Anúncio

Temer defende que Samarco volte a funcionar

Por Livia Rangel

Publicado em 15 de setembro de 2016 às 14:54
Atualizado em 15 de setembro de 2016 às 14:54
Anúncio

O presidente Michel Temer defendeu a reabertura da Samarco Mineração durante audiência com uma comitiva de empresários capixabas na última terça-feira (13). Quem estava presente e confirmou o apoio foi o presidente da Findes, Marcos Guerra. “Ele disse que a Samarco precisa voltar a funcionar urgente, pois é importante para o Espírito Santo, Minas Gerais e para o Brasil”.

Empresários capixabas se reuniram com o novo presidente na última terça (13).

Empresários capixabas se reuniram com o novo presidente na última terça (13). Foto: Comunicação Findes.

A audiência foi no Palácio do Planalto e durou mais de uma hora. Participam também o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, e os empresários capixabas Gibson Reggiani, Aristoteles Passos Costa Neto, Egídio Malanquini, Leonardo de Castro e Paulo Joaquim.

O encontro teve o objetivo de apresentar seis demandas da indústria capixaba e discutir propostas para o desenvolvimento econômico do Espírito Santo e do país.

Entre os itens listados estão: a inclusão das obras de construção da ferrovia que interligará os estados do Espírito Santo e do Rio de Janeiro (EF-118) e da duplicação da BR 262 no plano de concessões do Governo Federal; a retomada do projeto do Polo Gás-Químico no norte do Estado; a isenção do Adicional de Frete para Renovação da Marinha Mercante por dez anos; a garantia de continuidade das obras do contorno do Mestre Álvaro; a conclusão das obras do aeroporto de Vitória; e o apoio à retomada da operação da empresa Samarco.

Para Marcos Guerra, o encontro representou uma oportunidade de diálogo com governo federal. “Pudemos discutir a angústia da indústria nacional e a necessidade da retomada do crescimento. O Governo precisa avançar em alguns pontos para viabilizar a retomada do emprego como a flexibilização das leis trabalhistas e o financiamento do BNDES, dando maior carência e menores juros para a indústria”, argumentou.

Catástrofe. Em novembro de 2015, o rompimento da barragem de rejeitos da Samarco destruiu o distrito mineiro de Bento Rodrigues – este foi o maior desastre ambiental da história do Brasil e registrou, ao menos, 19 mortos.

A lama chegou à foz do Rio Doce, cuja bacia hidrográfica compreende 230 municípios dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo. Somente em Linhares, o acidente causou um prejuízo de R$ 70 milhões, além de deixar três praias do município interditadas e danos causados aos pescadores da região.

Com informações da Agência Congresso e Findes.

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Coronavírus: Guarapari registra mais dois óbitos e totaliza 306 casos confirmados

Com isso, Guarapari totaliza 16 óbitos; 170 pacientes estão curados da Covid-19

lorenzuttti

Liminar: Guarapari deve apurar se houve desequilíbrio contratual com a Lorenzutti

A decisão foi baseada nas medidas tomadas pelo município diante da pandemia da Covid-19, que impactaram negativamente a economia da empresa

Anúncio
Anúncio
Foto: Divulgação

Polícias Civil e Militar prendem autores de homicídios e realizam apreensão de drogas em Anchieta

A operação intitulada “Pitoco Assassino” cumpriu 10 mandados de prisão e foi concluída com sucesso graças ao trabalho integrado das polícias capixabas; Operação Sentinela apreende drogas, arma e munição

sala de aula1

Guarapari irá disponibilizar atividades não presenciais para alunos do município

Caberá aos professores, o apoio remoto aos alunos e às famílias na orientação e realização das tarefas

Anúncio
Imagem: HM Propaganda

Novo folhaonline.es bate primeiro recorde de acessos simultâneos

A plataforma manteve a estabilidade com quase mil usuários ativos ao mesmo tempo

subsecretario ES

‘Em algum momento será esgotado’, diz subsecretário sobre expansão dos leitos para Covid-19 no ES

Reblin afirmou ainda que a necessidade de expansão está associada a capacidade de distanciamento social no estado