Anúncio

Suspeito de praticar golpes é preso após investigação das polícias de Guarapari e Vila Velha

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 10 de fevereiro de 2023 às 18:12

Anúncio

pc 10fev - Suspeito de praticar golpes é preso após investigação das polícias de Guarapari e Vila Velha
Foto: divulgação/PCES

Um suspeito de liderar uma organização criminosa interestadual especializada em crimes de estelionato foi preso, na noite da última quarta-feira (08), em São Paulo. A prisão foi realizada pela Polícia Civil de São Paulo, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva por estelionato. As investigações foram realizadas pela 2º Delegacia Regional de Vila Velha, em conjunto com a 5º Delegacia Regional de Guarapari.

De acordo com o delegado Guilherme Eugênio Rodrigues, adjunto da 2ª Delegacia Regional de Vila Velha, o suspeito era do Estado de São Paulo, mas a quadrilha agia, também no Espírito Santo e no Rio de Janeiro. No Estado, foram identificadas oito vítimas do grupo. A namorada do suspeito preso, de 20 anos, também participava da quadrilha e está foragida. Contra ela há um mandado de prisão preventiva por estelionato.

A Delegacia Regional de Vila Velha iniciou as investigações, em novembro de 2022, quando realizou o atendimento de um homem, que havia negociado a venda de um smartphone pela internet. Após ser informado de que o pagamento do produto seria realizado, após um motorista de aplicativo entregar o produto ao comprador, o homem desconfiou de que algo errado estava acontecendo e solicitou a ajuda da Polícia Civil.

Diante da situação, os policiais da 2ª Regional acompanharam o trajeto do motorista de aplicativo até o município de Guarapari, onde ele fez a entrega do objeto negociado para um dos integrantes da organização criminosa, de 28 anos. O pagamento pelo produto não foi realizado, e os policiais de Guarapari e Vila Velha detiveram o recebedor da mercadoria. Ele foi autuado por estelionato e encaminhado para o presídio, onde segue preso.

Desde o ocorrido, a Polícia Civil do Espírito Santo intensificou as investigações para a elucidação do caso. Após a troca de informações com as polícias dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, foi constatado que as ações criminosas seguiam um roteiro.

De início, os membros da organização criminosa identificavam as vítimas em anúncios de venda de mercadorias na internet. Após a identificação das vítimas, os infratores efetuavam o negócio com os vendedores e enviavam comprovantes de pagamento falsos, e em outras situações, informavam que o pagamento seria realizado após a entrega do produto.

Um motorista de aplicativo ou um membro da organização ia buscar a mercadoria na casa do vendedor, e posteriormente, os produtos eram entregues para dois membros de organização criminosa, que pagavam aos comparsas locais cerca de R$ 100 para cada produto recebido.

*Com informações da Polícia Civil do Espírito Santo.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Centro-Castanheiras-069-Foto-Sagrilo

Guarapari está entre as cidades capixabas com nota B no Mapa do Turismo Brasileiro

Além de Guarapari, Anchieta, São Matheus, Aracruz, Vila Velha, Domingos Martins e Cachoeiro do Itapemirim também foram classificados com a nota B

20240416_223343545_iOS

Amigos e familiares se reúnem para momento de oração pela recuperação de Matheus Louzada

Criança de 3 anos está internada em estado grave

Anúncio

Anúncio

WhatsApp Image 2024-04-17 at 10.00.58

Polícia prende homem que se passava por dentista em Guarapari

O consultório odontológico clandestino onde o homem atuava foi interditado e ele foi encaminhado ao Centro de Triagem de Viana (CTV)

WhatsApp Image 2024-04-15 at 08.55.48

Criança de Guarapari precisa de doação de sangue com urgência; veja como ajudar

Grupo de amigos e familiares irá realizar momento de oração na noite desta terça (16)

Anúncio

IMG_7712

Empresa retoma operação de estacionamento rotativo e cobra prefeitura de Guarapari por investimentos realizados

Serviço voltou a operar nesta terça após 30 dias de suspensão

titulo-de-eleitor-2024

Eleições 2024: prazo para regularizar título ou tirar primeira via termina em maio

Veja como consultar a situação eleitoral

Anúncio