: “Pais de Pet” – A tutela dos animais de estimação

Anúncio

Anúncio

ap22217686674430

Pesquisa Ipec revela a intenção de voto dos eleitores do ES para presidente

WhatsApp-Image-2022-09-21-at-20.11.11

AfroChaves conclui projeto com percussão, capoeira e show em Alfredo Chaves

Anúncio

WhatsApp Image 2022-09-23 at 15.40.48

Atletas de Guarapari garantem vagas para o Pan-Americano e Mundial de Canoa Havaiana

Conquista veio após vitória no campeonato nacional da modalidade

Moto Rock 2022 (9)

Guarapari: tudo pronto para a 8ª edição do maior evento motociclístico do Espírito Santo

O Moto Rock acontece durante este final de semana e tem expectativa de público de 30 mil pessoas

Anúncio